A place so full of mystery is just a puzzle to be solved
 
InícioCalendárioFAQBuscarMembrosGruposRegistrar-seConectar-se

Compartilhe | 
 

 Quarto do Maxwell

Ir em baixo 
Ir à página : 1, 2, 3 ... 10, 11, 12  Seguinte
AutorMensagem
Maxwell Watson
Estudante
Estudante
avatar

Mensagens : 224
Data de inscrição : 27/07/2017
Idade : 18
Localização : Windfall/Helhole

Ficha do personagem
HP:
100/100  (100/100)
Itens:

MensagemAssunto: Quarto do Maxwell   Qui Jul 27, 2017 11:17 pm

Era um quarto muito bem organizado, com pequenas estantes com alguns livros sobre arte e filosofia, uma cama que sempre estava arrumada, um pequeno armário com uma seleção de roupas escuras, uma pequena mesa com um notebook em cima dela e uma televisão presa na parede, porém esta parecia não estar sendo usada. O que mais chamava atenção naquele quarto era que ele estava repleto de arte, desde desenhos feitos a mão, alguns coloridos e outros não, até pinturas e pequenas esculturas, todas dos mais variados tipos. Os desenhos ficavam pregados em um mural e demonstravam que o autor delas possuía grande habilidade nesta área, assim como as pinturas que representavam, em sua maioria, paisagens, tanto de natureza quanto de cidade.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Melissa Carter
Estudante
Estudante
avatar

Mensagens : 278
Data de inscrição : 23/07/2017
Idade : 17
Localização : Aqui, Idiota...

Ficha do personagem
HP:
100/100  (100/100)
Itens: Um isqueiro e uma chave inglesa.

MensagemAssunto: Re: Quarto do Maxwell   Sex Jul 28, 2017 12:09 am

☬ Ela cruzou o corredor como uma avalanche ribombando, a sutileza não havia sido inserida em seu DNA, claramente. Melissa Carter era uma beldade de longos cabelos negros, olhos escuros que pareciam mais claros do que o normal sob a luz e pele pálida, sempre usando roupas de couro, principalmente sua jaqueta preta. Havia um cigarro apagado pendendo de seus lábios, e suas mãos fechavam-se cada vez mais a medida que os coturnos batiam contra o piso do corredor. ☬

- Eu juro que vou queimar aquele filho da puta!

☬ Foi exatamente o que disse antes de meter o pé na porta do quarto do garoto e abri-la com o chute, fazendo seu corpo magro passar para dentro do mesmo em seguida, procurando atentamente por seu dono, sem perceber que havia tomado o caminho errado e provavelmente invadido o quarto errado também. ☬
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Maxwell Watson
Estudante
Estudante
avatar

Mensagens : 224
Data de inscrição : 27/07/2017
Idade : 18
Localização : Windfall/Helhole

Ficha do personagem
HP:
100/100  (100/100)
Itens:

MensagemAssunto: Re: Quarto do Maxwell   Sex Jul 28, 2017 9:07 am

Maxwell encontrava-se sentado em frente a sua mesa, com uma folha de papel A4 na sua frente e um lápis em sua mão, fazendo alguns traços aqui e ali, a verdade era que sua criatividade havia decaído e muito nos últimos tempos. Ele suspirou e tirou seus fones de ouvido, girando sua cadeira para encarar seus outros trabalhos, espalhados pelas paredes daquele quarto. Seus curtos cabelos negros estavam sendo enrolados pelo dedo indicador direito dele, enquanto ele suspirava ao ver suas antigas artes, em busca de qualquer coisa que o inspirasse. Os olhos azuis escuros dele focaram-se em um de seus antigos trabalhos em tela, uma pintura que ele fizera chamada '' Noites de Neon '', onde representava uma cidade durante a noite, com vários prédios erguidos, todos eles com seus letreiros em neon. Ele sentiu fala da época em que tirava inspiração de todos os cantos possíveis.

- Droga - Ele murmurou, coçando sua noca e jogando o lápis em cima de sua mesa.

Quando Melissa entrou em seu quarto, de uma maneira muito única, Maxwell levantou-se de sua cadeira. Ele possuía não mais que 1,70 metros de altura e vestia-se com roupas escuras, sempre tendo sua jaqueta azul. Ele observou a garota atentamente de cima a baixo.

- Posso ajudar? - Perguntou, sem entender o que estava acontecendo.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Melissa Carter
Estudante
Estudante
avatar

Mensagens : 278
Data de inscrição : 23/07/2017
Idade : 17
Localização : Aqui, Idiota...

Ficha do personagem
HP:
100/100  (100/100)
Itens: Um isqueiro e uma chave inglesa.

MensagemAssunto: Re: Quarto do Maxwell   Sex Jul 28, 2017 10:32 pm

☬ Ela olhou o rapaz.
Olhou de novo.
Olhou uma terceira vez, só pra ter certeza.
E então descansou uma das mãos sobre a testa.
Era difícil saber se ela estava mais irritada ainda com seu equivoco ou ligeiramente envergonhada por ter entrado de maneira tão tempestuosa no aposento. Não que Melissa tivesse experiência em ficar envergonhada. O sentimento costumava sumir com a velocidade de um raio cortando o céu noturno. ☬


- Foi mal, cara, quarto errado. Acho que eu não tenho motivo nenhum para usar meu isqueiro em você...

☬ Ela piscou os olhos para as pinturas, analisando-as, junto aos outros elementos interessantes do quarto. ☬

- Opa... nada mal.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Maxwell Watson
Estudante
Estudante
avatar

Mensagens : 224
Data de inscrição : 27/07/2017
Idade : 18
Localização : Windfall/Helhole

Ficha do personagem
HP:
100/100  (100/100)
Itens:

MensagemAssunto: Re: Quarto do Maxwell   Sex Jul 28, 2017 11:37 pm

Maxwell espreguiçou-se em sua cadeira, abrindo um leve sorriso ao ver a reação da garota. Ele girou sua cadeira, ficando momentaneamente de costas para ela e anotou algo no papel que estava na mesa, antes de girar a cadeira de novo para poder encará-la com aquele mesmo sorriso de antes. Ele parecia ser alguém muito calmo e contido, nunca transbordando suas emoções, assim como nunca demonstrava o que estava pensando.

- Ah, então você planejava queimar alguém? - Ele perguntou, seu tom de voz estava repleto de curiosidade. Ele não parecia duvidar do que ela falara.

Ele então levantou-se e caminhou até o pequeno mural que tinha, onde seus mais variados desenhos estavam. Ele olhou para alguns com um sorriso calmo e então virou-se para ela. Seu sorriso aumentara um pouco ao ouvir aquele elogio, ele ficava muito grato ao receber um elogio sobre suas artes, já que eram poucas as pessoas que de fato paravam para apreciá-las.

- Obrigado, é um pequeno hobby meu - O rapaz falou - Meu nome é Maxwell Watson, e você é?
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Melissa Carter
Estudante
Estudante
avatar

Mensagens : 278
Data de inscrição : 23/07/2017
Idade : 17
Localização : Aqui, Idiota...

Ficha do personagem
HP:
100/100  (100/100)
Itens: Um isqueiro e uma chave inglesa.

MensagemAssunto: Re: Quarto do Maxwell   Sab Jul 29, 2017 1:25 am

☬ Mel ficou encarando o garoto por um tempo, seu instinto dizia para simplesmente sair dali como tinha entrado sem dizer mais coisa alguma, afinal ela nunca fora a pessoa mais bem educada que existira (na verdade, conseguia até ser se esforçasse, mas ela definitivamente detestava se esforçar em parecer uma boa garota. No entanto, levando em consideração que perturbara o garoto, não mataria ficar mais um tempo. Ao menos ele não parecia ser um dos caras irritantes que sempre eram vítimas de seu isqueiro. ☬

- Sim, queimar as pessoas é super divertido, manja? - ela respondeu, num tom ácido. - Na verdade o filho da puta em questão fez umas montagens nada ortodoxas minhas e colocou na internet, então farei questão de capá-lo para que a idiotice não seja retransmitida por reprodução.

☬ Ela cruzou os braços, não parecia sem graça em dizer aquelas palavras. Seus olhos escuros caíram novamente sobre o moral, e Melissa manteve-se em silêncio por mais algum tempo, analisando mais a funda as obras. ☬

- De nada. Eu sou Melissa. Melissa Carter. Se nunca ouviu falar de mim então não deve ser má pessoa.

☬ Realmente, apesar de ter chegado a pouco tempo, a fama começou a se espalhar como uma praga de gafanhotos. A garota que sabia concertar qualquer tipo de veículo com facilidade, mas que quando estressada, poderia facilmente por fogo em alguém. Literalmente falando. ☬
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Maxwell Watson
Estudante
Estudante
avatar

Mensagens : 224
Data de inscrição : 27/07/2017
Idade : 18
Localização : Windfall/Helhole

Ficha do personagem
HP:
100/100  (100/100)
Itens:

MensagemAssunto: Re: Quarto do Maxwell   Sab Jul 29, 2017 1:42 am

Max continuava com aquele sorriso tranquilo em seu rosto, enquanto sentava-se em sua cama e passava a mão em uma das esculturas que estava em cima do criado mudo. Ele olhou para aquilo algumas vezes de vários ângulos diferentes, até se dar por satisfeito e colocar a escultura de volta em seu devido lugar.

- Eu tenho meus próprios métodos para lidar com aqueles que me irritam, mas queimar é uma opção boa também - Ele deu uma leve risada, deixando claro que havia algo a mais nele do que um simples garoto que amava arte - Ah, entendo, então é vingança que gerou isso. Nada mais justo.

Havia algo no tom de voz de Maxwell, ele parecia tranquilo demais mas não estava completamente relaxado. Seus olhos também gritavam que ele estava retirando cada pedaço de informação do que via. Ou de quem via. Por fim, Watson abriu suas mãos para ela, em um gesto acolhedor.

- Sou novo aqui, então seria meio difícil eu ouvir falarem de você. Mas me diga, o que tanto falam?

Diferente de Mel, não haviam rumores sobre Maxwell, ou pelo menos nenhum que chegara até seus ouvidos. Ele era apenas um rapaz tranquilo, focado em seus desenhos. Por mais que essa fosse uma descrição errônea, era a impressão que ele passava.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Melissa Carter
Estudante
Estudante
avatar

Mensagens : 278
Data de inscrição : 23/07/2017
Idade : 17
Localização : Aqui, Idiota...

Ficha do personagem
HP:
100/100  (100/100)
Itens: Um isqueiro e uma chave inglesa.

MensagemAssunto: Re: Quarto do Maxwell   Seg Jul 31, 2017 12:51 am

☬ Melissa olhou o rapaz mexendo com a própria escultura com uma das sobrancelhas levantadas, mas não disse nada sobre aquilo, mantendo seu foco mental voltado a conversa... uma conversa não muito normal, mas ainda assim era um diálogo que necessitava de sua atenção. ☬

- Você? - ela franziu o cenho para ele, em sua concepção parecia nerd demais para conseguir fazer alguma coisa... mas bem, pessoas assim eram inteligentes. - Bom, tanto faz... se você diz, quem sou eu pra discordar. Vingança é uma palavra muito simples para definir o sentimento de aversão e a vontade de mutilar alguém... mas bem, é isso ai mesmo.

☬ Ela podia notar que aquele garoto era muito mais do que deixava transparecer. A própria Melissa o era. Desde que não tentasse nenhuma gracinha pra cima dela - ou para as pessoas a quem era mais chegada - porém, ele poderia ser um serial killer e não estaria nem ai pra isso. ☬

- Coisas que adolescentes retardados sem nada melhor para fazer falam. Eu sou a Garota bruta com quem ninguém deve mexer, a feminazi, uma piromaníaca... Tem uns e outros que tem mania de me chamar de outras coisas mais ofensivas que eu definitivamente não sou.

☬ E esses, em especial, saiam muito quebrados se topassem com ela em algum lugar. ☬
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Maxwell Watson
Estudante
Estudante
avatar

Mensagens : 224
Data de inscrição : 27/07/2017
Idade : 18
Localização : Windfall/Helhole

Ficha do personagem
HP:
100/100  (100/100)
Itens:

MensagemAssunto: Re: Quarto do Maxwell   Seg Jul 31, 2017 2:38 pm

O rapaz deitou-se em sua cama, juntando suas mãos atrás de sua cabeça enquanto mantinha seus olhares fixos em seu pequeno mural. Haviam tantos desenhos variados ali que seria normal pensar que nem todos fossem dele, iam de desenhos livres, para paisagens e até mesmo retratos de algumas pessoas que Melissa não iria reconhecer. Exceto um, que era o rosto de Max.

- Você ficaria surpresa - Ele sorriu de canto - Entendo, entendo, então você estava caçando alguém para poder destruí-lo pelo que fez? - Max deu uma leve risada após falar aquilo - Você é uma pessoa bem interessante.

Aquela personalidade diferenciada que Maxwell possuía, era apenas um produto de tudo pelo o que ele passara. Ele era cínico, sarcástico, misantropo e provavelmente irritaria qualquer um que tentasse conversar com ele, mas também era capaz de se controlar, como estava fazendo naquele momento. Maxwell podia ser uma pessoa horrível quando isso lhe convinha. Ele podia ser comparado ao arquétipo do herói byroniano, comparação esta que já fora feita algumas vezes.

- Ah, claro, é meio óbvio agora que você fala - Maxwell disse - Por agir de uma maneira que não se encaixa nos padrões aceitáveis, eles decidem zombar de você, em uma tentativa de parecerem superiores - O rapaz então deixou uma gargalhada escapar - Adolescentes são adolescentes não importa onde você esteja.

Aquela última frase fora mais para si do que para Melissa, já que o próprio Max observara que era assim que a maioria das pessoas agiam, quando confrontadas com algo que não aceitavam.

- Desculpe por isso, estou ficando filosófico demais.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Melissa Carter
Estudante
Estudante
avatar

Mensagens : 278
Data de inscrição : 23/07/2017
Idade : 17
Localização : Aqui, Idiota...

Ficha do personagem
HP:
100/100  (100/100)
Itens: Um isqueiro e uma chave inglesa.

MensagemAssunto: Re: Quarto do Maxwell   Seg Jul 31, 2017 9:35 pm

☬ Mel finalmente fechou a porta atrás de si e caminhou até uma cadeira que havia no aposento, sentando-se ao contrario na mesma - sem pedir permissão, como era de seu feitio. Muito embora, se o dono do quarto não ficara puto ao tê-lo invadido de uma maneira tão dramática, dificilmente se importaria com aquilo. ☬

- Bom, você pode falar mais sobre isso, parece super interessante. - no entanto, ao dizer tais palavras, Melissa bocejou e espreguiçou-se. - Sim. Não sou uma dessas pessoas que aceitam bullying de graça. Sempre tenho um punho ou um isqueiro pra fazer os metidos a trogloditas engolirem. Eu não sei não... acho que sou bastante normal, até.

☬ Colocando ambos os braços no encosto da cadeira, a garota apoiou seu queixo sobre eles. Ela parecia estar um pouco mais calma do que no momento que irrompera pela porta, mas era apenas impressão. Dificilmente Melissa ficava calma. Sua raiva parecia ser um recurso renovável. ☬

- Naturalmente já deve saber que eu fiz eles engolirem as zombarias e agora ficam sussurrando pelas minhas costas o quanto sou assustadora e uma bruxa. Vê se pode... se eu fosse algo assim, é claro que teria feito muito pior. - ela deu de ombros. - Se eu não fosse uma, detestaria totalmente a raça.

☬ Ela puxou um dos fios longos negros para brincar com o mesmo, entre seus dedos finos e pálidos. ☬

- É seu quarto, a partir do momento que entrei aqui e decidi ficar é claro que vou ter que aguentar seus maneirismos.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Maxwell Watson
Estudante
Estudante
avatar

Mensagens : 224
Data de inscrição : 27/07/2017
Idade : 18
Localização : Windfall/Helhole

Ficha do personagem
HP:
100/100  (100/100)
Itens:

MensagemAssunto: Re: Quarto do Maxwell   Ter Ago 01, 2017 12:01 am

Max apenas observou enquanto Melissa entrava, e de fato ele não se importava com aquilo, já que ela já estava ali ela podia muito bem sentar-se. Haviam poucas coisas que incomodavam Maxwell ao ponto de que ele demonstrasse desgosto a tais atos, e aquele não era um deles, até porque ele considerava Melissa interessante demais para simplesmente expulsá-la.

- Por mais que eu tenha um bom conhecimento em lutas, eu prefiro enfrentar qualquer problema meu de uma maneira diferente. Eu gosto de saber das coisas, e se eu sei algo sobre aquele que me irritou, uso isso contra dita pessoa - Maxwell explicou, ele de fato era uma pessoa que preferia utilizar tudo que tinha a sua disposição contra alguém - Isso é bom, ninguém deve aceitar bullying. Uma pessoa normal não enfiaria o pé na porta do quarto de um colega, e entraria com a intenção de queimá-lo, não é?

Após esse seu último comentário, ele deu uma leve risada. Max não estava em uma posição em que pudesse julgar Melissa por não ser alguém normal, já que ele era uma pessoa completamente conturbada. No entanto, isso não o impedia de fazer seus comentários.

- Se você não tivesse feito isso, admito que teria ficado um pouco decepcionado. Comentários como esses são apenas feitos para esconder a insegurança que a maioria deles tem - Maxwell falou, ele se auto-intitulava um analisador da raça humana - Eu sou humano e não gosto de seres humanos, só não sei dizer se isso é hipocrisia ou não.

Maxwell novamente riu. Havia algo em sua risada que podia incomodar Mel, já que não dava para saber se ele estava constantemente zombando dela, ou se era de fato uma risada genuína.

- Então, já que decidiu aguentar isso, eu vou lhe lançar uma pergunta - Max ergueu o seu dedo indicador - Como você se sentiria, se alguém te substituísse? Alguém idêntico a você, que age da maneira que você age, se parece fisicamente com você. Enfim, algo como um clone seu.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Melissa Carter
Estudante
Estudante
avatar

Mensagens : 278
Data de inscrição : 23/07/2017
Idade : 17
Localização : Aqui, Idiota...

Ficha do personagem
HP:
100/100  (100/100)
Itens: Um isqueiro e uma chave inglesa.

MensagemAssunto: Re: Quarto do Maxwell   Ter Ago 01, 2017 10:20 pm

- Ahn, então você é daquele tipo que manipula os outros por trás dos panos? - Melissa deixou escapar uma risada, quem diria, o menino que gostava de artes sendo alguém tão complicado. - Obviamente que não. Normal é uma palavra que significa muitas coisas... mas acredite se quiser, tem pessoas piores do que eu por ai afora.

☬ Ela colocou a ponta de uma das longas mechas negras de seu cabelo entre os lábios, mordendo-a de leve. Provavelmente era algo para dispersar a mente, ou apenas um movimento repetitivo para que não ficasse completamente parada. ☬

- E por que acha que eu ligaria se você ficasse? - ela ergueu uma sobrancelha, sua voz rascante. - Ah, definitivamente. Ou uma viadagem mesmo... acho que dá no mesmo, no fim das contas. - ela endireitou-se na cadeira de maneira que pudesse cruzar as pernas e apoiar sua cabeça no encosto. - É uma puta hipocrisia, mas as melhores pessoas, hoje em dia, são hipócritas.

☬ Ela estava falando da hipocrisia sobre humanos não gostarem de humanos, é claro. Naturalmente odiava esta mesma em outros contextos. Pessoas hipócritas tinham que queimar até virar cinzas. ☬

- Eu estaria pouco me fodendo para isso, não tenho tantas pessoas importantes que notariam a diferença. Eu vivo mudando de cidade em cidade porque nenhum adulto tem paciência para lidar comigo desde muito nova.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Maxwell Watson
Estudante
Estudante
avatar

Mensagens : 224
Data de inscrição : 27/07/2017
Idade : 18
Localização : Windfall/Helhole

Ficha do personagem
HP:
100/100  (100/100)
Itens:

MensagemAssunto: Re: Quarto do Maxwell   Ter Ago 01, 2017 11:03 pm

- É bem por ai, mas tem vezes que eu prefiro resolver meus problemas com minhas mãos - O rapaz falou, dando de ombros logo em seguida. Ele sabia que não passava uma imagem de alguém assim, mas esse era exatamente seu objetivo - Ah, eu sei muito bem que tem pessoas piores por ai. Convivi com uma delas.

O rapaz deixou um suspiro escapar, preferindo ignorar aquelas memórias, e sentou-se em sua cama, com suas pernas cruzadas e continuou a olhar para Melissa.

- Eu não disse que achei que você ligaria para isso - Falou Max, em um tom óbvio de deboche - Adolescentes são interessantes, não acha? São capazes de se preocupar com você em um dia, e no outro eles te odeiam. É essa inconstância que eu adoro neles - Max riu quando Melissa falou - Bom, suponho que seja sim uma hipocrisia. Mas nunca me importei com isso antes, não vou começar a fazer isso agora.

Max levantou-se e foi até sua mesa, parando ao lado de Melissa e abrindo um pequeno caderno. No topo da primeira folha estava escrito '' Respostas '' e abaixo vinham algumas das respostas que Max ouvira para essa pergunta. Ele pegou um lápis e escreveu '' pouco me fodendo para isso '' e fez um risco vertical ao lado daquilo. Fechou o caderno e pegou a mesma folha de papel que tinha quando Melissa entrou, junto de uma pequena tábua de madeira. Ele sentou-se na cama e apoiou a tábua em suas pernas em seguida colocou o papel por cima, e começou a desenhar.

- Você é a primeira que me responde isso, a maioria das pessoas ficam desesperadas - Falou Max, sem olhar para Melissa - Vida conturbada...
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Melissa Carter
Estudante
Estudante
avatar

Mensagens : 278
Data de inscrição : 23/07/2017
Idade : 17
Localização : Aqui, Idiota...

Ficha do personagem
HP:
100/100  (100/100)
Itens: Um isqueiro e uma chave inglesa.

MensagemAssunto: Re: Quarto do Maxwell   Ter Ago 01, 2017 11:44 pm

- Você diz isso, mas não parece ter muitos músculos. Faz o que, artes marciais? Ou tem uma adaga perdida por ai nesse seu casaco de moletom? - Mel cruzou os braços, ela não estava preocupada se aquelas teorias fossem reais ou não. - Eu também, por um tempo. Aliás, tem muitas desse tipo pela cidade, seria bom que tomasse cuidado, nunca se sabe.

☬ Mel voltou a mastigar a ponta de sua mecha, mostrando o dedo do meio para ele ao ouvir seu comentário seguinte, sem se dar ao trabalho de respondê-lo de uma maneira apropriada. ☬

- Deve ser os hormônios misturados a cérebros rasos. É uma inconstância irritante, não dá para se confiar ninguém. - ou quase ninguém, lembrou a si mesma. - Você não deve se importar com muitas coisas, pelo visto.

☬ Seu tom era meio ácido. Ela acompanhou a movimentação dele com o olhar, girando aos poucos o pescoço e franzindo o cenho para o caderno. Toda aqueles movimentos não estavam fazendo sentido algum para a moça. Mas artistas eram estranhos por natureza, certo? ☬

- Tsc... a maioria das pessoas não gosta de desapegar-se. Que tipo de pergunta foi essa, vai querer bancar o psicólogo, ou está apenas me estudando?
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Maxwell Watson
Estudante
Estudante
avatar

Mensagens : 224
Data de inscrição : 27/07/2017
Idade : 18
Localização : Windfall/Helhole

Ficha do personagem
HP:
100/100  (100/100)
Itens:

MensagemAssunto: Re: Quarto do Maxwell   Qua Ago 02, 2017 2:57 pm

- Pratico Krav Magá e Aikido desde que tinha 6 anos de idade. Uma paranoia que meus pais adquiriram depois que meu irmão gêmeo desapareceu misteriosamente - Falou Maxwell, sem dar muita importância para dito desaparecimento - Tem esse tipo de pessoa em todos os lugares.

Maxwell continuou a observar Melissa, sua memória gravando cada detalhe da garota. Era um costume de proteção que ele adquirira, já que nunca sabia em quem podia confiar, era sempre bom lembrar-se do rosto da pessoa, ao menos.

- Já imaginou um mundo onde adolescentes não agem assim? Seria um mundo perfeito - Max suspirou, ele parecia um velho falando aquilo - Quando você começa a se importar com algo, este algo se torna sua fraqueza e vai ser usado contra você depois.

Ao dizer aquilo, o tom de Max ficou sério. Ele tinha uma enorme dificuldade de se importar com algo, por mais que no fundo fosse capaz de sentir afeição por alguém, aquele era seu mecanismo de defesa. Era algo que o tornava quase impermeável a possíveis ataques a seu psicológico. Mas ele era humano, e sempre acabava se importando.

- Ah, perdão por isso. Eu sempre pergunto isso para as pessoas que encontro, é uma pequena pesquisa minha. Ajuda a saber mais das pessoas sem precisar perguntar muito - Falou Max, olhando para Melissa por um segundo e então descendo seus olhos para o desenho que estava fazendo.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Melissa Carter
Estudante
Estudante
avatar

Mensagens : 278
Data de inscrição : 23/07/2017
Idade : 17
Localização : Aqui, Idiota...

Ficha do personagem
HP:
100/100  (100/100)
Itens: Um isqueiro e uma chave inglesa.

MensagemAssunto: Re: Quarto do Maxwell   Qua Ago 02, 2017 9:21 pm

- Ei, pera, tu acabou de dizer que seu irmão desapareceu? - ela estava prestes a zombar mais uma vez dele quando o rapaz mencionara o tal irmão gêmeo desaparecido. - Quando foi isso?

☬ Ela encarava-o com o canto dos olhos, aquela exploração toda em sua face estava começando a incomodá-la um pouco, então virou a cabeça em outra direção, evitando assim a vontade de tacar alguma coisa no garoto. ☬

- E você quase não parece um adolescente falando isso. Você é um que, um alienígena? Ou um velho que trocou de corpo com um jovem? - ela ouviu o comentário seguinte e meneou a cabeça - Certamente um velho que trocou de corpo com um jovem. Deveria ser um professor de filosofia em sua outra vida, não é possível.

☬ Mel ignorou o tom sério do rapaz, até porque não havia o que ela pudesse dizer. Não o conhecia a fundo para alegar sobre cada uma de suas frases, pensando que poderiam ser cicatrizes de vida ou algo do tipo. ☬

- Isso é super bizarro. Você traça perfis de acordo com as respostas para essa pergunta? - Melissa encarou a tábua e o papel e saltou da cadeira para verificar o que o rapaz desenhava. - O que está fazendo ai?
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Maxwell Watson
Estudante
Estudante
avatar

Mensagens : 224
Data de inscrição : 27/07/2017
Idade : 18
Localização : Windfall/Helhole

Ficha do personagem
HP:
100/100  (100/100)
Itens:

MensagemAssunto: Re: Quarto do Maxwell   Qua Ago 02, 2017 9:38 pm

- Ah sim, ele estava desaparecido até alguns meses atrás. Nathanael Watson, o garoto perfeito - Ao falar aquele título, ele estendeu seus braços para o lado, seu tom de voz estava repleto de desgosto - Quando eu tinha 6 anos de idade, ele simplesmente sumiu. Por medo de ser sequestro, meus pais me colocaram para fazer Krav Magá e Aikido. Agora quem iria querer sequestrar aquela porra de ser humano, é uma dúvida que tenho até hoje.

Ele por fim parou de olhá-la e voltou a encarar o seu mural de desenhos, aquele que parecia ser um retrato do próprio Maxwell tinha algo escrito embaixo, um simples '' Nathanael ''.

- Bom, já me falaram que ajo como uma pessoa mais velha - Max suspirou logo em seguida - Talvez eu tenha sido, ou até mesmo um filósofo.

O jovem tentou imaginar a si mesmo como um filósofo, mas riu da imagem que formou-se em sua cabeça. Se de fato tivesse sido um, ele teria causado uma onda de depressão em qualquer um que tivesse lido seus trabalhos.

- Sim. Você é uma pessoa com pavio curto, que não leva desaforo para casa e prefere resolver suas desavenças com violência, passando uma imagem muito mais violenta que o necessário. Não se importa com nada, apenas com aqueles mais próximos, se é que estes existem de fato, e estas pessoas são muito importantes para você, tão importantes que não consegue se ver sem elas - Falou Maxwell, enquanto sorria para Melissa, aquele mesmo sorriso arrogante de antes - Eu não faço a menor ideia, eu normalmente deixo a minha mão trabalhar e só noto o que fui desenhar depois.

O desenho não passava de um pequeno esboço de um rosto, não havia nenhum traço definido ainda, mas era óbvio que aquilo representava um rosto humano.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Melissa Carter
Estudante
Estudante
avatar

Mensagens : 278
Data de inscrição : 23/07/2017
Idade : 17
Localização : Aqui, Idiota...

Ficha do personagem
HP:
100/100  (100/100)
Itens: Um isqueiro e uma chave inglesa.

MensagemAssunto: Re: Quarto do Maxwell   Sab Ago 05, 2017 12:12 am

- Ah, menos mal, ou sei lá... tu não parece gostar muito do seu brother, né? - ela inclinou a cabeça, com uma expressão interessada no rosto, um tanto quanto rara. - Será que é por que ele é um puto mesmo ou está apenas com ciumes?

☬ Ela nunca tivera irmãos, não biológicos pelo menos. Mas os adotivos sempre infernizavam sua vida, quando existiam. Geralmente eram eles que sentiam ciumes dela, não entendia por qual razão, Melissa era um caso perdido que ninguém em sã consciência perdia tempo em resolver. ☬

- Oh, sério? Jura? De verdade, mesmo? - Melissa deixou escapar uma risada. - Sabe-se lá, vai que já foi um Sócrates da vida. Embora a teoria de um alienígena entre os humanos seja muito mais legal.

☬ Não era nerd nem uma daquelas pessoas fantasiosas que querem provar coisas que não existem, mas vira filmes com alienígenas, e eles sempre tinham um papel muito interessante na sociedade humana, escravizando-a na maioria das vezes. ☬

- Uau, cara, você abriu minha cabeça e olhou aqui dentro? Estou passada! Essa sou eu, agora vou ter uma crise existencial e me matar, ou mudar meu estilo de vida e começar a andar por ai rebolando com roupas caras de marca. - aquilo era sem dúvida uma brincadeira, Melissa parecia estar mais se divertindo com aquele garoto do que com raiva. Talvez seu ódio parasse de funcionar de vez em quando. Uma vez a cada ano, com sorte.

☬ Com a resposta, a moça cruzou os braços e fez uma careta. ☬

- Mas que coisa, eu tentaria adivinhar, mas realmente só parece com um rosto genérico de alguma pessoa genérica. Embora você trabalhe genericamente bem com os traços genéricos. - também era óbvio que ela estava sendo redundante de propósito.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Maxwell Watson
Estudante
Estudante
avatar

Mensagens : 224
Data de inscrição : 27/07/2017
Idade : 18
Localização : Windfall/Helhole

Ficha do personagem
HP:
100/100  (100/100)
Itens:

MensagemAssunto: Re: Quarto do Maxwell   Sab Ago 05, 2017 12:24 am

- Ele é a pior pessoa que eu já vi na minha vida - Falou Maxwell, sua expressão tornou-se sombria por um segundo. Ele sabia que não era nenhum santo, mas o seu irmão era o que chegava mais próximo da imagem de um demônio - Ciúmes do meu irmão, nunca ouvi isso antes.

O sarcasmo de Max era notável, e aquilo apenas aumentava quando se notava que toda vez que ele falava ''irmão'' a palavra saía repleta de desgosto. Era um tanto óbvio que ele tinha problemas em sua mente, assim como a maioria das pessoas, mas o rapaz não costumava demonstrar aquilo, mas tudo isso mudava quando o assunto era Nathanael. Ele não conseguia segurar todo o nojo que sentia pelo seu irmão gêmeo.

- Por mais surpreendente que isso pareça, sim, já fizeram isso - Ele riu um pouco após falar isso - Se eu fosse um alienígena, passava longe da Terra. Mas se por algum motivo eu estivesse aqui, eu iria ficar estudando algumas pessoas. E tenho que concordar com você, essa ideia é muito legal.

Por mais que fosse fascinado por filmes de ficção científica, Max não era nenhum expert no assunto, preferindo manter seu foco em coisas mais realistas, principalmente nas tecnologias atuais e como elas estavam evoluindo. Assuntos como esse despertavam um brilho nos olhos do rapaz, coisa que nunca aparecia.

- Na verdade, eu tirei isso tudo no momento que você enfiou a bicuda na minha porta. Mas minhas habilidades para ler uma pessoas são únicas - Maxwell riu mais um pouco após aquilo, não era de seu costume rir tanto assim.

O rapaz deixou um sorriso surgir ao escutar a fala de Mel.

- É sempre legal deixar com que o seu próprio desenho te surpreenda. Agora, quem eu deveria desenhar? - Ele pareceu ponderar um pouco, olhando para o teto, antes de descer seus olhos para o rosto de Melissa. O rapaz abriu um sorriso e começou a desenhar.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Melissa Carter
Estudante
Estudante
avatar

Mensagens : 278
Data de inscrição : 23/07/2017
Idade : 17
Localização : Aqui, Idiota...

Ficha do personagem
HP:
100/100  (100/100)
Itens: Um isqueiro e uma chave inglesa.

MensagemAssunto: Re: Quarto do Maxwell   Dom Ago 06, 2017 12:12 am

- Falando desse jeito, não tem nem como duvidar. - A garota deu de ombros, recostando-se na cadeira. Ela puxou o isqueiro do bolso de sua jaqueta preta e um masso de cigarros do outro, tirou um deles e colocou na boca. - Pode acontecer. Na verdade, como o bom psicanalista que é, saberia que é até comum.

☬ Ela podia notar claramente o desgosto no tom do garoto. Que diabos o irmão poderia ter feito para causar tal reação? Melissa decidiu que não era da sua conta e por fim acendeu o isqueiro, deixando a chama próxima da ponta do cigarro, que logo ficara vermelha. Mel inspirou profundamente e expirou, uma nuvem de fumaça saindo por entre seus lábios. ☬

- Não duvido. - Não tinha certeza se ele tinha entendido o sarcasmo em suas palavras ou não. Tanto faz. - Pois é, né, o que esses infelizes poderiam querer nesse planetinha miserável? Mal dá pra achar vida inteligente aqui. Você já parece estudá-las sendo humano, tenho sérios problemas em imaginar o que faria se fosse um alien.

☬ Melissa subiu seus olhos para o teto. ☬

- Sabe o que dizem sobre as primeiras impressões né não? - a garota riu um pouco junto com ele, então deu mais uma tragada e voltou a olhar para o desenho que o mesmo fazia. Melissa fez uma careta de obviedade, um revirar de olhos clássico, e arqueou uma sobrancelha. - Se você for me desenhar e eu sair feia, vou bater em você, cê sabe, né?

☬ Era uma ameaça ilógica e puramente implicante, mas talvez Max não percebesse isso. ☬
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Maxwell Watson
Estudante
Estudante
avatar

Mensagens : 224
Data de inscrição : 27/07/2017
Idade : 18
Localização : Windfall/Helhole

Ficha do personagem
HP:
100/100  (100/100)
Itens:

MensagemAssunto: Re: Quarto do Maxwell   Dom Ago 06, 2017 12:24 am

- Se algum dia você o conhecer, tenho certeza que vai socar ele na primeira oportunidade - Falou Max, mesmo sabendo que aquilo era um tanto impossível, já que seu irmão era tão falso que suas emoções pareciam ser verdadeiras - Depois que meu irmão sumiu, a minha cidade inteira me acusou de estar envolvido no acontecimento, apenas por sentir ciúmes do meu irmão. Coisa que nunca senti, eu não me importava de ficar na sombra dele, era aconchegante, a maioria das pessoas me ignorava, eu podia viver em paz. Mas sim, é algo bem comum de se acontecer.

Maxwell sabia muito bem que era uma conclusão que fora tirada em um momento de desespero, já que o sumiço de Nathanael atraíra a atenção de programas de televisão e sites da internet, aquilo passava uma imagem ruim para a cidade. Max sentir ciúmes de seu irmão e tê-lo feito sumir por isso era a solução mais fácil e aceitável na época. Não queria dizer que era a correta.

- Eu chuto que a Terra seja tipo um Big Brother Intergalático, onde todos se reúnem para rir dos humanos - Falou Maxwell, não parecendo se importar com Melissa fumando em seu quarto, até porque o próprio rapaz fumava, porém não era com frequência que fazia isso.

Os olhos de Max estavam completamente fixos em seu desenho, o lápis ia de um lado para o outro, dava para ver que o rosto de Melissa estava começando a surgir ali. A velocidade e habilidade do rapaz eram realmente impressionantes.

- Sei sim, mas acho que estou certo - Falou Maxwell, sorrindo, mas ele ainda não tirava os olhos de seu papel - Você está duvidando das minhas habilidades? - O rapaz riu um pouco - Me faz um favor? Tem uma caixinha de madeira ali em cima da mesa, joga ela para mim.

A ameaça que Melissa fez para Max não pareceu tirar reação alguma do rapaz, ele confiava em suas próprias habilidades como um artista.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Melissa Carter
Estudante
Estudante
avatar

Mensagens : 278
Data de inscrição : 23/07/2017
Idade : 17
Localização : Aqui, Idiota...

Ficha do personagem
HP:
100/100  (100/100)
Itens: Um isqueiro e uma chave inglesa.

MensagemAssunto: Re: Quarto do Maxwell   Dom Ago 06, 2017 8:14 pm

- Socar é o de menos que posso fazer. - ela cruzou as pernas e abriu um sorriso que tinha algo de convencido, enquanto puxava os cabelos para trás com a mão livre. - Que bando de gente filha da puta, viu? Parece que têm preguiça de pensar.

☬ Agora ela entendia parcialmente a raiva dele. Embora muitas outras coisas poderiam ter acontecido - e certamente, aconteceram - para que chegasse àquela situação. ☬


- Uou... essa foi a melhor metáfora que já ouvi na vida. - ela tirou o cigarro da boca, gargalhando, recolocando-o em seguida e prendendo-o no canto dos lábios para que não caísse quando retornasse a falar. - Suponho que os astronautas estão no paredão.

☬ Ela acompanhou os movimentos dele com os olhos, cruzando os braços e mantendo um ereto para poder tirar o cigarro da boca e tragar. ☬

- Convencido. Não é que eu esteja duvidando, mas é sempre bom prevenir, vai que acidentes aconteçam? - Mel voltou sua atenção para a dita caixinha, pegou-a e assobiou para que este lhe desse atenção, antes de jogar a caixa. - Pegue!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Maxwell Watson
Estudante
Estudante
avatar

Mensagens : 224
Data de inscrição : 27/07/2017
Idade : 18
Localização : Windfall/Helhole

Ficha do personagem
HP:
100/100  (100/100)
Itens:

MensagemAssunto: Re: Quarto do Maxwell   Dom Ago 06, 2017 11:05 pm

- Tenho certeza disso - Sorriu Max, de canto. Em seguida ele suspirou ao lembrar-se daquele local - Cidade pequena, quase rural, repleta de pessoas religiosas. Me acusarem de sumir com meu irmão foi o de menos.

Como ele próprio dissera, acusá-lo de ser a causa do sumiço de seu irmão gêmeo fora o de menos. Ele não passara um dia durante vários anos sem escutar acusações atrás de acusações, nunca ditas a sua cara, pois o povo era covarde. Não dignavam-se nem mesmo de confrontá-lo de frente, preferiam falar pelas costas do garoto. A consequência que veio com isso foi severa.

- Exatamente! Quem vai para a ISS está no paredão, só voltam aqueles que os alienígenas escolhem - Max riu um pouco com aquela ideia, que era um tanto absurda. Mas que se fosse real, provavelmente tiraria ainda mais gargalhadas do rapaz.

Um sorriso de canto surgiu nos lábios de Max ao ouvir ela falar. Era possível notar que Max era um tanto arrogante quando se tratava de seus desenhos, era um fato que ele era habilidoso, mas ele possuía um orgulho infindável.

- Todo tipo de arte que você vê nesse quarto, fui eu quem fez. As estatuetas, as pinturas, os desenhos, todos produzido por mim - Falou o rapaz, pegando a caixa e colocando-a ao seu lado, ele abriu-a e revelou vários lápis para colorir dentro - Valeu.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Melissa Carter
Estudante
Estudante
avatar

Mensagens : 278
Data de inscrição : 23/07/2017
Idade : 17
Localização : Aqui, Idiota...

Ficha do personagem
HP:
100/100  (100/100)
Itens: Um isqueiro e uma chave inglesa.

MensagemAssunto: Re: Quarto do Maxwell   Ter Ago 08, 2017 9:05 pm

- Bom pra você. - ela meneou brevemente a cabeça, voltando a mastigar a ponta de uma de suas mechas de cabelo. - Eu já morei em uma cidadezinha assim. É irritante e pouco produtivo.

☬ Melissa ficou quieta por um tempo, ela também se acostumara a ser culpada de muitas coisas, ter que escutar os sussurros e as piadinhas a meia voz. A grande diferença entre ambos, talvez, fosse que a garota realmente fazia parte das coisas que fofocavam dela. ☬

- Alienígenas também tem um gosto questionável, se for pensar assim. - uma curta risada saiu da boca da garota, enquanto esta cruzava os braços. - Eles tinham que ficar com os piores, mas aparentemente ninguém os quer.

☬ Ela encarou-o atentamente, notando seu motivo de orgulho. Melissa também se orgulhava de algumas coisas... ter talento para artes não era uma delas, mas em compensação ela concertava veículos como ninguém. ☬

- Eu acharia estranho se fosse outra pessoa. Você deve ser a pessoa mais orgulhosa que eu já conheci. - Mel observou de canto os lápis para colorir, achando que era meio óbvio desde o primeiro instante que estariam ali dentro. - Não foi nada...
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Maxwell Watson
Estudante
Estudante
avatar

Mensagens : 224
Data de inscrição : 27/07/2017
Idade : 18
Localização : Windfall/Helhole

Ficha do personagem
HP:
100/100  (100/100)
Itens:

MensagemAssunto: Re: Quarto do Maxwell   Ter Ago 08, 2017 10:28 pm

- É um dos piores lugares para se viver, uma hora ou outra acaba afetando você, e nunca é de uma forma positiva - Da maneira que Maxwell falava, ele parecia ter algum tipo de problema pessoal com o povo de sua cidade. Mas isso era um pouco óbvio tendo em vista as acusações que foram feitas sobre ele, mas o rapaz afirmava que aquilo não o incomodava.

Maxwell ainda lembrava-se da forma como aquela cidade e seus habitantes haviam afetado sua vida, e como ele mesmo falara antes, não fora de uma maneira positiva. Era possível ver o rapaz fechando seu punho ao pensar naquilo, talvez fosse uma das únicas vezes que ele demonstrava raiva na frente de alguém.


- Todos tem gostos questionáveis - Maxwell falou, rindo levemente - Alienígenas tem seus critérios também, não vai querer nenhum zé-ninguém não.

Se Melissa olhasse o desenho, iria ver que seu rosto estava um tanto pronto. Obviamente estava sem colorir e os traços precisavam ser suavizados um pouco, mas no geral realmente representava a garota. O desenho mostrava ela olhando diretamente para frente com um cigarro aceso em sua boca, a fumaça subindo para cima, era possível ver nos olhos que ele desenhara que o desenho estava representando-a com a emoção da raiva estampada em seu rosto.

- É normal ter orgulho de algo no qual você é bom - Falou Max, dando de ombros logo em seguida e pegando o lápis de cor preto
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: Quarto do Maxwell   

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Quarto do Maxwell
Voltar ao Topo 
Página 1 de 12Ir à página : 1, 2, 3 ... 10, 11, 12  Seguinte
 Tópicos similares
-
» Teoria-Quarto Haki(tem spoilers)
» Quarto do Orion
» Quarto de Percy
» A (Quarto Raikage)
» Uma noite como outra qualquer

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Windfall City :: Dormitórios :: Dormitório Masculino-
Ir para: