A place so full of mystery is just a puzzle to be solved
 
InícioCalendárioFAQBuscarMembrosGruposRegistrar-seConectar-se

Compartilhe | 
 

 Oficina Blazes

Ir em baixo 
AutorMensagem
Melissa Carter
Estudante
Estudante
avatar

Mensagens : 316
Data de inscrição : 23/07/2017
Idade : 17
Localização : Aqui, Idiota...

Ficha do personagem
HP:
100/100  (100/100)
Itens: Um isqueiro e uma chave inglesa.

MensagemAssunto: Oficina Blazes   Sab Set 01, 2018 8:48 pm



A mais nova Oficina de automóveis da cidade. Ela está localizada em um canto do ferro velho, e apesar da aparência meio acabada que tem por fora, por dentro é bem organizada. Sua dona e mecânica é Melissa Carter, uma garota jovem de personalidade forte e pouca paciência, mas habilidosa quando se trata de consertar veículos. Ela também usa a oficina como casa, já que deixou a Academia Blackwell para dedicar-se ao seu trabalho. Os cômodos superiores do pequeno estabelecimento são exclusivamente destinados à acomodação e vivência de Melissa, enquanto os inferiores contém todo o aparato necessário para lidar com automóveis e motocicletas, juntado com muito esforço.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Maxwell Watson
Estudante
Estudante
avatar

Mensagens : 257
Data de inscrição : 27/07/2017
Idade : 18
Localização : Windfall/Helhole

Ficha do personagem
HP:
100/100  (100/100)
Itens:

MensagemAssunto: Re: Oficina Blazes   Ter Set 04, 2018 3:57 pm

Dia 06 de Julho - 18:00

Maxwell parou na frente da entrada da oficina, naquele dia ele mandara uma mensagem para Melissa, perguntando em que horário a oficina fechava para que pudessem ter a tão esperada conversa deles. Era uma sexta-feira e Maxwell parecia estar agitado, sempre olhando para os lados ou atrás de si. Inspirou profundamente, ele não queria fazer aquilo. Pensava que aquilo acabaria mal. Não só estavam indo conversar apenas os dois, como o assunto era um que certamente irritaria Melissa, levando em conta o que Maxwell tinha para falar.

Pois ele sabia que Melissa era esquentada e ficava ainda mais irritada quando ele insistia demais em algo que ela discordava. Pois Maxwell acreditava que a vez em que transaram, e a vez em que quase transaram de novo, era algo que não dava para jogar a culpa na bebida. Ambos sentiam uma atração sexual pelo o outro e era apenas isso. Até aí tudo bem, porém a parte que Maxwell sabia que deixaria Melissa irritada era que ele acreditava que seria errado não deixarem aqueles sentimentos fluírem. Em outras palavras, ele acreditava que deveriam continuar transando.


- Licença - Ele falou em voz alta, passando pela porta. Vestia-se com uma camiseta cinza de manga curta, com umas três pulseiras em seu pulso direito, usava uma calça jeans escura e tênis Vans pretos. Assim que ele avistou Mel, ele abriu um sorriso sem graça - Hey. Vamos conversar?
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Melissa Carter
Estudante
Estudante
avatar

Mensagens : 316
Data de inscrição : 23/07/2017
Idade : 17
Localização : Aqui, Idiota...

Ficha do personagem
HP:
100/100  (100/100)
Itens: Um isqueiro e uma chave inglesa.

MensagemAssunto: Re: Oficina Blazes   Ter Set 04, 2018 4:16 pm

☬ Melissa encarara vagamente a mensagem que chegara em celular e, minutos depois, já estava xingando Max de tudo que é nome. Ele sumira sem deixar pistas por uns três dias, ela tivera tempo de mobiliar e se mudar completamente para a Oficina, tentando ignorar o fato de que quase pulara sobre ele na comemoração e ambos quase passaram outra noite selvagem juntos. Até ai tudo bem, mas Maxwell enviara uma mensagem falando que queria conversar. Ela sabia muito bem sobre o que ele queria conversar, e isso era o menor dos problemas, considerando que ele estivera sumido por tempo o suficiente para fazê-la se preocupar. ☬

☬ Quando Maxwell chegou, encontrou apenas a parte inferior de Melissa a vista, era possível ouvir nitidamente que ela estava consertando algo abaixo do automóvel presente ali. Ela ja deveria ter fechado a oficina aquela hora, ou começado o processo, mas aparentemente Mel estava com um trabalho complicado em mãos. Enquanto ele esperava a garota sair de baixo do veículo, um gato de pelagem negra e algumas manchas brancas enroscou-se em suas canelas e miou para ele. ☬


- Vamos conversar? Vamos conversar!? - ela saiu muito lentamente de baixo do automóvel, sua carranca irritada ficando visível, havia manchas de graxa pela roupa simples que usava, assim como em sua bochecha direita. - Seu irmão deve ter te alugado bastante por todo esse tempo que esteve fora, tive até tempo suficiente para colocar esse lugar para funcionar.

☬ Ela sentou-se, dobrando as pernas para conseguir equilíbrio o bastante e ficar de pé. Caminhando até uma mesinha de madeira que havia no local, ela deixou a chave inglesa que estava usando sobre ela e apoiou as mãos na cintura. ☬

- E tome cuidado para não pisar em Morgana.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Maxwell Watson
Estudante
Estudante
avatar

Mensagens : 257
Data de inscrição : 27/07/2017
Idade : 18
Localização : Windfall/Helhole

Ficha do personagem
HP:
100/100  (100/100)
Itens:

MensagemAssunto: Re: Oficina Blazes   Ter Set 11, 2018 1:48 pm

A conversa começara do jeito que ele imaginara que seria. Com ela estando irritada com seu sumiço. Não era como se ele pudesse fazer algo quanto a isso, não tivera controle sobre a situação. Merda, ele sentia que não tinha mais controle nem sobre a sua própria vida, uma vez que estava sendo uma peça em um jogo onde ele poderia muito bem morrer. Pois sempre que surgia um tabuleiro, tinha que haver um Peão, uma peça fraca e que se movia apenas em uma direção, porém que poderia causar um bom estrago dependendo de quem estivesse jogando.

- Eu estava ocupado - Max olhou para Morgana e abriu um pequeno sorriso, tinha uma enorme paixão por gatos, principalmente gatos pretos. Com calma e cuidado ergueu o gato em seu colo e começou a fazer carinhos no mesmo - Oi. Aaah, que coisa mais fofa! É um gato ou uma gata?

Acabou colocando Morgana de volta no chão e pigarreou, notando que tudo o que falara fora em uma voz de bebê. Ele caminhou até parar do outro lado da mesa de madeira, olhando para o rosto de Melissa e inspirando profundamente. Estava pensando em uma maneira de falar o que queria sem que soasse... Bom, corta isso, soaria errado sim, muito errado. Pelo menos para os dois. Mas queria pôr suas palavras de uma maneira que não fizesse ela tentar matá-lo.

- Então, sobre o que fizemos... Caralho, como que eu falo isso? - O rapaz coçou sua nuca, seus dedos passando suavemente pelos cabelos negros levemente bagunçados - Eu acho que não deveríamos ficar jogando a culpa na bebida.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Melissa Carter
Estudante
Estudante
avatar

Mensagens : 316
Data de inscrição : 23/07/2017
Idade : 17
Localização : Aqui, Idiota...

Ficha do personagem
HP:
100/100  (100/100)
Itens: Um isqueiro e uma chave inglesa.

MensagemAssunto: Re: Oficina Blazes   Ter Set 11, 2018 3:07 pm

- Não me diga... eu também estou ocupada, se é que pode notar. - ainda que dissesse aquilo, não havia mais ninguém ali além dos dois e do gato, e a julgar como as portas maiores do aposento estavam semi-fechadas, Melissa estava preparando-se para fechar, talvez apenas dando mais algumas olhadas no veículo em que trabalhava. - Vai saber... acho que é macho, apesar do nome. os alunos que veem aqui falam que ele mora no ferro velho a algum tempo, e quando eu trouxe minhas coisas para cá Morgana apossou-se do espaço, como pode bem perceber.

☬ Ela ergueu uma das sobrancelhas para a voz estranha que Max estava fazendo ao pegar o gato. Meio óbvio o que ele sentia ao vê-lo. Melissa ficou tentada a zombar dele, mas aparentemente estava de mal humor demais pra aquilo. A jovem também não disse que não expulsou o gato de lá justamente por sentir certa pena do bichano. Esticando as pernas para alongar-se, ela passou as costas das mãos sobre a testa para limpar o suor, o que acabou manchando-a ainda mais de graxa. ☬

- O que nós fizemos ou o que nós não fizemos? Porque evidentemente você estava com pressa para ir em outro lugar da última vez... - ela calou-se, dando-se conta que estava reclamando por não ter feito sexo com ele, o que era bastante constrangedor e pouco próprio dela. Soltando mais uma dúzia de palavrões resmungados a meia voz, ela apoiou uma das mãos sobre a mesa e a outra na cintura. - Esqueça isso. É melhor fingir que não aconteceu.

☬ Dito isso, ela desencostou-se da mesa novamente para caminhar até a entrada da oficina, fechando a porta de saída. Era esperado que houvesse uma segunda passagem, menor, para que Max pudesse passar para sair do local depois. Mas Melissa não disse nada sobre isso, apenas retornando para perto do carro e dando batidinhas sutis na lataria. ☬


- Deixando isso de lado... o que acha? - ela abriu os braços um pouco, num gesto que englobava tdo o espaço ao redor deles. Se fosse outra pessoa, Maxwell provavelmente acreditaria que ela esperava ser elogiada. Mais provavelmente, no entanto, ela parecia estar chamando a atenção dele para algo muito próximo de um sonho realizado. - Você deveria ao menos parecer interessado na minha conquista, idiota.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Maxwell Watson
Estudante
Estudante
avatar

Mensagens : 257
Data de inscrição : 27/07/2017
Idade : 18
Localização : Windfall/Helhole

Ficha do personagem
HP:
100/100  (100/100)
Itens:

MensagemAssunto: Re: Oficina Blazes   Ter Set 11, 2018 4:20 pm

- É, tô vendo que é macho sim... Né, fofura? - Ele falou novamente naquela voz, antes de colocar o gato no chão.

Era algo bem comum que muitas pessoas faziam, usar uma voz de bebê para falar com animais, principalmente se fossem filhotes. Era algo que Maxwell simplesmente não conseguia controlar. Quanto mais tempo Melissa passava com Maxwell, mais lados dele ela conseguia ver, antes um rapaz que parecia se esforçar para fazer com que os outros o odiassem, agora mostrava que era tão normal quanto vários outros. Maxwell realmente mudara com os eventos recentes, aparentemente para melhor. Melissa jamais o veria rindo, brincando, ou até mesmo fazendo uma voz fina para um gato antigamente

- Tem certeza que é melhor assim?

Ele acreditava que era melhor falarem sobre aquilo do que deixarem o assunto flutuando acima da cabeça deles, uma vez que não era uma simples briguinha ou uma discussão. Eles haviam se pegado bonito e quase transado, de novo, então Maxwell achava que deveriam ao menos conversar sobre o assunto, nem que fosse para falar '' deixa pra lá '' depois de um tempo

- Esse lugar é impressionante! - Maxwell falou, enquanto olhava para toda a extensão da oficina. Voltou seu olhar então, para Melissa, sorrindo de uma maneira amigável - Estou muito orgulhoso de você, Mel.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Melissa Carter
Estudante
Estudante
avatar

Mensagens : 316
Data de inscrição : 23/07/2017
Idade : 17
Localização : Aqui, Idiota...

Ficha do personagem
HP:
100/100  (100/100)
Itens: Um isqueiro e uma chave inglesa.

MensagemAssunto: Re: Oficina Blazes   Ter Set 11, 2018 4:40 pm

- To vendo que você vai acabar adotando ela... digo, ele...

☬ Ela deu de ombros, deixando claro que não ligava para o gênero do gato em questão. O bichano esfregou-se em seus pés, quase fazendo-a cair ao tentar não pisar nele. Mel suspirou, reprimindo mais alguns palavrões, e caminhou até uma pia pequena nos fundos do aposento, onde conseguiu depois de alguns minutos limpar a graxa e a sujeira de suas mãos. ☬


- Enquanto não o faz, tem um pouco de ração que deixaram naquela prateleira ali... você poderia dar-lhe comida, já que daqui a pouco ele vai começar a miar no meu ouvido. - de fato, se Max observasse bem, ele encontraria um pote de vidro com ração para gatos, com bem mais do que "um pouco" de comida, e se observa-se um pouco melhor em outro canto da oficina ficavam dois potes, um para comida e outro para água. Era visível também que Melissa deixara-os o mais longe possível dos carros e de seu caminho, provavelmente para não tropeçar neles. - Qual é a sua sugestão? Amizade colorida?

☬ Ela bufou, tirando uma mecha dos seus cabelos negros de frente do rosto. Melissa nunca admitiria que sentia atração por Max, não em voz alta. Ela certamente não diria que, em meio aquela conversa, poderia simplesmente sentir-se excitada e atacá-lo. e bem, ela não duvidava muito que ele corresponde-se seu entusiasmo. Era justamente por isso que era-lhe bem mais fácil evitar o assunto. ☬

- É mesmo, não é? - ela jogou um pano que usara para secar as mãos sobre um dos ombros e abriu um sorriso de orgulho genuíno, mesclado a felicidade pura, a raiva que sentia ficando momentaneamente soterrada por esses sentimentos. Melissa não era do tipo que se gabava normalmente, mas quando seu trabalho era evidenciado, ela fazia-o. Também era peculiar que ela estivesse tão contente com algo relativamente simples, como aquele casebre e aquele tipo de serviço. - Valeu, Max.

☬ Melissa corou um pouco ao dizer isso, movendo a cabeça para baixo para esconder o rosto. Era tão raro que alguém ficasse orgulhoso dela... ela estava acostumada a criticas, criticas e bem... mais criticas. ☬
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Maxwell Watson
Estudante
Estudante
avatar

Mensagens : 257
Data de inscrição : 27/07/2017
Idade : 18
Localização : Windfall/Helhole

Ficha do personagem
HP:
100/100  (100/100)
Itens:

MensagemAssunto: Re: Oficina Blazes   Ter Set 11, 2018 5:46 pm

- Não posso, não morando na Academia

Maxwell adotaria aquele gato num piscar de olhos, na verdade, adotaria quantos gatos fosse possível. Porém, morando na Academia ele não podia fazer isso, principalmente levando-se em conta de que ele estava estudando lá por ter ganhado uma bolsa de estudos que poderia muito bem ser cancelada caso ele não demonstrasse resultados e ter um gato poderia vir a atrapalhar nos momentos de tirar fotos. E ele também duvidava que seu professor fosse aceitar sempre fotos de gatos como trabalho

- Beleza, faço isso sim - Ele foi até o pote e pegou-o, começando a caminhar até os recipientes de comida e água para o gato. Durante todo o caminho, o mesmo acompanhou-o de perto, obrigando Maxwell a desviar-se dele para não tropeçar e cair. Colocando um pouco de comida no pote e balançando o mesmo, Maxwell devolveu a comida para a prateleira enquanto Melissa falava - Não é uma má ideia, na verdade.

Melissa notaria que Maxwell estava falando sério, muito sério. O que poderia ter sido uma piadinha feita para aliviar atenção ou brincar com toda aquele conversa havia sido levada em consideração por Maxwell. Ele aprendera que não adiantava tentar esconder o que sentia e mentir para si mesmo e estava aos poucos começando a aceitar o que realmente pensava. Algo que demorara anos para fazer e o estrago feito por isso permaneceria

- Não precisa me agradecer, isso aqui é realmente fantástico.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Melissa Carter
Estudante
Estudante
avatar

Mensagens : 316
Data de inscrição : 23/07/2017
Idade : 17
Localização : Aqui, Idiota...

Ficha do personagem
HP:
100/100  (100/100)
Itens: Um isqueiro e uma chave inglesa.

MensagemAssunto: Re: Oficina Blazes   Ter Set 11, 2018 8:04 pm

- Hum... é verdade... aparentemente ele vai ter que continuar aqui por mais um tempo. - Mel fez um muchocho, vendo o gato seguindo Maxwell, percebendo que este lhe daria comida.

☬ Em verdade até que ter um companheiro peludo era agradável, mas ela não possuía nem um pouco de paciência para lidar com animais. Apesar disso, as pessoas eventualmente deixavam ração com ela para alimentar Morgana... aparentemente eles tinham tanta paciência quanto ela. Melissa ficou em silêncio por um tempo, observando o gato comer, os braços cruzando-se quase que por instinto. ☬

- Haha... ridículo. - ela percebeu a seriedade nas palavras dele, mas fingiu que não notara. Ainda assim, era visível o quanto essa resposta ácida de Melissa saíra estranhamente tremida.

☬ Quase que como um eco da reação de Maxwell, Mel olhou em volta... seu cantinho, sua oficina, pequena, de segunda mão e numa construção velha... ela lembrou-se da ultima conversa que tivera com Noah, onde disse que seguiria as regras para conseguir o que desejava legalmente. E ela o fizera. Ela passara pelo quinto dos infernos até sair de fato da academia, convencer sua família adotiva que já era bem madura para viver por conta própria, juntara dinheiro de todos os lugares possíveis, e bom... ela recebera uma ajuda de Ame, por insistência da mesma. De qualquer forma, tudo o que ela fizera para erguer aquele lugar estava nas normas, e Melissa poderia orgulhar-se de si mesma. A marginalzinha baderneira com tendências piromaníacas havia conseguido abrir uma loja por conta própria, sem fazer nada ilegal no processo. Talvez isso fosse algo muito próximo de um milagre. ☬


- É... você tem toda a razão. - o sorriso aumentou por alguns segundos, em que ela pareceu momentaneamente desligada daquilo tudo, e então sua expressão focou-se nele novamente. - Você veio apenas para perguntar sobre aquilo?
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Maxwell Watson
Estudante
Estudante
avatar

Mensagens : 257
Data de inscrição : 27/07/2017
Idade : 18
Localização : Windfall/Helhole

Ficha do personagem
HP:
100/100  (100/100)
Itens:

MensagemAssunto: Re: Oficina Blazes   Dom Out 07, 2018 7:34 pm

- Quando eu sair de lá não me importo de adotar o gato, se não quiser ele é claro.

Maxwell, apesar de ser uma pessoa no mínimo instável, sempre se dera bem com animais. Principalmente gatos. Era como se os bichanos fossem atraídos para ele, com o rapaz sempre encontrando um conforme caminhava pela cidade. Pela janela da oficina, era possível ver sete corvos no ferro velho, todos reunidos em cima de uma das partes do ferro velho. Como se notassem o olhar de Maxwell, os sete levantaram voo e deixaram o lugar para trás. O lembrava de que muitos povos usavam corvos como uma maneira de prever o futuro, existia até mesmo uma pequena cantiga para crianças sobre isso.

Rima:
 

- Sim, eu ainda acho que precisamos conversar sobre isso.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Melissa Carter
Estudante
Estudante
avatar

Mensagens : 316
Data de inscrição : 23/07/2017
Idade : 17
Localização : Aqui, Idiota...

Ficha do personagem
HP:
100/100  (100/100)
Itens: Um isqueiro e uma chave inglesa.

MensagemAssunto: Re: Oficina Blazes   Dom Out 07, 2018 8:41 pm

- Eu não expulsaria ele daqui, de qualquer forma, então você pode fazer o que quiser.

☬ Era visível que Melissa Carter não diria que sentia pena do animal e não o colocaria na rua - talvez mesmo por achá-lo fofo. Ela, que vivera sendo levada de família a família, passando de cidade para cidade, sabia mais do que ninguém o que era ser indesejado. Muito provavelmente, Melissa estaria cuidando de Morgana mesmo que a criatura não fosse muito fofa. Mas é claro que, tendo um dono decente, aquele gato ficaria muito melhor do que já estava. ☬

- Você está obviamente perdendo o seu tempo com isso. - ela apoiou-se mais uma vez na mesa e suspirou pesadamente, talvez um hábito recorrente por fumar. - Talvez lhe fizesse bem transar com as oferecidas da academia.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Maxwell Watson
Estudante
Estudante
avatar

Mensagens : 257
Data de inscrição : 27/07/2017
Idade : 18
Localização : Windfall/Helhole

Ficha do personagem
HP:
100/100  (100/100)
Itens:

MensagemAssunto: Re: Oficina Blazes   Seg Out 08, 2018 12:18 am

- Você gosta do gato, não é?

Max sabia ser bem direto quando queria, principalmente se queria ver algum sinal de estresse no rosto de Melissa. Por isso aquela frase fora feita com um tom acusatório, mas ao mesmo tempo zombeteiro. Ele sabia que seria difícil Melissa admitir que gostava do gato ou que o achava fofo, mas tudo o que Max queria naquele momento era ver um pouco da antiga Melissa, aquela que ele interagia antes do fatídico dia chuvoso que mudara completamente o relacionamento deles. Ele sabia que estava, literalmente, brincando com fogo. Porém estava disposto a se queimar

- Até parece... Como se alguém falasse comigo sem ser você, o Dante ou a Hanna - Aquela frase... saiu diferente. Ele claramente pretendia fazer uma piada, porém ele parecia tão... solitário.

Maxwell ficou algum tempo em silêncio, olhando para fora da janela, para o céu que já escurecia conforme a noite caía. Era verdade que os poucos amigos que ele tinha eram presentes e ótimos, porém faltava algo ali, sempre faltara. Ele não queria se ver rodeado de pessoas, também não queria a atenção delas. Ele queria... reconhecimento. Que alguém olhasse para o trabalho dele e sentisse o mesmo orgulho que ele sentira ao olhar para a oficina de Melissa. As únicas pessoas que já haviam elogiado sua arte foram as três pessoas que ele citara, seus amigos mais próximos. Mas ele, como um artista, vivia pelo reconhecimento dos outros, ele queria que suas fotos, seus desenhos, suas pintura, fossem reconhecidos. Porém Maxwell carregava marcas consigo, ele era sujo. Como um estigma em sua pele, havia algo que as pessoas viam nele e automaticamente se afastavam. Isso parecia estar passando para o seu trabalho. Suas fotos já não eram mais belamente feitas, seus desenhos faltavam presença e suas pinturas nem saíam direito. Maxwell tinha saudades de sua mãe.

- Olha, eu só... - Ele deu alguns passos para frente, na direção de Melissa - Eu acho que a gente precisa definir algumas coisas. Se embebedar e transar com um amigo não é algo tão comum assim.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Melissa Carter
Estudante
Estudante
avatar

Mensagens : 316
Data de inscrição : 23/07/2017
Idade : 17
Localização : Aqui, Idiota...

Ficha do personagem
HP:
100/100  (100/100)
Itens: Um isqueiro e uma chave inglesa.

MensagemAssunto: Re: Oficina Blazes   Seg Out 08, 2018 1:45 pm

- Isso não é da sua conta.

☬ Ela esbravejou, seu hábito clichê para fugir de respostas que não queria dar e eventuais mentiras que surgissem delas. Melissa era uma pessoa absolutamente sincera, o ato de mentir era-lhe quase abominável, e era justamente por isso que evitava fazê-lo. É claro, isso não impedia-a de mentir para si mesma sem perceber. ☬

☬ A piada dele pareceu tudo, menos uma piada. Melissa incomodou-se com aquilo profundamente, é claro... Acima de tudo, Maxwell tornara-se seu amigo - independente de que tipo de relação eles tivessem agora. Vê-lo solitário daquele jeito mexia com seus nervos. Ela agarrou um casaco que jazia por ali, pendurado de qualquer jeito, e atirou-o contra Maxwell. ☬


- Não faça essa expressão, ela me incomoda. - Melissa cruzou os braços e moveu a cabeça para um dos lados, provavelmente escondendo um pouco de sua vergonha. Com o canto dos olhos, viu-o se aproximar, enquanto voltava aquele mesmo assunto. A garota soergueu uma sobrancelha, perplexa com a audácia dele. - Você fez algum tipo de estudo sobre isso, por acaso?

☬ Ela voltou a apoiar as mãos na cintura, erguendo o queixo com uma postura claramente orgulhosa. ☬

- Está querendo dizer que estamos atraídos um pelo outro porque simplesmente passamos da conta uma ou duas vezes?
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Maxwell Watson
Estudante
Estudante
avatar

Mensagens : 257
Data de inscrição : 27/07/2017
Idade : 18
Localização : Windfall/Helhole

Ficha do personagem
HP:
100/100  (100/100)
Itens:

MensagemAssunto: Re: Oficina Blazes   Ontem à(s) 8:56 pm

- Admita, você gosta do gato. Acha ele uma fofura.

Qual seria o grande motivo para Max provocar Melissa? Por que aquele garoto gostava tanto de ver a amiga irritada e disposta a atingi-lo com bordoadas? Ele gostava do perigo. Oh sim, ele gostava de ver aquela garota entrar em chamas, esbravejar os mais criativos e diferenciados palavrões, vê-la avançar contra ele com os punhos fechados. Não gostava da dor que vinha a seguir, mas achava que era um preço bom a ser pago. Pelo menos, dessa maneira, ela estava vindo em sua direção e não estava se afastando. Odiava vê-la ir, odiava ter que assistir conforme ela partia. Odiava ter que partir. Céus, já não havia mais sombra de dúvida ali. Ele a desejava.

Segurou o casaco que fora jogado em sua direção, colocando-o suavemente sobre o balcão. Murmurou um pedido de desculpas. Queria muito perder a habilidade que possuía para deixar o clima tão ruim, mas conseguiu consertar isso com suas próximas palavras. Argumentava, na visão dele, corretamente. Era assim que era entre ele e Melissa, um desejo enorme que era negado pela teimosia dos dois. Bom, mais por parte de Melissa do que dele. Maxwell aceitava o que sentia. Não sabia dizer o que aquilo era. Tesão, quem sabe uma pequena paixão e, ele não acreditava que este fosse o caso, talvez até mesmo amor. Só sabia que valia a pena experimentar.

- Não precisa ser nenhum tipo de gênio para notar essas coisas - Riu, de uma maneira descontraída, sentindo-se leve pela primeira vez desde as últimas semanas. Era bom estar com ela - Nós não apenas passamos dos limites, e você sabe disso - Falou, apontando o dedo indicador para ela - Do jeito que eu vejo, nós temos três opções: A primeira, e uma que não é válida, é se afastarmos. A segunda, é nos forçarmos a ignorar isso. E a terceira...

Mais alguns passos para frente e estava próximo dela. Não colado, mas era uma distância que pelo menos dois passos rápidos iriam cobrir facilmente. Queria olhá-la no fundo dos olhos para falar aquilo. Não era uma sugestão qualquer, afinal de contas.

- É nos entregarmos.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Melissa Carter
Estudante
Estudante
avatar

Mensagens : 316
Data de inscrição : 23/07/2017
Idade : 17
Localização : Aqui, Idiota...

Ficha do personagem
HP:
100/100  (100/100)
Itens: Um isqueiro e uma chave inglesa.

MensagemAssunto: Re: Oficina Blazes   Ontem à(s) 9:51 pm

- Ele é uma boa companhia. - ela revirou os olhos, completamente disposta a ignorar a insistência de Maxwell em tentar tirá-la do sério.

☬ De alguma forma, Mel se habituara aquela rotina entre ambos, que consistia em provocações da parte dele e ameaças de morte de sua parte. Se lhe dissessem que um dia ela se tornaria amiga de Maxwell Watson, o Demônio, ela acharia ridículo. Mas se lhe dissessem que ela passaria a sentir falta daquela interação quando ele está longe, provavelmente a pessoa receberia um soco. As duas coisas tornaram-se verdade, no fim das contas... verdades que ela não estava tão pronta assim para admitir. ☬

☬ Ela não pensava que gostaria de ser uma pessoa melhor, alguém que fosse capaz de consolar outrem. Melissa Carter era daquele jeito, e Max certamente não esperava algum tipo de consolo da parte dela... ainda assim, suas pernas coçaram insistentemente para que ela fosse até ele abraçá-lo... movimento que foi impedido pela argumentação do próprio. Ela começava a perceber que não podia negar... e que mesmo se tentasse, aquilo poderia ser uma mentira. A aproximação de Maxwell deveria pressioná-la a afastar-se ou simplesmente dar-lhe uns tapas, mas Melissa não saiu do lugar, observando de sua altura pouco menor que a dele. ☬


- Mesmo? Porque você parece do tipo que faria isso só para me provocar. - a proximidade fazia com que ela conseguisse sentir a respiração dele muito próxima. Admitir que ele tinha razão era um passo meio longo demais para suas pernas. Ela manteve os braços cruzados, esticando o pescoço de maneira que seus lábios ficassem mais próximos. A intenção era claramente afrontosa, mas considerando a tensão sexual que ambos dividiam naquele momento, era claro que aquilo poderia levar a muitas outras coisas. - E você, sendo o demônio que é, claramente prefere a terceira opção. Tem certeza que vai conseguir me convencer a isso sem precisar de um pacto?
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: Oficina Blazes   

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Oficina Blazes
Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
 Tópicos similares
-
» Oficina do Gadget

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Windfall City :: A cidade :: Ferro-Velho-
Ir para: