A place so full of mystery is just a puzzle to be solved
 
InícioCalendárioFAQBuscarMembrosGruposRegistrar-seConectar-se

Compartilhe | 
 

 Recanto da Nymeria

Ir em baixo 
Ir à página : Anterior  1, 2, 3, 4, 5  Seguinte
AutorMensagem
Nymeria Lindberg
Estudante
Estudante
avatar

Mensagens : 244
Data de inscrição : 26/09/2017
Idade : 18
Localização : Windfall

Ficha do personagem
HP:
100/100  (100/100)
Itens: Espada

MensagemAssunto: Re: Recanto da Nymeria   Sex Dez 15, 2017 2:20 pm

- Justo. - ela argumentou, voltando ao silêncio.

Ao ver o carro suas sobrancelhas arquearam-se. Estava imaginando um furgão blindado ou algo do tipo, mas certamente aquele  Cadillac não era o que parecia. Ela esforçou-se para ficar de pé e caminhar até o veículo, apoiando-se em sua beirada quando Lennart abriu a porta para si, entrando em seguida. Seus olhos desiguais piscaram e ela observou o motorista, fazendo um gesto sutil com a cabeça para ele em cumprimento.


- Olá, Johnny. Seja lá quem você for. - Nym não estava preocupada se aquele rapaz era o motorista da casa ou não, desde que não entrassem em uma perseguição, estava tudo ótimo pra ela.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Lennart Eurus
Estudante
Estudante
avatar

Mensagens : 156
Data de inscrição : 25/09/2017
Idade : 18
Localização : Windfall City

Ficha do personagem
HP:
100/100  (100/100)
Itens: Um belo de um arsenal

MensagemAssunto: Re: Recanto da Nymeria   Sex Dez 15, 2017 4:33 pm

- Ah, olá Lady Nymeria - Disse Johnny, acelerando o carro assim que todos entraram.

John não falava, achara que já havia dito tudo o que era necessário e Johnny estava focado na estrada. Ele podia até ser um pouco idiota, mas quando o assunto era realizar seu trabalho, Johnny o fazia com perfeição. Fosse uma fuga ou uma simples missão de escolta. Lennart, por sua vez, estava inquieto. Ele olhava pelas janelas a todo momento, na espera de que alguém fosse surgir e fosse necessário iniciar uma fuga. Estava ciente das feridas de Nymeria, mas não era possível tratá-las naquele momento. Não possuía os equipamentos necessários, muito menos sabia se era uma pessoa qualificada naquele momento, já que a adrenalina insistia em percorrer as veias de seu corpo, e um erro no caso de Nymeria poderia causar ainda mais dor na garota.

- Como que vamos explicar isso? - Questionou Lennart, retirando a pistola de Beyond de sua cintura.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Nymeria Lindberg
Estudante
Estudante
avatar

Mensagens : 244
Data de inscrição : 26/09/2017
Idade : 18
Localização : Windfall

Ficha do personagem
HP:
100/100  (100/100)
Itens: Espada

MensagemAssunto: Re: Recanto da Nymeria   Sex Dez 15, 2017 10:06 pm

Quando o carro arrancou, Nym optou pela opção mais confortável no momento e deitou a cabeça sobre o ombro de Lennart. Ela estava quase pegando no sono novamente, tanto pelo movimento suave do carro quanto pela monotonia da viagem, quando o rapaz chamou sua atenção pra arma.

- Suponho... que agora ela tem motivos mais do que suficientes para querer me matar. - piscando os olhos, um suspiro breve deixou seus lábios. - Não vai fazer diferença se repassarmos a informação ou não. Ela vai chegar aos ouvidos de Alessa de qualquer jeito. Mas talvez seja... uma boa ideia devolver a arma para eles.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Lennart Eurus
Estudante
Estudante
avatar

Mensagens : 156
Data de inscrição : 25/09/2017
Idade : 18
Localização : Windfall City

Ficha do personagem
HP:
100/100  (100/100)
Itens: Um belo de um arsenal

MensagemAssunto: Re: Recanto da Nymeria   Dom Dez 17, 2017 12:21 am

Lennart, cuidadosamente, passou seu braço pelo corpo de Nymeria, segurando-a suavemente para não machucá-la ainda mais. Encostou sua cabeça na dela e soltou um longo suspiro, o que era para ser uma simples missão acabara por se tornar um verdadeiro pesadelo, com uma baixa que não deveria existir e com o fato de não conhecerem nada do inimigo. Seus olhos fecharam-se brevemente, assim como a garota ele estava tão confortável que estava quase caindo no sono, mas a sensação da arma de Beyond o fez acordar.

- E desde quando ela precisou de motivos para tentar isso? - Questionou Lennart - Eu faço isso.

Não havia nenhum outro motivo para ele levar a arma até Alessa que não fosse pelo fato de evitar que Nymeria se encontrasse com ela. Se era para a Darkness atirar no mensageiro, que este fosse ele e não sua mestra. Uma mensagem surgiu na tela de seu Solid Eye.


Deseja ativar as Nano-Machines? Mude para a visão noturna se sim, não faça nada se não.


Lennart mudou para visão noturna e uma nova mensagem surgiu.

O que foi feito, não pode ser desfeito =)

Ele sentiu em seu corpo. Antes, as Nano-Machines¹ estavam desligadas, afinal ele havia deixado a Casa. Porém, era como se ele tivesse tomado um leve choque naquele momento. As Nano-Machines de Lennart possuíam várias funções, tudo graça a tecnologia desenvolvida por um genial cientista que a casa contratara. Em um geral, elas serviam para controlar e conceder mais adrenalina, açucares, nootrópicos² e benzedrina³. Em um geral, elas aprimoravam o corpo de Lennart para reagir mais rapidamente a situações. No começo, elas eram uma tecnologia desenvolvida para garantir que soldados apresentassem um melhor desempenho e sobrevivessem a missões mais rigorosas, tornado o uso de comida menos necessário, graças aos açucares e nutrientes liberados no corpo graças as Nano-Machines, ainda era necessário comer, para garantir um melhor desempenho e recarregar essas nano-machines. As gerações atuais, que estão no corpo de Lennart, possuem nutrientes e elementos desconhecidos ao público, que garantem que ele seja capaz de realizar atos sobre-humanos.

¹ Nano-machine é o termo geral utilizado para referir-se a máquinas de um micrômetro  ( um milésimo de um milímetro ) até um nanômetro ( um milionésimo de um milímetro ) que usam MEMS ( Micro Electro Mechanical System ou Micro Sistema Eletro Eletrônico ).
² Nootrópicos são substâncias, sintéticas ou naturais, que melhoram vários aspectos da cognição ( tais como memória, aprendizado, concentração ) enquanto não apresentam toxicidade ou potencial para adicção.
³ Benzedrina é o nome comercial da mistura racêmica de anfetamina. Ela é utilizada para ampliar as passagens nasal e brônquica.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Nymeria Lindberg
Estudante
Estudante
avatar

Mensagens : 244
Data de inscrição : 26/09/2017
Idade : 18
Localização : Windfall

Ficha do personagem
HP:
100/100  (100/100)
Itens: Espada

MensagemAssunto: Re: Recanto da Nymeria   Seg Dez 18, 2017 11:39 am

- Não é como se precisasse. Nisso você tem razão. - ela preferia não argumentar que a única baixa havia sido culpa exclusivamente dela, Nymeria não era do tipo de se lamentar sobre o leite derramado por muito tempo. Ela também sabia que aquilo estava um pouco óbvio, então era desnecessário afirmá-lo. Sua lingua passou suavemente pelo pirulito de cereja, pensando no que poderia fazer para distrair seus pensamentos. - Você tem certeza?

Por mais que Alessa tivesse dado um irritante surto ao ver Lennart, como se ele fosse um deus grego ou algo que o valesse (o que de certa forma era muito justo), não sabia qual seria a reação quando ele chegasse lá levando a pistola de Beyond e afirmando que o mesmo estava morto. Não importava de que ângulo olhasse, aquilo parecia um problema.

- Ainda assim, não estou disposta a dar um cão em troca de outro. - ela parecia dizer isso tanto para o caso dele for atacado, quanto ser utilizado como "reembolso". - Portanto tome cuidado.

Ela pôde sentir uma leve movimentação da parte de Len, e atribuiu aquilo a algum ferimento conseguido ao fugirem. Seu cenho franziu, enquanto ela piscava os olhos, a cabeça ainda apoiada no ombro dele. - Algum problema?
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Lennart Eurus
Estudante
Estudante
avatar

Mensagens : 156
Data de inscrição : 25/09/2017
Idade : 18
Localização : Windfall City

Ficha do personagem
HP:
100/100  (100/100)
Itens: Um belo de um arsenal

MensagemAssunto: Re: Recanto da Nymeria   Seg Dez 18, 2017 4:31 pm

- Eu sempre tenho razão - Comentou Lennart, provocando uma risada de John. Eram raras as vezes que Lennart se encontrava na razão, pois um cão que segue ordens não precisa ter razão sobre nada, apenas precisa de seu comando para seguir com a missão. Esse era Lennart, cão dos Lindberg - Sim. Antes eu do que você.

Lennart considerava que para enfrentar a ira de Alessa, era melhor ele do que Nymeria. Somente Deus sabia do que aquela garota era capaz de fazer caso a Lindberg lhe entregasse a notícia da morte de Beyond. Provavelmente uma guerra estouraria entre as famílias e isso não acabaria bem. Baixas de todos os lados e uma das duas acabaria morta, e essa morte certamente não seria nada linda, nem rápida.

- Não irá acontecer. Só pertenço a uma dona - Ele piscou seus olhos por um momento - Ah, não foi nada. Só... me recuperando.

- Mais alguns minutos e chegaremos a Academia.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Nymeria Lindberg
Estudante
Estudante
avatar

Mensagens : 244
Data de inscrição : 26/09/2017
Idade : 18
Localização : Windfall

Ficha do personagem
HP:
100/100  (100/100)
Itens: Espada

MensagemAssunto: Re: Recanto da Nymeria   Ter Dez 19, 2017 2:56 pm

- Agora pegou um pouco pesado. Eu diria que está errado a maior parte do tempo, mas isso é mera questão de opinião. - e lá estava o sarcasmo com o qual Lennart estava acostumado. Se Nym tinha forças para ser sarcástica, então ele poderia se preocupar menos com seu estado físico e mental, aparentemente ela estava bem. - Não gosto disso. É vergonhoso esconder-se atrás de um cão.

De fato, a presença de Nymeria poderia agravar a situação, e ela sabia bem disso. Nym tinha plena certeza que a guerra contra Darkness - ou melhor, contra Alessa - era inevitável àquele ponto do caminho, mas não queria estourá-la quando tinha Shadow para lidar também. Se os dois quisessem aliar-se contra ela (provável, se tratando da personalidade forte de Alessa), isso seria um problema enorme. Mesmo que não houvesse uma aliança, ser atacada por duas frentes distintas nunca era bom.

- Inteligente de sua parte lembrar-se disso. - Nym suspirou, deixando o assunto de lado e olhando de esguelha para a janela, de onde podia ver a distância o prédio da academia. - Enfim.

Ela provavelmente se acomodaria no quarto de Lennart aquela noite, já que seu quarto habitual havia sido esvaziado e estava cheio de buracos nas paredes. Não que aquilo estivesse fora dos planos "para mais tarde", mas algumas coisas haviam mudado com aquela incursão fracassada. Incluindo escoriações, um pulso quebrado e a morte de um parceiro.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Lennart Eurus
Estudante
Estudante
avatar

Mensagens : 156
Data de inscrição : 25/09/2017
Idade : 18
Localização : Windfall City

Ficha do personagem
HP:
100/100  (100/100)
Itens: Um belo de um arsenal

MensagemAssunto: Re: Recanto da Nymeria   Ter Dez 19, 2017 3:17 pm

- Não, não. Eu estou sempre certo - Ele falou, dando um pequeno sorriso de canto. Seu olho focou-se em Nymeria, enquanto ele agradecia mentalmente por ela estar bem. Claro que ainda haviam os ferimentos, porém ele poderia cuidar destes mais tarde - Se você for lá, é capaz de ela te atacar só por você respirar.

Ele suspirou, sabia muito bem que ele não seria o melhor escolhido para lidar com Alessa também. Apesar da reação da garota, ela poderia muito bem escolher atacar Lennart ao receber a notícia. Seria uma enorme dor de cabeça, porém era ao menos necessário, pois no final das contas B os ajudara, e aquilo era o mínimo que eles poderiam fazer. Por mais que aquilo fosse uma forma de gratidão, ainda deixava um gosto ruim na boca de Lennart.

- Pois bem, vamos? - Ele questionou, assim que o carro parou. Depositou um leve beijo na testa de Nymeria e abriu a porta, descendo do carro enquanto esperava a garota sair - John, nos vemos depois.

O soldado acendeu um charuto e apenas assentiu para o garoto. Quando Nymeria tivesse por fim saído do carro, Johnny aceleraria e iria embora, o carro sumindo na noite. E que noite fora aquela.

- Vamos tratar desses ferimentos, sim?
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Nymeria Lindberg
Estudante
Estudante
avatar

Mensagens : 244
Data de inscrição : 26/09/2017
Idade : 18
Localização : Windfall

Ficha do personagem
HP:
100/100  (100/100)
Itens: Espada

MensagemAssunto: Re: Recanto da Nymeria   Qua Dez 20, 2017 12:13 am

- Há controvérsias. - ela deixou um pequeno sorriso escapar e depois piscou os olhos, fazendo uma careta de desprezo. - Ela pode tentar. Mas tudo bem... é mais seguro que você vá, não quero iniciar uma guerra, não agora.

Quando o carro estacionou, Nymeria estava prestes a simplesmente descer também, mas ao receber aquele beijo em sua testa ficou ligeiramente - muito ligeiramente - corada. Na verdade, como esse ato era sempre sutil e por conta do escuro, ninguém notaria. Ela não saberia dizer, igualmente, porque reagira assim. Fingindo indiferença, ela girou nos calcanhares para fazer uma sutil reverência a John e o motorista.

- Agradeço pela ajuda. - foi tudo o que disse, antes do carro acelerar novamente. Ela espreguiçou-se, suspirando, os cortes por todo o corpo incomodando. - Sim... você deve ser bom nisso, não tem nenhuma cicatriz. Ou melhor... não tinha.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Lennart Eurus
Estudante
Estudante
avatar

Mensagens : 156
Data de inscrição : 25/09/2017
Idade : 18
Localização : Windfall City

Ficha do personagem
HP:
100/100  (100/100)
Itens: Um belo de um arsenal

MensagemAssunto: Re: Recanto da Nymeria   Qua Dez 20, 2017 6:13 pm

- Não posso prometer que ela não irá querer guerrear, mas posso garantir que manterei ela longe de você.

Lennart acendeu um cigarro do lado de fora e deu uma tragada profunda, soltando a fumaça logo em seguida lentamente. Passou sua mão livre pela cintura de Nymeria, para que ela pudesse se apoiar nele e começou a caminhar tranquilamente. Ainda havia um gosto ruim em sua boca, justamente por nunca ter tido uma baixa em uma missão tão simples como aquela antes. Preferiu não pensar naquilo no momento, precisava se focar em Nymeria e em deixá-la boa novamente.

- Eu não tenho cicatrizes pois nunca foi atingido antes - Ele jogou a bituca do cigarro fora, soltando o resto da fumaça para cima - É claro que você é a exceção.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Nymeria Lindberg
Estudante
Estudante
avatar

Mensagens : 244
Data de inscrição : 26/09/2017
Idade : 18
Localização : Windfall

Ficha do personagem
HP:
100/100  (100/100)
Itens: Espada

MensagemAssunto: Re: Recanto da Nymeria   Qua Dez 20, 2017 11:07 pm

- Apenas não se disponha a morrer por isso...

Ela alegou num tom mais baixo que o normal, os olhos desiguais focando-se na falta de padrão que compunha a calçada do terreno escolar. Nym deixou-se ser apoiada por Lennart, o pirulito de cereja quase finalizado entre seus lábios. Quebrou o restante com os dentes, atirando o palitinho em uma lixeira pela qual passaram e adentrando o prédio junto ao segurança. Seus olhos ergueram-se para as escadas que precisaria subir para chegar aos dormitórios e ela suspirou.


- Isso quer dizer que eu estou no mesmo nível de uma arma... - questionou-o, um sorriso suave quebrando em seus lábios. - Ou que sou muito melhor que uma?
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Lennart Eurus
Estudante
Estudante
avatar

Mensagens : 156
Data de inscrição : 25/09/2017
Idade : 18
Localização : Windfall City

Ficha do personagem
HP:
100/100  (100/100)
Itens: Um belo de um arsenal

MensagemAssunto: Re: Recanto da Nymeria   Qui Dez 21, 2017 1:45 pm

- Eu não vou morrer.

Aquilo ia além de uma garantia. Lennart, apesar de ser um assassino e saber dos perigos da profissão, não desejava morrer e nem tinha planos para isso. Lutava a todo momento para sobreviver, ele não conseguia ver a si mesmo caindo ou morrendo. Não. A verdade era que Lennart era um sobrevivente, passara por incontáveis missões onde a morte era uma garantia, apenas para sair vivo, sem nem mesmo um único arranhão.

- Muito, mas muito melhor.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Nymeria Lindberg
Estudante
Estudante
avatar

Mensagens : 244
Data de inscrição : 26/09/2017
Idade : 18
Localização : Windfall

Ficha do personagem
HP:
100/100  (100/100)
Itens: Espada

MensagemAssunto: Re: Recanto da Nymeria   Qui Dez 21, 2017 10:38 pm

Outrora a resposta dele faria-a revirar os olhos e alegar que não faria falta. O relacionamento com Lennart não pareceria que mudaria muito após a primeira transa deles, ainda haviam pequenas mentirinhas e implicâncias que não deixavam nenhum dos dois. No entanto, talvez pela perda recente, ainda queimando como fogo, de Beyond, talvez por já considerar Lennart Eurus como alguém que devia ao menos admirar, Nym não teve forças ou apenas preferiu apenas ficar aliviada com aquelas palavras.

- Eu estou falando com algum tipo de viciado?

Então, ela subiu lentamente as escadas, acompanhada por Lennart, e não demorou para adentrar o quarto dele. Passando pelos chuveiros quando subira, ficara tentada a entrar debaixo de um deles. Isso seria ideal para retirar as camadas e mais camadas de fuligem e sangue que encrostaram sobre a pele pálida e relaxar seus músculos. Mas ela precisava pelo menos cuidar de sua torção primeiro, antes que se tornasse algo mais sério. Com isso em mente, ela desistiu momentaneamente da água quente e segundos depois sentou-se sobre a cama de Lennart.

Nym passou seus olhos por ela, para as algemas com as quais fantasiara tanto, e fez uma careta. Aparentemente, algemas não era uma boa opção no momento. A visão retornou para Lennart, enquanto inclinava a cabeça sutilmente para um dos lados.

- Você não vai me perguntar...? - parecia óbvio o que ela estava querendo saber naquele momento. Por mais que Len não liga-se para fato dela querer a cabeça do pai, ele ficaria no mínimo curioso por qual razão aquilo ocorria. Ao mesmo tempo que perguntara, Nym estendera a mão direita, com a contusão, após o segurança fazer um sinal de que começaria por aquilo primeiro.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Lennart Eurus
Estudante
Estudante
avatar

Mensagens : 156
Data de inscrição : 25/09/2017
Idade : 18
Localização : Windfall City

Ficha do personagem
HP:
100/100  (100/100)
Itens: Um belo de um arsenal

MensagemAssunto: Re: Recanto da Nymeria   Qui Dez 21, 2017 11:28 pm

- Ah sim, eu sou viciado em você.

O número de vezes que Lennart perdia uma chance para uma cantada? Zero. Ele adorava provocar Nymeria de todas as maneiras possíveis, uma vez que as reações dela sempre se provavam ser ótimas. Ele subiu as escadas com cuidado, uma vez que um mínimo movimento de sua parte poderia acabar fazendo com que Nymeria sentisse ainda mais dor, e isso era algo que ele não queria naquele momento. Precisava tratar dos ferimentos o mais rápido o possível, antes que acabassem por se tornar algo mais complicado. Uma vez estando dentro do quarto, Lennart trancou a porta e ficou de frente para ela.


- Ok, tire a roupa.

Aquilo dava uma ideia diferente do que realmente estava por acontecer, e é claro que fora de propósito. Ele precisava ter uma boa visão dos ferimentos de Nymeria, antes de poder tratá-los. Poderia ter algum pedaço de metal ou vidro neles e caso ele tentasse limpá-los sem retirá-los antes iria apenas piorar a situação. E é claro, ele queria vê-la nua. Afinal de contas, ele era Lennart e era exatamente isso o que ele fazia.

- Ah, claro. Eu realmente não me importo mas... me conte, por que quer matar seu pai?
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Nymeria Lindberg
Estudante
Estudante
avatar

Mensagens : 244
Data de inscrição : 26/09/2017
Idade : 18
Localização : Windfall

Ficha do personagem
HP:
100/100  (100/100)
Itens: Espada

MensagemAssunto: Re: Recanto da Nymeria   Sex Dez 22, 2017 1:34 am

- Pelo menos sou um vício mais saudável que os cigarros.

Ela sabia exatamente o que ele diria quando fez a pergunta, mas se Lennart não perdia a chance de cantar Nymeria sempre que podia, ela era incapaz de deixar de provocá-lo, pelo menos um pouco. Após acomodar-se, Nym ouviu a porta trancando-se e fez uma expressão de desdém, elevando as mãos para que ele arrancasse a tal roupa por si mesmo.

- Se você ainda não percebeu, meu pulso direito não está lá essas coisas, prefiro que você mesmo faça isso. - é claro que se ela se esforçasse poderia livrar-se de suas vestes rapidamente, mas não queria forçar demais o ferimento, e muito menos dar a satisfação de seguir levianamente uma ordem do rapaz.

Enquanto esperava, seu semblante parecia normal, no entanto foi possível entrever a raiva em algum ponto de seus olhos desiguais.

- Você deve ter ouvido falar de minha mãe. Ania era... uma médica brilhante. Ela salvara pessoas que já tinham um atestado de morte tatuado na testa. Embora trabalhasse no Submundo, não havia um cliente sequer que fosse recusado por ela ou que perecesse enquanto estivesse em suas mãos. Isso até... meu pai enfiar uma bala na cabeça dela.

Lennart provavelmente teria escutado essa história alguma vez. Como a matriarca dos Lindbergs fora encontrada baleada, e seu suposto assassino desaparecera sem deixar rastros, para ser encontrado algum tempo depois e devidamente punido.
Só que não fora o pretenso cadáver que atirara uma arma naquela noite escura...
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Lennart Eurus
Estudante
Estudante
avatar

Mensagens : 156
Data de inscrição : 25/09/2017
Idade : 18
Localização : Windfall City

Ficha do personagem
HP:
100/100  (100/100)
Itens: Um belo de um arsenal

MensagemAssunto: Re: Recanto da Nymeria   Sex Dez 22, 2017 1:19 pm

- E é muito melhor, também.

Talvez, para Nymeria fosse ficar um pouco óbvio o porquê de Lennart ter pedido para ela tirar a roupa, mesmo sabendo que ela era incapaz disso. Era apenas para que ela pudesse lhe responder e mandar que ele o fizesse. Claro que ele poderia ter economizado tempo e feito isso direto, porém ele gostava de ouvir as respostas e o sarcasmo dela. Dando um passo para frente, ele ergueu a camiseta da garota, tirando-a com cuidado para que a mesma não se machucasse, e jogou a peça de roupa pelo local. Seus olhos desceram pela pele exposta dela e tudo o que ele fez foi esboçar um sorriso.

- Pronto, agora deixe-me ver isso - Ele falou, abaixando-se para analisar os ferimentos da garota.

A expressão de Lennart ficou neutra durante toda a história, enquanto o rapaz a ouvia com extrema atenção. Ele nunca tivera uma mãe de fato, crescera nas ruas e fora resgatado pela Casa. Sim, resgatado. A Casa poderia realmente parecer um local para criar assassinos, mas esta era apenas uma fachada. A Casa recolhia crianças, as educava e as preparava, então, deixava que elas voltassem para o mundo, para que pudessem começar uma nova vida. Essa oportunidade foi dada para Lennart, porém ele, como poucos, optou por servir a Casa como um assassino. Uma demonstração de sua gratidão. Ainda assim, ele partilhava da raiva de Nymeria. Justamente por nunca ter tido uma mãe, ele conseguia entender parte da dor de Nymeria.

- Filho da puta - Murmurou Lennart, após ouvir Nymeria falar sobre o que seu pai fizera - Se puder, continue.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Nymeria Lindberg
Estudante
Estudante
avatar

Mensagens : 244
Data de inscrição : 26/09/2017
Idade : 18
Localização : Windfall

Ficha do personagem
HP:
100/100  (100/100)
Itens: Espada

MensagemAssunto: Re: Recanto da Nymeria   Sex Dez 22, 2017 5:52 pm

- Eu posso dizer que você também não é nada mal... - pura afirmativa provocante, é claro, Nymeria deixara bem claro horas antes o quanto estava gostando de tê-lo dentro dela.

Seu semblante demonstrou uma sutil irritação ao ver o rosto dele, Lennart estava satisfeito demais por vê-la pedindo algo a ele. Bem, ela consolava-se percebendo que ainda tinha uma posição dominante ali, muito embora quando ele começava a tocá-la, aquela relação de servo e mestra praticamente desintegrasse em gemidos de prazer e frases abafadas.


- Você realmente não entende nada sobre prioridades. - ela bufou, voltando a descer os braços. Os machucados mais perceptíveis antes eram a queimadura em sua testa, causada pela arma do desconhecido, e o pulso torcido que havia assumido um tom doentio de roxo no local lesado. Ao tirar a roupa de Nymeria, contudo, alguns cortes apareceram. Eles estavam mais nos braços e nas pernas que permaneciam nus, mas sob a camisa haviam também arranhões feios causados pelos cacos de vidro que choveram sobre ela. A maior parte parecia apenas um corte, mas um em especial, baseado um pouco abaixo de seu seio direito, vertia um pouco mais de sangue, o que poderia significar que havia um caco ali dentro ainda. - Hum... eu mal senti isso aqui.

Nymeria deixou escapar uma risada seca quando ouviu um xingamento vindo de Lennart e acomodou-se melhor, tanto para deixá-lo cuidar do ferimento com o caco e o resto, tanto para ter mais apoio para contar àquilo. Ela demonstrara certa raiva e preocupação as vezes, mas o que refletia-se em sua face naquele momento era algo peculiar. Tristeza, ressentimento. Nym conseguia ser - ou fingir-se de - indiferente sobre a maior parte dos assuntos, mas nunca quando se tratava da mãe.
Não... Ania Lindberg era seu nervo exposto.

- Eu tenho uma meia-irmã bastarda, ela foi gerada alguns anos antes de Edrik e eu nascermos. Meu pai aparentemente conseguiu esconder o caso naquela época e parou de se envolver com a amante dele após a criança nascer. Ou pelo menos parou de fazer sexo com ela, sobre dar assistência a criança, eu já não sei dizer. Isso durou até quando meu irmão e eu crescemos o suficiente para demonstrar nossos... dotes.

Houve um suave dar de ombros.

- Era claro que ele queria garantir que a liderança continuasse através do sangue principal dos Lindberg. Mas Edrik não demonstrava nenhum desejo em juntar-se à máfia e eu... - ela fez uma pausa, os olhos apontando para outra direção no quarto, caindo sobre um dos esconderijos que Lennart usava para manter o vício de Nymeria ativo. Um pirulito de cereja foi capturado por sua visão, e um curto sorriso, mais doloroso do que sarcástico, surgiu em sua face. - Eu estava disposta a desperdiçar meu talento sendo como ela...
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Lennart Eurus
Estudante
Estudante
avatar

Mensagens : 156
Data de inscrição : 25/09/2017
Idade : 18
Localização : Windfall City

Ficha do personagem
HP:
100/100  (100/100)
Itens: Um belo de um arsenal

MensagemAssunto: Re: Recanto da Nymeria   Sex Dez 22, 2017 6:14 pm

- Só '' nada mal ''? Parece que vou ter que me esforçar um pouco mais para mudar sua opinião.

Cada corte em Nymeria era um ferimento em Lennart. Ele deveria ter feito algo a mais para protegê-la, porém no momento que elas ocorreram ele se tornara um tanto quanto incapaz. Ter as Nano-Machines desativadas tinha um impacto direto nas habilidades de Lennart, ele era incapaz de realizar certos feitos que antes eram tão simples para ele. Puxou uma pequena maleta com os equipamentos e remédios necessários para tratar dos ferimentos dela, achou melhor deixar o mais complicado por último. Começando pelo pulso, ele passou uma pomada por cima, fazendo uma massagem para poder relaxar os músculos, em seguida colocou um pequeno saco com gelos por cima, e pousou a mão livre de Nymeria em cima do mesmo. Ele deveria ficar ali por um tempo. Começou a limpar os outros cortes, os mais profundos foram suturados por Lennart, depois de serem devidamente limpos. Ele limpou o corte maior, e, com uma pequena pinça, pegou lentamente o caco de vidro que havia dentro. Aquilo iria doer, porém mesmo com as reclamações de Nymeria, ele retirou o pequeno fragmento de dentro dela e o jogou dentro da maleta. Limpou devidamente o ferimento, fechou-o e aplicou bandagens nele. Tirou o saco de gelo do pulso dela e aplicou-o na queimadura que ela possuía em sua testa.


- Vai precisar fazer alguns alongamentos nessa sua mão, em um intervalo de duas horas - Falou Lennart, abrindo um pequeno sorriso para ela - Eu não faço a menor ideia do que o seu pai dá para o Inverno Soviético, mas só sei que quero um pouco.

Lennart falava da substância que era constantemente injetada nas veias dos membros do Inverno Soviético. Além de deixá-los ainda mais rápidos, atentos e fortes, fazia com que os ferimentos se curassem mais rapidamente do que os demais. O assassino nunca vira a tal substância em pessoa, porém já ouvira falar dos milagres que ela fazia, fazendo com que ferimentos pequenos se fechassem em poucos minutos e um ferimento de bala fosse fechado em questão de horas. Nymeria não tinha acesso a essa substância, e seja lá o que ela fosse, nenhum dos membros do Inverno Soviético compartilhava essa informação com ela. Nem mesmo Ivan.

- Céus - Murmurou Lennart, enquanto guardava a maleta de medicamentos - E então? O que fez você mudar?
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Nymeria Lindberg
Estudante
Estudante
avatar

Mensagens : 244
Data de inscrição : 26/09/2017
Idade : 18
Localização : Windfall

Ficha do personagem
HP:
100/100  (100/100)
Itens: Espada

MensagemAssunto: Re: Recanto da Nymeria   Sex Dez 22, 2017 10:27 pm

- Você vai ter que se esforçar um bocado, mesmo. Me pergunto o que fará para me convencer disso...

Se poderia vir alguma piadinha disso, Nym começara a ser tratada e precisou calar-se durante o procedimento. Ela mordeu o lábio inferior por todo o processo, o corpo estremecendo principalmente quando Len cuidou do ferimento abaixo do seio, que estava doendo um bocado por conta do caco dentro dele. Aquele que fora feito sob o olho também incomodara bastante ao ser limpo, mas após todo o processo, Nym teve de admitir que estava sentindo-se bem melhor.

- Vou tentar me lembrar disso. - mas, por hora, sua mão direita ficou absolutamente parada. - Hum, eu também não faço a menor ideia do que seja, Ivan se recusa a me contar. Provavelmente deve dar um efeito colateral dos diabos...

Ela sabia bem disso, não havia bem que não viesse com uma compensação para o lado do mal. Você tomava remédios para uma parte do corpo e estes ferravam com outra, e isso era um exemplo básico. Provavelmente aquela substância poderia afetar drasticamente o cérebro. Mas, visto que nenhum dos integrantes do Inverno Soviético queria lhe dizer do que se tratava, ela simplesmente decidiu não se intrometer nos assuntos deles.

- Ou Inferno. - ela fez uma careta, achando a escolha de palavras peculiar. - Vladimir voltou seus olhos para a sua outra filha, e para a progenitora dela... minha mãe descobriu... foi um pequeno inferno, eles já estavam brigando desde que meu pai demonstrou a insatisfação por nenhum dos "filhos dele" estar preparado para assumir sua responsabilidade. Então, ele acabou atirando nela... não sei dizer se foi sem querer ou propositalmente. E como eu era a única pessoa próxima na hora... - Sua mão livre fez uma volta, enquanto enterrava os dedos em um ponto específico de seu cabelo e jogava-o todo para o lado, deixando entrever uma fina cicatriz em seu couro cabeludo, praticamente invisível em meio aos densos cabelos prateados. - Digamos que... não é muito inteligente enfrentar um homem num estado insano enquanto ele segura uma pistola.

Nymeria tinha doze anos quando esses eventos aconteceram. Era de se esperar que, mesmo com o talento que já possuía naquela época, não haveria forma alguma dela vencer um adulto armado. E mesmo que houvesse essa possibilidade, ela estaria com a mente muito caótica para pensar naquilo.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Lennart Eurus
Estudante
Estudante
avatar

Mensagens : 156
Data de inscrição : 25/09/2017
Idade : 18
Localização : Windfall City

Ficha do personagem
HP:
100/100  (100/100)
Itens: Um belo de um arsenal

MensagemAssunto: Re: Recanto da Nymeria   Sab Dez 23, 2017 12:16 am

- Acho mais justo perguntar o que eu não farei.

Lennart adoraria ter continuado com suas provocações e piadinhas, porém o tratamento de Nymeria era um pouco mais urgente que seus flertes e comentários irritantes. Claro que após ela estar recuperada, eles iriam retornar com força total e ele iria fazer com que ela enlouquecesse. Ou de raiva, ou de prazer. As duas possibilidades eram altamente possíveis e dependendo de Lennart, as duas iriam ocorrer uma vez que ele adorava as reações que Nymeria dava.

- É importante se quiser voltar a mover sua mão mais rapidamente. Creio que não haja nenhum dano permanente - Ele disse, deixando de lado a maleta - Se fechar um buraco de bala como as lendas dizem, acho que vale a pena.

Não haviam casos dos membros do Inverno Soviético morrendo por efeitos colaterais da droga que injetavam em suas veias, porém era um fato de que a cada missão que se passava, mais e mais membros morriam. Claro que a maioria morria porque haviam tomado tiros demais, porém outros a causa da morte não era tão... clara assim. O que quer que fosse, Ivan e os outros recusavam-se a contar. Uma vez, um dos empregados dos Lindberg tentara perguntar a Bóris o que a droga era. Hoje, ele estava sem orelha. O Inverno Soviético guardava bem os seus segredos.

- Deixa eu ver se eu entendi. Ele atirou na sua mãe, porque ficou irado durante uma discussão - Lennart fechou seus olhos por um momento, inspirando profundamente - Você quer a minha ajuda para matar ele?
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Nymeria Lindberg
Estudante
Estudante
avatar

Mensagens : 244
Data de inscrição : 26/09/2017
Idade : 18
Localização : Windfall

Ficha do personagem
HP:
100/100  (100/100)
Itens: Espada

MensagemAssunto: Re: Recanto da Nymeria   Sex Fev 16, 2018 4:31 pm

- Você pode começar a enumerar o que não fará, mas duvido que seja tão instigante quanto.

Seus olhos estreitaram-se numa expressão claramente provocativa, e após os suaves trejeitos de quem estava incomodada ou sentindo dor durante a limpeza de seus ferimentos, Nymeria pareceu momentaneamente bem mais calma do que antes. Muito embora, ainda houvesse uma sensação ácida em seus lábios. Principalmente quando lembrava do que ocorrera no balcão. Eles haviam perdido feio aquela partida. Tudo que conseguiram fora uma baixa e mensagens que não levavam a nada nem a ninguém. Nym precisaria reiniciar mais uma vez as investigações, procurando por qualquer tipo de informação que fosse útil naquela situação.
Mas ela não era do tipo que se deixava abater... pelo menos, não em noventa por cento dos casos.


- Espero que não. Que tipo de espadachim eu seria com minha melhor mão em desuso? - o hábito fez com que ela movimentasse suavemente os dedos, muito embora apenas isso já fizesse uma pontada de dor subir por seu braço. Nym suspirou, movimentando a mão boa com o gelo para melhorar seu posicionamento. - Eu não sei não... há certos sacrifícios que algumas pessoas não estão dispostas a fazer, mesmo que em troca recebam algo como...regeneração instantânea.

Nymeria ficou em silêncio por um tempo, os olhos desiguais voltados para Lennart. Então ela moveu-os para o teto, a mão esquerda endireitando seus cabelos prateados para o lado original mais uma vez, logo após pousando sobre a compressa da outra mão.

- Basicamente. - e nela própria também, teria frisado, se fosse algo relevante. Mas, realmente, não era. As palavras finais do segurança fizeram Nym descer novamente sua atenção sobre ele, suas sobrancelhas franzindo um pouco. - Você me ajudaria sem que eu precisasse pedir?

Ela fez uma pausa longa, a cabeça tombando para um dos lados. Nym conseguiu encontrar um dos vários pirulitos escondidos pelo quarto, enfiado displicentemente dentro do abajur. Movimentando-se mais uma vez, a garota capturou-o entre os dedos da mão saudável, fazendo questão de balançá-lo na frente do outro.

- Olha só o que achei. - parecia um movimento significativo para que o rapaz tirasse a embalagem para ela. - Shadow não é algo pessoal. Bom... agora tornou-se, é claro. Muito embora eu tenha minhas próprias razões para ter decidido me meter nisso, não passa de uma missão. Mas meu pai é outra coisa... Não posso ordenar que o mate, isso é algo que preciso fazer por mim mesma. Com minhas próprias mãos...
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Lennart Eurus
Estudante
Estudante
avatar

Mensagens : 156
Data de inscrição : 25/09/2017
Idade : 18
Localização : Windfall City

Ficha do personagem
HP:
100/100  (100/100)
Itens: Um belo de um arsenal

MensagemAssunto: Re: Recanto da Nymeria   Sab Fev 17, 2018 2:45 pm

- Bom, trair você é uma das coisas que não vou fazer. Que tal, é um bom começo?

No geral, aquela missão fora um verdadeiro desastre. Saíram feridos, com uma informação não satisfatória e com uma baixa. Algo que não seria aceito na Casa, certamente. Ainda assim, Lennart permanecia o mesmo de sempre, como se aquilo não o afetasse. Ele não possuía muito apego por Beyond, e como os ferimentos de Nymeria foram facilmente tratáveis, não havia muito do que ele pudesse reclamar ali. Apesar que adoraria ter dado um tiro na cabeça do homem que apontara a arma para a Nymeria.


- A espadachim que vai dormir na minha cama? - Sugeriu ele, com um sorriso safado em seus lábios. Por fim, suspirou, ele não sabia muito bem quais eram os efeitos colaterais do soro do Inverno Soviético, mas para ser mantido em segredo, deveria ser algo verdadeiramente horrível - Eu sei quais sacrifícios eu não quero fazer.

Ele levou sua mão até o lado da cabeça de Nymeria, passando seus dois dedos pela cicatriz na cabeça dela. Sua expressão deixou muito claro o que ele achava daquilo e o que desejava fazer com o pai de Nymeria assim que tivesse a chance de encontrá-lo novamente. Em poucas semanas, Nymeria conquistara a lealdade de Lennart por completo.

- Mas é claro. Eu faço qualquer coisa por você - Ele respondeu, dando um beijo nos lábios de Nymeria.

Ele retirou o pirulito da mão de Nymeria e tirou a embalagem, antes de ele próprio colocar o doce dentro da boca da garota. Tudo isso fazendo uma expressão extremamente maliciosa.


- Um dos vários presentinhos que eu escondi nesse quarto - Ele falou, durante todo o processo - E eu vou estar lá quando você fizer isso.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Nymeria Lindberg
Estudante
Estudante
avatar

Mensagens : 244
Data de inscrição : 26/09/2017
Idade : 18
Localização : Windfall

Ficha do personagem
HP:
100/100  (100/100)
Itens: Espada

MensagemAssunto: Re: Recanto da Nymeria   Qua Fev 21, 2018 11:20 am

- Hum... isso me soa ótimo... seria um desperdício matá-lo por me trair.

Apesar da familiar ironia presente na frase, a boca de Nym repuxou em um arremedo de sorriso. Ela dava valor àqueles que eram-lhe fiéis, é claro, principalmente porque boa parte da máfia russa estava sob as ordens de seu pai e ficariam a favor dele na primeira oportunidade. Aquela declaração de Lennart fizera-a sentir-se um pouco menos frustrada naquele dia... sim, ele era alguém que valia a pena manter próximo de si. Tanto pela habilidade, quanto como pessoa.

- Levando em consideração que meu quarto está atualmente vazio e crivado de buracos, isso é apenas conveniente. - o rosto dela espelhou por um instante o sorriso malicioso. É claro que, após sua primeira experiência a algumas horas atrás, gostaria de repetir a dose. Mas ela não afirmaria isso tão facilmente, afinal tratava-se de Nymeria Lindberg. Seus olhos piscaram, retornando a uma expressão neutra quanto aos sacrifícios que ele poderia estar falando. - Eu vejo.

A mão dele sobre sua cicatriz lhe deu uma sensação de conforto súbita e agradável. Muito poucas pessoas tinham visto aquela marca, e menos ainda ousaram tocá-la daquela forma. Poderia ser algo bastante simples e difícil de enxergar, mas era claramente a marca de uma bala que pegara mais do que de raspão. Considerar que por muito pouco Nym não tivera o mesmo destino de sua mãe era o mínimo. Ficava claro que Vladimir só não a matara porque queria algo dela. Afinal, ela era sua Herdeira. E junto a Edrik, formava uma dupla extremamente capaz.
É claro que ela só se tornou o que era hoje por conta daquela situação.
"Você é fraca. Você vai morrer e ninguém ligará, e será esquecida tão rapidamente quanto a neve que derrete sob o sol... a menos que tome uma atitude."
As palavras de Vlad naquela noite cavaram lentamente a própria cova dele. Nymeria fora forçada a mudar... mas ela faria-o pagar muito caro por aquilo, levasse o tempo que levasse. E saber que não estava sozinha naquela empreitada era a coisa mais importante que Len já havia feito até então.


- Qualquer coisa mesmo? - ela retribuiu aquele beijo dele, lentamente. Céus... como aquele rapaz beijava bem. Nunca se cansava de sentir seus lábios, fosse em situações mais selvagens, fosse daquele jeito mais contido.

Seus lábios abriram-se para receber o pirulito e Nym chupou-o por alguns segundos, ficando em silêncio contemplativo, o gosto de cereja espalhando-se por suas papilas gustativas. Não saberia dizer quando aquele vício por pirulitos de cereja começaram, apenas sabia que eram gostosos... muito mais gostosos que cigarros, diga-se de passagem.
Muito embora ela já não pudesse reclamar do gosto de Lennart.


- Uh... são tantos assim? - ela fez sua língua mover o palito do doce para o canto esquerdo de sua boca, sua mão boa subindo do saco com gelo para tocar o rosto dele com as pontas dos dedos. - Você tem toda a minha gratidão por isso.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Lennart Eurus
Estudante
Estudante
avatar

Mensagens : 156
Data de inscrição : 25/09/2017
Idade : 18
Localização : Windfall City

Ficha do personagem
HP:
100/100  (100/100)
Itens: Um belo de um arsenal

MensagemAssunto: Re: Recanto da Nymeria   Qua Fev 21, 2018 3:48 pm

- Você pode me matar. Me matar de prazer, é claro.

Nymeria tinha Lennart preso pela coleira, figurativamente falando é claro, ele gostara muito daquela personalidade que ela possuía, assim como gostara dos momentos que passara com ela. Se havia uma coisa que o assassino valorizava era um bom líder, e até o momento Nymeria deveria ser a melhor que ele já encontrara. Haviam vários fatores pelos quais ele se prendia a ela e não a Vlad, que por ordem de compra seria seu verdadeiro mestre. Um deles era o fato de pessoalmente não gostar de Vlad e a história que Nymeria havia lhe contado apenas piorara a visão que o rapaz tinha do mafioso russo e o outro fator era que Nymeria era... Nymeria, ela possuía aquele magnetismo natural que o fazia desejar estar ao lado dela.


- Você vai ter que passar algumas longas noites comigo, até aquele quarto ser consertado - Lennart não só queria repetir aquela dose de Nymeria que tivera, ele queria ela por inteiro. E ter a garota dormindo em seu quarto era mais uma garantia do que ia acontecer, pois ambos possuíam aquela necessidade de ter o outro junto de si - Você é um dos sacrifícios que não estou disposto a fazer, a propósito.

Lennart puxou a cabeça de Nymeria para mais perto de si, enquanto deixava aquela cicatriz exposta apenas para dar um beijo nela. Não era como uma pessoa que beija um machucado dizendo que irá sarar mais rápido assim, era quase como se fosse uma promessa da parte dele. Ferimentos como aquele e os outros que agora cobriam o corpo de Nymeria jamais voltariam a acontecer, ele iria se garantir disso. Apesar da mensagem por trás disso tudo, não era como se o rapaz estivesse perdidamente apaixonado por ela, para fazer um gesto carinhoso daqueles. Não, ainda era cedo para chamar aquilo de amor. Aquilo era... algo. Quem sabe um começo.

- Qualquer coisa. Só precisa pedir e eu faço - Um beijo lento, para contrariar tudo aquilo que fora dito anteriormente. Algo que fazia-o internamente se questionar sobre o que era-lhe permitido sentir. Ele havia matado suas emoções, isso era um requerimento para a sua linha de trabalho. Mas aquela sensação que o queimava por dentro dizia o contrário. Lhe falava que ainda havia algo ali. E que pertencia aquela garota de cabelos prateados e olhos bi-colores - Você quer que eu a lamba novamente? Você pareceu gostar disso da última vez.

Céus, ele podia acender um cigarro naquele momento, afastar toda aquela carga negativa que assolava seu corpo. Mas ele não podia fazer aquilo, não naquele momento pelo menos. Ele tinha que cuidar de Nymeria e ela vinha antes de seus vícios, por mais bons que eles fossem.


- São. Quer que eu lhe conte onde estão, ou minha mestra curiosa quer procurá-los sozinha? - Ele questionou, roçando os nós de seus dedos pelo rosto de Nymeria, um sorriso tranquilo em seus lábios - Não precisa me agradecer. Eu sou seu, esqueceu?
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Nymeria Lindberg
Estudante
Estudante
avatar

Mensagens : 244
Data de inscrição : 26/09/2017
Idade : 18
Localização : Windfall

Ficha do personagem
HP:
100/100  (100/100)
Itens: Espada

MensagemAssunto: Re: Recanto da Nymeria   Qua Mar 28, 2018 3:59 pm

- Vou pensar no seu caso.

Ela disse casualmente, mas era visível um sorriso de canto em seus lábios. Nymeria fazia-se de difícil mais por instinto do que por outra razão, afinal de contas nunca poderia dizer que Len não era bom no que fazia quando estavam entre quatro paredes. Mesmo que tivesse provado tal sensação apenas uma vez, era como se ela tivesse sido gravada a fogo em seu corpo. Inesquecível e algo que fazia-a desejar por mais. Saber que aquela pessoa estava totalmente a sua mercê, que era completamente fiel a ela - mesmo que num quesito mais profissional da palavra - dava-lhe uma satisfação plena. Seu cão jamais morderia sua mão.
E isso bastava, por hora.

- Ossos do ofício. Mas não posso dizer que é uma ideia de todo ruim... - os olhos desiguais dela voltaram-se para ele por um longo momento. Vislumbrá-los por bastante tempo era como afogar-se em gelo e fogo ao mesmo tempo. Os lábios movimentaram-se num sorriso trocista, muito embora houvesse realmente uma sensação de tranquilidade ao redor, apesar de tudo que acabaram de passar. - Oh... meu cão finalmente se apaixonou por mim?

Havia aquele claro tom de brincadeira na voz, aquela provocação óbvia que os dois trocavam desde que ficaram num patamar um pouco maior que estranhos trabalhando juntos. Tornara-se tão natural quanto respirar aquele tipo de provocação. Entretanto, quando foi puxada e teve aquela singela cicatriz beijada por ele, um rubor delicado coloriu as bochechas sempre pálidas. Sua boca curvou-se num sorriso confortável, bem sutil, enquanto a mão boa subia para acariciar de leve o rosto dele. Realmente... havia algo nascendo ali. Crescia com lentidão, mas certamente uma hora tornar-se-ia enorme.

- Vou pensar batsante sobre esse assunto. - o beijo esquentou-a, mandou o frio que sentia momentos antes, devido a fraqueza, e ao cansaço e a perda, embora. Lennart era como uma tocha, ou uma caldeira, derretendo o gelo que havia dentro dela pedacinho por pedacinho. O que ele encontraria abaixo disso tudo, era um mistério, para ambos aparentemente. Mas Nymeria começava a questionar-se se não gostaria de saber o que havia para ser encontrado. Uma risada suave saiu de seus lábios entre aquele beijo longo, devido a frase que ele deixara escapar. - Ah... eu adoraria.

Ela quebrou o beijo de uma maneira igualmente lenta, seus lábios deslocando-se dos dele como se pertencessem aquele lugar e não quisessem sair. A química que eles tinham era tão forte que nublava seus pensamentos de vez em quando. Depois de piscar os olhos algumas vezes, ela respirou profundamente como que para se lembrar do que estava fazendo.

- Deixe-me encontrá-los. A caçada é uma parte interessante sobre descobrir coisas, também. - puxando o palitinho do doce com a mão boa, ela colocou-o na boca de Len e depois tocou os lábios cerrados por conta do pirulito com os seus. - Sim... você é meu.

Uma pausa, e ela levantou-se com certa dificuldade, tendo que segurar a compressa sobre o pulso para que está não caísse. Seu corpo miúdo ficou parado por alguns instantes, enquanto ela fitava a porta do quarto, depois deixando a cabeça pender para um dos lados.

- Eu suponho... que um banho seja bastante importante, agora.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: Recanto da Nymeria   

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Recanto da Nymeria
Voltar ao Topo 
Página 4 de 5Ir à página : Anterior  1, 2, 3, 4, 5  Seguinte

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Windfall City :: Dormitórios :: Dormitório Feminino-
Ir para: