A place so full of mystery is just a puzzle to be solved
 
InícioCalendárioFAQBuscarMembrosGruposRegistrar-seConectar-se

Compartilhe | 
 

 Quarto do Maxwell

Ir em baixo 
Ir à página : Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6, 7  Seguinte
AutorMensagem
Maxwell Watson
Estudante
Estudante
avatar

Mensagens : 139
Data de inscrição : 27/07/2017
Idade : 16
Localização : Windfall/Helhole

Ficha do personagem
HP:
100/100  (100/100)
Itens:

MensagemAssunto: Re: Quarto do Maxwell   Qua Ago 23, 2017 12:09 am

- Bom, como o Jon Snow está morto nos livros, estão dizendo que o Rei da Noite vai ressuscitar ele, e ele vai montar o Inverno, que o autor dessa teoria chama de IceBrandon, eles irão derrubar a muralha e irão avançar para o Sul, destruindo tudo em seu caminho - Assim como Melissa, Max torcia para que um dragão de gelo aparecesse - Eu nunca ouvi falar, conte-me mais - Maxwell apenas assentiu - Muito preferível.

Foi necessário muito auto-controle da parte do rapaz, mas ele finalmente conseguiu reunir forças. Uma de suas mãos foi até o ombro dela e a outra foi até as costelas dela, e ele girou-a, desta vez ficando por cima dela e começando a fazer cócegas nela. Tomou todo o devido cuidado, durante aquele movimento, para evitar que ela batesse a cabeça contra o chão.

- Teimosia é o meu ponto forte.

O sorriso de Maxwell apenas aumentou com a expressão de Melissa, ele realmente adorava provocar as outras pessoas sempre levando-as a perder a calma. Mas sabia que o resultado de deixar Mel irritada não deveria ser um dos melhores, então precisou controlar-se.

- Eu sei disso, mas ainda assim é divertido de fazer - Maxwell agradeceu Melissa, mentalmente, por ela não ter demonstrado compaixão perante a história dele, pois o rapaz já estava de saco-cheio de pessoas sentindo pena dele - Eu pensei em transformar isso em um livro, na verdade, mas mudar a cidade em que se passou.

De fato, para o rapaz, aquilo não era nada demais. Era até interessante ver como a mente do rapaz trabalhava, já que a maioria das pessoas ficaria marcada com aquilo pelo resto da vida.

- Eu sempre gostei de um bom desafio - Maxwell abriu aquele mesmo sorriso de antes e piscou seu olho esquerdo para Melissa - E você só foi perceber isso agora?
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Melissa Carter
Estudante
Estudante
avatar

Mensagens : 158
Data de inscrição : 23/07/2017
Idade : 17
Localização : Aqui, Idiota...

Ficha do personagem
HP:
100/100  (100/100)
Itens: Um isqueiro e uma chave inglesa.

MensagemAssunto: Re: Quarto do Maxwell   Qua Ago 23, 2017 10:51 pm

- Foi confirmado que ele estava morto mesmo? Porque sei lá, né, foi a última cena que teve dele antes desse hiatos terrível, o Martim deveria tomar vergonha na cara e escrever. De qualquer forma, me parece um ótima treta. - ela fez uma pausa, levando a mão a testa, ela mal se lembrava direito de tal teoria, ela fora formada a anos atrás. Certamente já haviam usado um milhão de detalhes para desqualificá-la, mas tudo bem. - A teoria diz que Jaqen H’ghar e Ned estavam presos ao mesmo tempo. Considerado o quão difícil deveria ser capturar um homem sem rosto, especula-se que Varis tenha pago ao Jaqen para substituir Ned em sua execução por algum impostor. Tem algumas discrepâncias entre uma teoria e outra mas todas tem esse mesmo ponto. Outra coisa é apontada no livro, pois tanto a Sansa quanto a Cat dizem que a cabeça/corpo do Ned parecem ser menores do que deveriam. É dito que Ned está fora de Westeros e está trabalhando para o Varys, ajudando a pagar a dívida dos Homens sem rosto.

☬ Okay, Melissa tinha sido pega de surpresa. EM algum momento sua posição havia invertido-se e agora era ela que gargalhava sob o julgo de Maxwell. Ela parecia tão fraca nas cócegas quanto ele, pois o rapaz talvez nunca veria a menina rir tanto quanto naquele momento. Mel tentava e tentava libertar-se, sem sucesso algum, e algumas lágrimas apareceram no canto de seus olhos. ☬

- Você... é... um... puto.

☬ A garota recostou-se novamente em sua cadeira, ainda encarando-o com aquele olhar que mataria se pudesse. Logo após, porém, essa expressão sofreu uma reviravolta e voltou para a zombaria. ☬

- Idiota. - ela espreguiçou-se e cruzou as pernas. - As pessoas consomem muita literatura estranha hoje em dia, eu acho que faria sucesso facilmente.

☬ Ela podia notar que ele estava pouco se importando com aquilo. Bom, menos mal. Era uma coisa a menos para que Melissa precisasse se preocupar. ☬


- Você deve gostar da dor emocional e física também, né não? - ela apoiou um punho na outra mão e estralou os dedos. - Na verdade eu percebi que tinha algo muito errado com você desde o momento que botei meus olhos na sua cara. Só estou percebendo o quanto estava certa.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Maxwell Watson
Estudante
Estudante
avatar

Mensagens : 139
Data de inscrição : 27/07/2017
Idade : 16
Localização : Windfall/Helhole

Ficha do personagem
HP:
100/100  (100/100)
Itens:

MensagemAssunto: Re: Quarto do Maxwell   Qua Ago 23, 2017 11:06 pm

- Ah, mas tem que estar morto, foi muita facada no bucho. E ainda tem o detalhe de que ele suspirou uma última vez e o Fantasma uivou, indicando que ele estaria morto. Ainda tem mais uma parte, o fim - Maxwell ouviu aquela teoria em silêncio, era possível ver que a expressão no rosto dele indicava que ele não acreditava naquela teoria, nem um pouco -Ééé... olha, se essa teoria for algo que de fato aconteceu no livro,  então isso foi tirado da bunda do Martin, porque é meio difícil de isso acontecer.

Maxwell continuou com as cócegas e não deu nenhum sinal de que ia parar. O ponto fraco da maioria das pessoas eram as cócegas e Melissa obviamente não era uma exceção, se ela fosse os esforços dele teriam sido em vão. Ele apenas abriu um sorriso para ela e continuou.

- Ah, vamos lá. Você consegue criar um xingamento melhor que esse.

O olhar de Melissa apenas divertia Maxwell, que lidara com ameaças e olhares parecidos durante a maior parte de sua vida, e sempre achara-os engraçados. Eram coisas assim que gritavam ao mundo a personalidade de uma pessoa.

- Você não desviou o olhar - Provocou Max, apenas para irritar Melissa - Eu sei disso, é grana muito fácil.

Talvez, no fundo daquele abismo negro que Maxwell chamava de coração, existisse uma parte de si que importava-se com o que lhe acontecera, mas ela estava tão suprimida que não iria surgir tão cedo, talvez nunca. Essa era a mente de Maxwell Watson, um lugar tão caótico que as regras normais não se aplicavam.

- Eu não sou um masoquista - Ainda assim, Max abriu um sorriso ao ver Melissa estralar seus dedos - Ora essa, e eu jurava que era um cara difícil de ler.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Melissa Carter
Estudante
Estudante
avatar

Mensagens : 158
Data de inscrição : 23/07/2017
Idade : 17
Localização : Aqui, Idiota...

Ficha do personagem
HP:
100/100  (100/100)
Itens: Um isqueiro e uma chave inglesa.

MensagemAssunto: Re: Quarto do Maxwell   Sex Ago 25, 2017 1:22 am

- Se a Melisandre reviveu ele na série ela revive no livro também, ora essa!- ela apoiou ambas as mãos na cintura e riu da reação dele. - Mas que pouca fé, até parece que coisas mais estranhas não acontecem nessa joça toda santa temporada! Mas de fato não parece ser algo possível sem ver todos os detalhezinhos. O problema é que tenho memória curta.

☬ A garota continuava rolando de rir, não fosse a força que o rapaz fazia sobre ela, já teria saído debaixo dele só por conta das cócegas. ☬

- Desgraçado... maldito... morra de uma vez!

☬ Uma ruga de estresse começava a surgir lentamente na testa da garota com aquelas provocações. ☬

- Eu estava ocupada prestando atenção em todos aqueles gestos de teatro de quinta categoria. - ela revirou os olhos. - Pior que é mesmo.

☬ Melissa acomodou-se na cadeira, ainda movimentando levemente o punho contra a palma da outra mão, como se testasse a resistência. ☬

- Que bom, então já sabe o que te espera se tentar a sorte. - ela abriu um sorriso que tinha tudo, menos bondade, e continuou. - Meu instinto nunca erra.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Maxwell Watson
Estudante
Estudante
avatar

Mensagens : 139
Data de inscrição : 27/07/2017
Idade : 16
Localização : Windfall/Helhole

Ficha do personagem
HP:
100/100  (100/100)
Itens:

MensagemAssunto: Re: Quarto do Maxwell   Sex Ago 25, 2017 11:39 am

- Se o livro for seguir a série, Deus nos acuda - Max deu uma leve risada de canto - Eu sei que acontecem, mas venhamos e convenhamos, se isso acontecer vai ser muito estranho, vai ser algo que não teve indicação alguma a não ser umas pequenas descrições aqui e ali. Bom, uma diferença entre eu e você então. Eu tenho uma memória muito boa.

Ele não iria parar tão cedo assim, aquilo era uma pequena vingança, e se tinha algo que Maxwell Watson sabia fazer, era executar sua vingança de uma maneira que fizesse com que a pessoa se arrependesse de algum dia ter feito algo contra ele. Mas naquele momento ele estava maneirando, podia ser muito pior.

- Você está me decepcionando. Isso é o melhor que consegue?

Se Melissa estava ficando irritada, isso só significava que a estratégia de Max estava funcionando da maneira como ele queria.

- Sim, eu sei que estava prestando atenção nos gestos. Tenho certeza disso - O sarcasmo dele chegava a ser palpável - Veja só a J.K Rowling, ficou bilionária apenas com seus livros e personagens.

O sorriso de Max apenas continuava a crescer, testar a paciência alheia era algo que ele adorava fazer, e não iria parar tão cedo, não importa o que fosse lhe acontecer.

- Olha, eu até tentaria parar, mas é mais forte que eu. Sua beleza também não ajuda a minha situação - Era claro e ululante que Maxwell estava fazendo aquilo para irritar Melissa ainda mais - Então você meteu o pé na porta do meu quarto, viu os desenhos, as pinturas e as esculturas, olhou para mim e falou '' É, esse cara é um completo babaca e definitivamente não é uma pessoa boa ''?
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Melissa Carter
Estudante
Estudante
avatar

Mensagens : 158
Data de inscrição : 23/07/2017
Idade : 17
Localização : Aqui, Idiota...

Ficha do personagem
HP:
100/100  (100/100)
Itens: Um isqueiro e uma chave inglesa.

MensagemAssunto: Re: Quarto do Maxwell   Dom Ago 27, 2017 12:16 am

- Eu espero realmente que o Velho Martim tenha bom senso. - Mel coçou a nuca com a ponta das unhas ruídas, parecendo pensativa. - Isso se chama plot twist, menino. As crônicas de gelo e fogo parece serem feitas disso. Que bom pra você, eu já não ligo tanto pra isso.

☬ Melissa parecia incapaz de fazer algo contra aquela "agressão", até que ela conseguiu finalmente raciocinar o mínimo possível para juntar forças e erguer os braços para agarrar o rosto dele e movimentá-lo como se estivesse brincando com uma massinha de modelar. ☬

- Pare... com essa porra... ou vou arrancar seus olhos!

☬ A mulher limitou-se a encará-lo com uma expressão fulminante, se olhares matassem, o rapaz já estaria morto. ☬

- Eu sei o que você está tentando fazer, Maxwell, vai se foder. - então fez uma carranca mal humorada. - Quando as pessoas tem talento e muitos seguidores, dá nisso. É o que dizem, pelo menos.

☬ Ela encarou-o com o canto dos olhos, tamborilando os dedos violentamente sobre seu punho e abrindo um sorriso maligno. Do tipo que um vilão bruto daria. ☬

- Uma pena que palavras decoradas não façam muita diferença, né? - ela capturou a primeira coisa que viu perto de si - que, estranhamente, era uma camisa, e tacou na cara dele. Sorte de Max. Se fosse outra pessoa, Melissa sacaria a chave inglesa que trazia sempre consigo, e no mínimo ele teria um traumatismo craniano pra se preocupar. - Na verdade eu meti o pé na porta, vi os desenhos e toda essas coisas, olhei pra sua cara e pensei: merda, entrei no lugar errado! Para depois chegar a: esse cara tem algum problema mental.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Maxwell Watson
Estudante
Estudante
avatar

Mensagens : 139
Data de inscrição : 27/07/2017
Idade : 16
Localização : Windfall/Helhole

Ficha do personagem
HP:
100/100  (100/100)
Itens:

MensagemAssunto: Re: Quarto do Maxwell   Dom Ago 27, 2017 12:41 am

- Tomara. Enfim, o final daquela teoria diz que o o Jaime Lannister vai matar tanto o Jon Ressuscitado quanto o IceBrandon, fechando o círculo que começou tudo isso, já que a história só está desse jeito porque ele empurrou o Bran da torre - Maxwell deu de ombros com o comentário de Melissa - Plot twist bom é plot twist preparado. Onde se tem dicas sutis, porém notáveis. Eu sou um pequeno viciadinho.

Maxwell, ao sentir aquela resistência de Melissa, fez com que sua cabeça fosse um pouco para trás para tentar evitar as mãos de Melissa, porém sabia que isso era inútil. Então, tirou suas mãos das costelas dela e levou-as aos pulsos de Melissa e começou a puxá-las para baixo.

- Ok, ok, parei. Eu gosto dos meus olhos - Ainda assim, ele não saiu de cima dela.

Maxwell sabia muito bem que Melissa estava ficando irritada ao ponto de chegar em um nível perigoso, mas ele nunca fora capaz de medir o nível de perigo que outras pessoas apresentavam.


- Eu não estou fazendo nada, mas me diga, o que acha que eu estou tentando fazer? - Provocou Maxwell - Mas quanto mais elas sobem, mas fácil fica de caírem.

Enquanto Melissa podia ser comparada a um vilão bruto, Maxwell podia ser comparado a um vilão inteligente, daqueles que nunca colocavam a cara a tapa, sempre planejavam tudo das sombras. Ele ofereceu a ela um sorriso tão maligno quanto o de Melissa.

- Eu sei que não fazem, mas gosto de te provocar - Ele segurou a camisa que Melissa jogou contra ele e olhou-a com certa curiosidade, ele normalmente não era tão descuidado assim, mas deu de ombros no final. Até mesmo ele tinha seus momentos de preguiça - Eu não tenho um problema mental. Eu só sou mais inteligente que a maioria das pessoas.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Melissa Carter
Estudante
Estudante
avatar

Mensagens : 158
Data de inscrição : 23/07/2017
Idade : 17
Localização : Aqui, Idiota...

Ficha do personagem
HP:
100/100  (100/100)
Itens: Um isqueiro e uma chave inglesa.

MensagemAssunto: Re: Quarto do Maxwell   Dom Ago 27, 2017 7:28 pm

- Opa, isso vai ser interessante, se correr dessa forma mesmo. Resumindo a história toda: crianças, nunca empurrem o amiguinho da torre de casa. - ela revirou os olhos. - Você é uma mala sem alça e sem rodinhas, isso sim.

☬ Melissa estava ainda impossibilitada de se mover com ele segurando seus pulsos, pelo menos não estava mais fazendo cócegas. Ela aprendera algumas técnicas que poderia usar para sair dali de baixo, mas iriam machucá-lo um pouco e bom... isso não era algo que queria, não no momento, pelo menos. ☬

- Os olhos das pessoas realmente ficam melhores em seus rostos. Agora você pode sair de cima de mim? Ou vou ter que te tirar a força?

☬ Ela cruzou os braços mostrando ambos os dedos do meio para ele, não ia cair naquela provocação barata, ela tinha mais paciência que aquilo. Na verdade tinha nada, mas puxar um isqueiro ali dentro seria catastrófico. A quantidade de papel que havia no cômodo daria uma puta de uma fogueira. ☬

- Babaca. - ela sibilou. - Acho que o ditado certo é "quanto mais alto a pessoa está, mais altas será a queda", não?

☬ Melissa encarou a camisa que acabara de jogar, seus objetos voadores não identificados estavam acabando.☬

- Estou começando a duvidar dessa sua falta de masoquismo que afirmou mais cedo, tem certeza que não é um daqueles submissos que gostam de um chicote? - a garota deu uma risada. - Você é um lobo em pele de cordeiro. Acha mesmo que alguém tão desvirtuado a ponto de não ligar para o que aconteceu com você é apenas inteligente?
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Maxwell Watson
Estudante
Estudante
avatar

Mensagens : 139
Data de inscrição : 27/07/2017
Idade : 16
Localização : Windfall/Helhole

Ficha do personagem
HP:
100/100  (100/100)
Itens:

MensagemAssunto: Re: Quarto do Maxwell   Dom Ago 27, 2017 8:08 pm

- Basicamente é isso - Maxwell riu com o resumo de Melissa - Faz parte do charme.

O rapaz suspirou e soltou os pulsos de Melissa, ainda olhando para ela. Por mais sugestiva fosse aquela posição em que se encontravam, Max estava muito mais preocupado em arranjar alguma maneira de continuar sua pequena vingança, do que tentar constranger Mel. Em seguida ele deu de ombros e levantou-se, estendendo sua mão para ajudá-la a se levantar.

- Foi divertido, mas acho que já chega.

Aquilo estava realmente divertindo Maxwell, mas acho que era melhor dar uma maneirada em suas provocações. Havia um pequeno limite entre o divertido e o perigoso, e com Melissa era muito difícil dizer exatamente qual limite este era.

- Sim, eu sou um - Maxwell sorriu - Dá no mesmo, as pessoas caem do mesmo jeito.

Maxwell soltou a camisa ao lado de sua cama, teria que lembrar de guardá-la depois.

- Eu lhe garanto que não sou um, até porque se eu fosse tenho certeza de que você não iria querer participar. Se bem que... tenho certeza de que você ficaria uma graça com uma coleira - O rapaz riu logo em seguida, com a imagem que se formara em sua mente - Sim, sou apenas inteligente. A situação já está resolvida, o que eu deveria fazer, ficar com medo da minha própria sombra para o resto da minha vida, me esconder em um canto até minha vida acabar? Não, não, quem faz isso é a presa. Eu sou o predador.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Melissa Carter
Estudante
Estudante
avatar

Mensagens : 158
Data de inscrição : 23/07/2017
Idade : 17
Localização : Aqui, Idiota...

Ficha do personagem
HP:
100/100  (100/100)
Itens: Um isqueiro e uma chave inglesa.

MensagemAssunto: Re: Quarto do Maxwell   Seg Ago 28, 2017 8:38 pm

☬ Ou Melissa estava muito puta para perceber a situação em que estava e ficar constrangida com aquilo, ou simplesmente ignorara-a totalmente. Ela deu a mão para que Max puxasse e depois de alguma dificuldade ficou de pé, batendo as mãos sobre suas vestes para desamarrotá-las. ☬

- Vamos combinar de não nos atracarmos novamente com cócegas, já que ambos temos um ponto fraco muito forte ligado a elas.

☬ Melissa bufou, tirando uma mecha da frente do rosto e suspirando em seguida, suas pernas longas voltaram a se cruzar enquanto seu olhar irritado diminuía um pouco. ☬

- Ainda bem que você sabe. Oh, tanto faz, você só precisa ter cuidado para não desabar.

☬ Mel encarou o rapaz, aquele pequeno momento de calma parecia estar desaparecendo novamente, ela ficou tentada a tacar a pasta que havia em seu colo no rapaz também, mas ela carecia de peso. ☬

- É lógico que eu não iria querer, ainda mais com alguém como você. - ao ouvir sobre a coleira, no entanto, a garota em dois segundos já tinha atirado seu isqueiro, acertando-o bem no meio da testa. - Vai pro quinto dos infernos com sua coleira.

☬ Havia um certo tom de deboche na expressão de Melissa quando ela voltou a falar. ☬

- Isso não é inteligência, é incapacidade de sentir. Se não consegue sentir nada, sequer pode ser considerado humano? - ela deu de ombros. - Você acredita no que achar melhor. Quem te conhece mais do que você mesmo, não é?
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Maxwell Watson
Estudante
Estudante
avatar

Mensagens : 139
Data de inscrição : 27/07/2017
Idade : 16
Localização : Windfall/Helhole

Ficha do personagem
HP:
100/100  (100/100)
Itens:

MensagemAssunto: Re: Quarto do Maxwell   Seg Ago 28, 2017 10:47 pm

Por mais que estivesse perdendo uma oportunidade de ouro, o rapaz preferiu evitar outro possível ataque vindo da parte de Melissa, rir tanto assim fora um pouco prejudicial para ele, seu abdômen ainda doía e os músculos de seu rosto com certeza não gostaram de serem subitamente movidos daquela maneira, já que raramente o rapaz gargalhava daquela maneira. Na verdade, ele não conseguia lembrar-se da última vez que rira daquele modo.

- Claro, claro. Pacto? - Ele perguntou, estendendo sua mão para apertar a dela.

O rapaz precisou inspirar profundamente para recuperar-se das gargalhadas de outrora, mas logo todo aquele sentimento passou. Assim como tudo na mente de Maxwell, ele passou rapidamente e não deixou uma impressão permanente.


- É sempre bom aceitar o que você é, faz bem para a saúde. Eu não tenho como desabar, já que não planejo subir. Estou feliz aqui, junto com a maioria.

Watson nunca lidara muito bem com a calma, sempre precisava de algo agitando a sua vida. Era uma maneira de garantir que seu cérebro não fosse parar de vez, então ele sempre fazia uso de tudo e todos para impedir que ele não enferrujasse. Esse era o verdadeiro motivo pelo qual ele provocava outras pessoas, isso e a óbvia diversão.

- '' Alguém como você ''. Isso era para ser um insulto? - Maxwell foi atingido em cheio e deixou-se cair para trás, em cima da cama. Ele pousou a mão em cima do local atingido e sua língua passeou por seus lábios de uma maneira lenta - Você é uma garota malvada, atirando isqueiros nos outros assim.

Mesmo tendo sido atingido, o rapaz não parecia irritado. Ao contrário, aquilo era uma vitória para ele. Finalmente conseguira irritá-la ao ponto de que sofrera um ataque que realmente o ferira, mesmo que não fosse muito. A mente de Maxwell era algo que deveria ser estudado, e de fato fora, mas ninguém conseguira descobrir como funcionava.

- Ora essa, eu sou capaz de sentir. Tenho emoções como todos os outros, mas as minhas são mais controladas. Nem todo mundo precisa ter seus sentimentos gritando o tempo inteiro - Ele ajeitou-se na cama, finalmente levantando-se após o ataque que sofrera - Meu irmão. Mas para ser justo, ele só precisa bater um olho em você e é como se ele estivesse estado ao seu lado durante toda a sua vida.

Maxwell parou de falar por alguns segundos, sua memória voltando para seu irmão. Se Melissa prestasse muita atenção, notaria um tremor quase imperceptível passando pelo corpo do rapaz.

- Servo ad eum Domine - Murmurou Maxwell, em Latim.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Melissa Carter
Estudante
Estudante
avatar

Mensagens : 158
Data de inscrição : 23/07/2017
Idade : 17
Localização : Aqui, Idiota...

Ficha do personagem
HP:
100/100  (100/100)
Itens: Um isqueiro e uma chave inglesa.

MensagemAssunto: Re: Quarto do Maxwell   Ter Ago 29, 2017 8:47 pm

☬ Melissa não estava numa situação melhor que Max, ela apertava discretamente a região das costelas com uma das mãos, estava um pouquinho dolorida. Tão desacostumada que estava a rir, até mesmo suas cordas vocais pareciam estranhas, embora aquilo poderia ser facilmente efeito do cigarro que fumara mais cedo. Ela ergueu uma sobrancelha para Maxwell e estendeu a mão para apertar a dele. ☬

- Certo. Nada de matar o outro de cócegas.

☬ A garota parou de abraçar a si mesma e soltou a mão, balançando-a levemente para cima e para baixo. ☬

- Não sei sobre fazer bem, mas parece que tem razão. - Melissa meneou a cabeça. - Estava falando sobre seu livro, idiota. Pessoas inteligentes realmente não querem estar no nível de um Prescott, por exemplo. Isso fode com a cabeça delas.

☬ Pela maneira que ela citou aquele sobrenome, era de se esperar que não gostava dos seus donos. Era difícil que Maxwell não tivesse ouvido falar deles, afinal os Prescott tinham influência demais naquela cidade para serem ignorados, por mais que o garoto fosse novato, na ida para lá teria certamente pegado alguma informação sobre a família. O fato de Melissa ter criado uma guerra pessoal com o integrante mais novo, Nathan, logo logo ficaria evidente também. ☬

- Oh, que perceptivo da sua parte. - ela revirou os olhos e capturou novamente o isqueiro, que quicara e rolara novamente até ela depois da agressão, guardando-o passivamente no bolso. - Você tem sorte de ter sido um isqueiro, e não coisa pior.

☬ A garota bufou, tirando um cigarro do bolso e acendendo-o rapidamente com o isqueiro. Fumar teoricamente acalmava-a, mas era apenas teoricamente mesmo. Aquilo nunca funcionava na prática, principalmente se estava a ponto de quebrar alguém na porrada. ☬

- Que bom para você. - ela alegou, demonstrando certo tédio, soltando um pouco de fumaça após tirar o cigarro da boca. - Não gosto que fiquem me descobrindo com um olhar, espero nunca conhecer esse cara.

☬ Ela parecia deixar de lado o fato de que Max fizera quase a mesma coisa com ela, com todas as suas investigações silenciosas e perguntas estranhas de psicanálise. Ela desviou propositalmente daquela demonstração sutil de fraqueza da parte do garoto, preferiu não comentar nada mais sobre aquilo. ☬
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Maxwell Watson
Estudante
Estudante
avatar

Mensagens : 139
Data de inscrição : 27/07/2017
Idade : 16
Localização : Windfall/Helhole

Ficha do personagem
HP:
100/100  (100/100)
Itens:

MensagemAssunto: Re: Quarto do Maxwell   Qua Ago 30, 2017 12:48 am

A respiração do rapaz começou a normalizar-se e um pequeno sorriso começou a surgir no rosto dele, toda aqueles ataques acabaram gerando um pouco de desgaste em Max. Melissa não tinha como saber, mas o garoto acabara de fazer uma piada interna que tinha com seu irmão, ao invés de usar a palavra ''trato'' em uma situação como aquela, ele usava a palavra '' pacto '', pois um servo do demônio não fazia tratos, mas sim pactos.

- Me parece justo, Srta. Cócegas.

Após aquele pacto estar feito, Max pareceu respirar mais tranquilamente. Ele temia que ela fosse usar aquele momento dele de fraqueza para executar um segundo ataque.

- Claro que tenho razão, sou eu quem está falando isso - Max deu uma curta risada - Eu irei publicá-lo usando um pseudônimo, é melhor assim. Não sei quem é esse Prescott, mas ele me parece ser uma pessoa irritante.

Max era novo demais naquela cidade para saber quem era um Prescott, ou a influência que tinham. Mas lembrava-se muito bem das conversas que entreouvira, sabia que o membro mais novo daquela família estava naquela escola, mas não prestou muita atenção naquela informação, já que era seu plano ficar quieto em seu canto até os anos se passarem e ele poder voltar para sua casa.

- Eu sou uma pessoa perceptiva - Max abriu um sorriso um tanto maligno para Melissa - Sim, você poderia ter aberto a segunda gaveta e pegado o meu canivete tático, e ter jogado ele em mim. O que seria uma pena, já que é um canivete muito bonito.

Max não pareceu se importar de passar aquela informação para Melissa, que parecia não ter problema algum em feri-lo, mas ele estava confiante que ela não tentaria matá-lo. Pelo menos não naquele momento.

- Sim, é algo muito bom - O rapaz deu um sorriso e abanou sua cabeça, para logo em seguida sentir o cheiro que a fumaça deixara no ar, e abrir um pequeno sorriso - Pela sua sanidade, eu também espero.

O celular de Max, que estava em cima da mesa ao lado de Melissa, tocou. A música que ecoou era o som de um violino sendo tocado lentamente e automaticamente o olha de Maxwell Watson tornou-se nostálgico.

- Tem como jogar ele para mim? Veja bem, eu disse para mim e não em mim.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Melissa Carter
Estudante
Estudante
avatar

Mensagens : 158
Data de inscrição : 23/07/2017
Idade : 17
Localização : Aqui, Idiota...

Ficha do personagem
HP:
100/100  (100/100)
Itens: Um isqueiro e uma chave inglesa.

MensagemAssunto: Re: Quarto do Maxwell   Qui Ago 31, 2017 12:12 am

☬ A garota não percebeu o "duplo sentido" da frase, se estivesse prestando um pouco mais de atenção e não tentasse recuperar sua respiração normal depois das cócegas, era provável que o entenderia e faria uma piadinha a altura. ☬

- Não comece outra vez, Mister Idiota.

☬ Ela não tinha a intensão de atacá-lo novamente, até achara que seria Maxwell a quebrar os termos primeiro. De qualquer forma, estava cansada e dolorida demais para pensar naquilo no momento. ☬

- Você é absolutamente irritante. - ela revirou os olhos. - Bem, essa é uma boa medida para que não enchem o seu saco, realmente. Puf... irritante? Ele ganha fácil de você, e olha que você já é uma peste.

De fato, ao passo que apenas pensara em tacar o isqueiro em Max, quando se tratava de Nathan a tendência era quebrar todas as coisas pesadas que haviam num raio de cinco metros em sua cabeça. Não que ela pudesse de fato fazê-lo, Chloe a mataria se ela matasse o seu cliente principal. ☬

- Oh, que simpático, tá me dizendo até onde achar essa belezinha? Não se preocupe, se eu fosse jogar uma lâmina em você, seria uma peixeira.

☬ Entretanto, a mulher não se dirigiu a tal gaveta para pegar o canivete, apenas se dignou a soltar uma baforada de seu cigarro e voltar a fumar. Ela não respondeu aos comentários seguintes do garoto, estava concentrada demais na fumaça que rolava em sua boca. Então ouviu o celular tocando, o som de violino arranhou seus ouvidos. Não era que não gostava, apenas preferia instrumentos mais barulhentos como... uma guitarra, por exemplo. Melissa dardejou-o com o olhar com seu pedido e o complemento, então pegou o aparelho e controlou a vontade de acertar novamente a testa de Max. Ahn, ela daria um ótimo alvo, mas era melhor não. Dessa forma, estendeu a mão para jogar o celular para o rapaz. ☬

- Babaca.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Maxwell Watson
Estudante
Estudante
avatar

Mensagens : 139
Data de inscrição : 27/07/2017
Idade : 16
Localização : Windfall/Helhole

Ficha do personagem
HP:
100/100  (100/100)
Itens:

MensagemAssunto: Re: Quarto do Maxwell   Qui Ago 31, 2017 3:30 pm

Ele deu um pequeno sorriso de canto ao ouvir o apelido que ela escolhera, ela podia ter ido facilmente com alguma coisa envolvendo a palavra '' Babaca '' que era algo que resumia Maxwell muito bem.

- Eu não planejo começar nada, não se preocupe.

Quando Maxwell formava um pacto com alguém, ele nunca o quebrava e as consequências disso não importavam. De uma certa maneira, ele realmente se assemelhava a um demônio, tanto na maldade quanto na fidelidade aos contratos que formava com alguém.

- E você é absolutamente estressada - Maxwell abriu um leve sorriso ao escutar Melissa falar - Então ele é mais irritante que eu? Posso levar isso como um desafio?

Maxwell, justamente por ser novo naquela cidade, não fazia a menor ideia de que tipo de pessoa morava ali, mas ele tinha o hábito de esperar apenas o pior de tudo e de todos. Então, acabou imaginando que este tal de Prescott deveria ser realmente a pior pessoa do mundo, logo atrás de Nathanael Watson.

- Você iria gostar, lâmina preta, bem afiada e muito bem cuidada.

Ele deixou de lado o fato de que aquela faca um dia fora de seu pai, preferia não lembrar-se daquilo no momento. O som do violino era suave e belo, também era claro que quem gravara aquela música não tinha bons equipamentos nem um bom local para gravar, já que era possível ouvir barulhos mais ao fundo, era como se tivesse sido gravado dentro de uma casa. O rapaz pegou o celular assim que Melissa o passou e olhou para quem o ligava, na tela lia-se '' Nathanael ''. É só falar do diabo que ele aparece pensou Maxwell atendendo logo em seguida.

- Fala. Sim. Não. Não. Tem uma visita aqui, fala logo o que tu quer. Não. Não. Sim, eu estou irritando ela - Ele respondia ao seu irmão com clara rispidez em sua voz - Sim, Nate, é uma garota. Não. Sim, meu hábito não morreu ainda. Não. Não. Por que? Você que sabe - Ele afastou o celular de sua orelha e esticou-o para Melissa - Meu irmão quer falar com você.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Melissa Carter
Estudante
Estudante
avatar

Mensagens : 158
Data de inscrição : 23/07/2017
Idade : 17
Localização : Aqui, Idiota...

Ficha do personagem
HP:
100/100  (100/100)
Itens: Um isqueiro e uma chave inglesa.

MensagemAssunto: Re: Quarto do Maxwell   Qui Ago 31, 2017 10:47 pm

- Ótimo, é uma boa decisão.

☬ Ela puxou os longos cabelos negros para trás, finalmente apercebendo-se do significado de pacto e lançando um olhar enviesado ao rapaz, mas como este não fazia menção de atacá-la nem nada do tipo, deixou o assunto de lado. ☬

- Me dizem isso o tempo todo, pai. - ela alegou, com aquele tom de filha cética. - Fique a vontade, só não reclame se eu acertar uma chave inglesa em você ou colocar fogo em suas bolas.

☬ Melissa, como sempre, não era nada sutil. E parecia meio óbvio que a garota faria exatamente o que falara, era mais que uma ameaça, era uma certeza. ☬

- Ser assassinado pela própria arma e patético, vou poupá-lo dessa humilhação.

☬ A jovem continuava fumando seu cigarro quase mansamente, mal dando atenção a conversa que estava rolando do outro lado do telefone, não era de sua conta, afinal. Quando Max estendeu o telefone para ela, a garota olhou do aparelho para ele e vice-versa, não fazendo questão de pegá-lo. ☬

- Seu irmão que vá a merda, por que eu conversaria com algum psicopata que não conheço? Se ele quer tanto assim falar comigo, que venha até aqui.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Maxwell Watson
Estudante
Estudante
avatar

Mensagens : 139
Data de inscrição : 27/07/2017
Idade : 16
Localização : Windfall/Helhole

Ficha do personagem
HP:
100/100  (100/100)
Itens:

MensagemAssunto: Re: Quarto do Maxwell   Qui Ago 31, 2017 11:35 pm

Maxwell não respondeu, apenas limitou-se a sorrir e ajeitar seu próprio cabelo que estava uma completa bagunça de tanto rolar no chão e movimentar-se de um lado para o outro. Ele suspirou um pouco, sem notar o olhar que Melissa lhe enviara e endireitou sua postura.

- Não se preocupe, filha, tenho certeza que você só vai piorar daqui para a frente - O sarcasmo usado naquela frase tinha um gosto extremamente forte, Maxwell abominava a ideia de ter filhos - Existem duas maneiras de se colocar fogo nas bolas de um homem, mas creio que você irá usar a opção agressiva.

Maxwell realmente tinha dificuldade em parar com as provocações, era um hábito muito mais forte que o próprio rapaz e provavelmente o renderia uma boa surra mais para frente. Não que ele fosse se arrepender disso, ele nunca se arrependia de nada que fazia.

- Essa foi minha maneira sútil de dizer '' Pegue a porra da faca na gaveta, Melissa ''.

Assim que Melissa terminou de falar, a gargalhada de Nathanael foi escutada vindo do celular que estava no viva-voz. Max sabia que Melissa iria recusar, então apenas adiantara-se e colocara logo naquele modo para facilitar sua vida.

- Minha querida, eu adoraria ir até Windfall e encontrá-la, mas estou em outra cidade no momento - Disse a voz de Nathanael, que era idêntica a de Maxwell - Sem falar que tenho maneira melhores de gastar a gasolina do meu Dodge.

Maxwell mantinha um pequeno sorriso em seu rosto, era bom ver alguém tendo que lidar com seu irmão para variar um pouco.

- Me diga uma coisa, em uma escala de 1 até 10, qual a chance de você bater no meu irmão? - Perguntou Nathanael, era possível notar algumas diferenças entre ele e Maxwell apenas na voz. Ficava claro que Nate era muito mais convencido que Max, sem falar que ele possuía um sotaque britânico, mas não dava para saber se ele fazia isso apenas por fazer ou se de fato já estivera a Inglaterra.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Melissa Carter
Estudante
Estudante
avatar

Mensagens : 158
Data de inscrição : 23/07/2017
Idade : 17
Localização : Aqui, Idiota...

Ficha do personagem
HP:
100/100  (100/100)
Itens: Um isqueiro e uma chave inglesa.

MensagemAssunto: Re: Quarto do Maxwell   Sex Set 01, 2017 9:03 pm

- Infelizmente para você e outra dúzia de pessoas, sim, isso é verdade. - a resposta saiu praticamente num rosnado, mastigando em seguida a parte interior de sua bochecha para suprimir a raiva. - Que bom que você tem ciência disso. Posso arrancar outra parte importante do seu corpo e dar para os cães comerem, também.

☬ Parecia claro que em algum momento Melissa ia surrar Max até ele pedir misericórdia, ou até que ele desmaiasse, porque seria impossível aquele garoto teimoso se render daquele jeito. ☬

- E essa é minha forma de dizer: "Não uso armas afiadas, Maxwell, eu prefiro as pesadas para quebrar de vez com a sua cara."

☬ Ao ouvir a voz vinda do outro lado do telefone, Melissa lançou um olhar fulminante para Maxwell. ☬

- Você tem problema de surdez, idiota? - sua atenção voltou para o aparelho e uma ruga de estresse pulsou em sua testa. - Vai se foder, com seu carro, de preferência.

☬ O olhar de repulsa que a menina deixara sobre o celular era tão forte que parecia que ela iria arrancá-lo dos dedos de Max e atirá-lo pela janela, mas ela forçou-se a se controlar. ☬

- Hum, ele? Está passando de Nove para Dez. Para seu próprio bem, é bom parar de encher o meu saco ou dou um jeito de descer minha chave inglesa sobre sua cabeça, também.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Maxwell Watson
Estudante
Estudante
avatar

Mensagens : 139
Data de inscrição : 27/07/2017
Idade : 16
Localização : Windfall/Helhole

Ficha do personagem
HP:
100/100  (100/100)
Itens:

MensagemAssunto: Re: Quarto do Maxwell   Sex Set 01, 2017 9:26 pm

- Você sempre pode tentar melhorar, ou se manter no mesmo nível, pelo menos. É o que eu faço - Apenas a ideia de que Max podia ser pior do que já era, parecia ser um fruto da imaginação dele - Bom, como você parece estar prestes a me dar uma enorme surra, acho que vou parar com as provocações agora. Já obtive a informação que queria.

Tudo para Max girava em torno de informação, ele raramente falava com uma pessoa apenas por falar, sempre buscava tirar algo de novo daquele com quem ele conversava. E justamente por estar em uma cidade nova, ele estava fazendo isso com ainda mais afinco do que o normal, ele queria estar preparado para tudo.

- Ah, sim entendo. Bom, pegue a porcaria da faca e me passe ela.

O rapaz apenas deu de ombros para o olhar de Melissa.

- A ideia foi dele - Falou o rapaz, apontando para o celular.

- Vejo que você é muito charmosa, como era de se esperar - Nathanael falou, uma pequena risada foi ouvida.

O rapaz tinha um olhar em seu rosto que deixava claro que ele não tinha controle sobre aquela situação. O que seu irmão desejava, ele ganhava, era simples assim. Max devia muitos favores para ele, e Nate sempre os cobrava quando possível.

- Você ouviu isso irmão, você é um 10/10 - Nathanael gargalhou daquela maneira irritante que ele conseguia fazer. Era até pior que Max - Não vai ser necessário, apenas queria conhecê-la e devo dizer... você é interessante.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Melissa Carter
Estudante
Estudante
avatar

Mensagens : 158
Data de inscrição : 23/07/2017
Idade : 17
Localização : Aqui, Idiota...

Ficha do personagem
HP:
100/100  (100/100)
Itens: Um isqueiro e uma chave inglesa.

MensagemAssunto: Re: Quarto do Maxwell   Sab Set 02, 2017 1:57 am

- Eu ainda preciso de uns bons passos para o inferno, não sou um caso perdido como você. Por mim tanto faz. - ela voltou a dar-lhe ambos os dedos do meio (talvez pela enésima vez) e cruzou os braços. - Você está perdendo seu tempo recolhendo informações sobre mim, não sei o que vai fazer com isso.

☬ A mulher foi até a dita gaveta, tirou o canivete e estendeu-o fechado para Maxwell. ☬

- Bom, agora se parece com um pedido de verdade.

☬ Ela revirou os olhos com falta de paciência óbvia. Ficou tentada a ficar calada apenas para não dar o gostinho de responder o filho da puta do outro lado do aparelho, mas a raiva era mais forte do que ela. ☬

- Não vejo como isso pode ser da conta. - fez uma pausa enquanto mordia furiosamente as pontas dos seus dedos. Odiava conversar com as pessoas pelo telefone, desse jeito não dava para enfiar sua mão na cara delas. - Ele sabe muito bem o que espera por ele, pelo visto é mais inteligente do que você. Tanto faz.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Maxwell Watson
Estudante
Estudante
avatar

Mensagens : 139
Data de inscrição : 27/07/2017
Idade : 16
Localização : Windfall/Helhole

Ficha do personagem
HP:
100/100  (100/100)
Itens:

MensagemAssunto: Re: Quarto do Maxwell   Sab Set 02, 2017 12:46 pm

- Não dê esses passos, vai por mim aquele lugar é uma merda - Max estava referindo-se tanto ao Inferno quanto a sua cidade, Helhole, que pela falta de um ''L'' não se chamara Hellhole, ou Buraco do Inferno. Mas ele não esperava que Mel fosse notar essa pequena referência da parte dele - Informação nunca é demais.

Ele pegou o canivete e abriu-o, em seguida fechou-o. Ele ficou repetindo esse processo.

- Esse barulhinho é ótimo.

O barulho que o canivete fazia ao ser aberto e fechado era algo que ajudava Maxwell a se acalmar e pensar. Não que ele estivesse agitado naquele momento, ele realmente só queria ouvir o barulho do canivete. Antes que Nathanael pudesse falar qualquer coisa para Melissa, provavelmente alguma provocação, Maxwell desligou e ergueu seus olhos para Mel.

- É isso que eu tenho que aturar - Ele guardou seu celular em seu bolso - Foi mal por isso.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Melissa Carter
Estudante
Estudante
avatar

Mensagens : 158
Data de inscrição : 23/07/2017
Idade : 17
Localização : Aqui, Idiota...

Ficha do personagem
HP:
100/100  (100/100)
Itens: Um isqueiro e uma chave inglesa.

MensagemAssunto: Re: Quarto do Maxwell   Sab Set 02, 2017 7:47 pm

- Quem você precisou aliciar para sair de lá? - Ela não ligara uma coisa ou outra, obviamente, estava fazendo apenas uma piada com a afirmação que Max havia dito anteriormente, sobre ser um demônio. - Bem... eu não posso dizer que está errado nesse assunto.

☬ Melissa observou-o abrir e fechar o canivete algumas vezes, e quando o rapaz comentou sobre o barulho que aquilo produzia, ela não fez mais que observá-lo com um olhar cético. ☬

- Francamente, você... - ela parou na metade da frase e não continuou. Talvez sua mente tivesse viajado a outro lugar. Ela simplesmente soltou mais uma baforada de seu cigarro, sentindo o gosto forte na boca.

☬ Ela viu o telefone ser desligado e parou de pressionar os dedos entre os dentes. As unhas já estavam totalmente ruídas... Melissa tinha desistido totalmente de mantê-las grandes, afinal aquelas manias eram mais fortes. ☬

- Estou calculando em uma balança qual de vocês dois é mais odiável. Acho que ele está ganhando... - balançou metodicamente a mão. - Você, se preocupando com o seu irmão tentando me irritar? Quem é você e o que fez com o Maxwell?
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Maxwell Watson
Estudante
Estudante
avatar

Mensagens : 139
Data de inscrição : 27/07/2017
Idade : 16
Localização : Windfall/Helhole

Ficha do personagem
HP:
100/100  (100/100)
Itens:

MensagemAssunto: Re: Quarto do Maxwell   Dom Set 03, 2017 8:16 pm

- Eu sou o dono daquela porra toda, eu saio a hora que eu quero - Maxwell abriu um sorriso repleto de malícia, ele sempre gostara de comparar seu nível de maldade ao do próprio Diabo, acreditava que era uma comparação justa - Claro que não pode, é uma das poucas verdades incontestáveis.

Ele continuou a abrir e fechar o canivete inúmeras vezes, realmente adorava o som que aquilo fazia. Uma vez, quando era mais jovem, segurara em suas mãos uma M1 Garand e o barulho que a arma fazia ao ter seu cartucho liberado era a única coisa que ele adorava mais que o som de um canivete abrindo e fechando.

- O que? Esse barulho é ótimo.

O rapaz soltou um suspiro de alívio, ele tinha uma relação de amor e ódio com seu irmão, mas ultimamente o ódio estava ganhando disparado. Até mesmo Maxwell, que era um enorme babaca, não conseguia aguentar mais de cinco minutos de conversa com seu irmão sem querer matar ele. Mas assassinar seu único familiar restante não era uma opção restante.

- Claro que ele está ganhando, ele é Nathanael Watson, o único erro de Deus - O rapaz falou, agora o canivete fazia seu barulho ainda mais constantemente - Aproveite, não é sempre que eu sou legal assim.

Som Divino da M1 Garand:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Melissa Carter
Estudante
Estudante
avatar

Mensagens : 158
Data de inscrição : 23/07/2017
Idade : 17
Localização : Aqui, Idiota...

Ficha do personagem
HP:
100/100  (100/100)
Itens: Um isqueiro e uma chave inglesa.

MensagemAssunto: Re: Quarto do Maxwell   Ter Set 05, 2017 1:00 am

- Tá bom, projeto de Satanás. - ela deu um peteleco na testa do rapaz com o dedo indicador, aproveitando-se da parca distância entre eles. - Para espiões em épica de Guerra Fria, sem dúvida é.

☬ Melissa balançou a cabeça de um lado para o outro, abrindo um sorriso de zombaria óbvio. ☬

- Tá pra nascer um cara mais esquisito do que você. - ela inspirou lentamente, encarou o teto e depois tirou o cigarro da boca, mantendo-o do lado do corpo.

☬ A mulher bufou, encarando as próprias unhas comidas e fazendo uma careta. Ela não tinha capacidade de lidar com o estresse, realmente... sempre achava que iria explodir, o que era bom não acontecer, perder a cabeça por coisas estúpidas como aquela era ridículo. ☬

- Deus cometeu muitos erros, ele não pode ganhar todo o crédito fácil assim. - a garota chutou de leve a canela de Maxwell, pela primeira vez sem a intensão de machucar. - Pare com esse barulho... Eu vou me lembrar disso para jogar na sua cara mais tarde, apenas saiba...

☬ Ela abriu um sorriso de superação clássico, era estranho alguém se importar com ela. Até mesmo a última pessoa que o fizera tinha devolvido-a ao orfanato. Ela apreciava aquilo, mas dificilmente admitiria. ☬
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Maxwell Watson
Estudante
Estudante
avatar

Mensagens : 139
Data de inscrição : 27/07/2017
Idade : 16
Localização : Windfall/Helhole

Ficha do personagem
HP:
100/100  (100/100)
Itens:

MensagemAssunto: Re: Quarto do Maxwell   Ter Set 05, 2017 6:23 pm

- Eu não sou um projeto de Satanás - Maxwell fingiu estar ofendido com aquilo, enquanto recebia aquele peteleco em sua testa. Normalmente ele não deixava que alguém lhe atingisse daquela maneira, mas decidiu abrir uma exceção para Melissa - Para qualquer pessoa, em qualquer situação, essa é uma verdade incontestável. Vai me dizer que você não adoraria possuir informações únicas, que um dia podem te ajudar a sair por cima de uma situação?

O rapaz apenas deu um pequeno sorriso de canto, enquanto olhava para o teto, sua mente vagando por suas memórias.

- É, eu sei

Maxwell deitou-se em sua cama, soltando um longo suspiro logo em seguida. Lidar com Nathanael sempre o esgotava mentalmente, por mais curta que a interação tivesse sido, fora o suficiente. Eles podiam até se odiar, mas eram inseparáveis, sempre estando ao lado do outro para apoiá-lo e fora justamente isso que Nathanael fizera quando Max passara por toda aquela tortura.

- Ok, ok. Nathanael Watson é o único erro que oferece perigo á todos. Melhor assim? - Ele deu uma pequena risada e fechou o canivete uma última vez, jogando-o em cima da mesa - Está feito, madame. Claro que vai, é o mínimo que você deveria fazer.

Max não podia dizer que não se importava com ninguém, aquela era uma mentira grande demais até mesmo para ele, mas nunca admitiria isso em voz alta. Ele gostava daquela personalidade forte que Melissa tinha e havia sido isso que o impedira que a irritar ainda mais.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: Quarto do Maxwell   

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Quarto do Maxwell
Voltar ao Topo 
Página 3 de 7Ir à página : Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6, 7  Seguinte
 Tópicos similares
-
» Teoria-Quarto Haki(tem spoilers)
» Quarto do Orion
» Quarto de Percy
» A (Quarto Raikage)
» Uma noite como outra qualquer

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Windfall City :: Dormitórios :: Dormitório Masculino-
Ir para: