A place so full of mystery is just a puzzle to be solved
 
InícioCalendárioFAQBuscarMembrosGruposRegistrar-seConectar-se

Compartilhe | 
 

 Aposentos da Hanna

Ir em baixo 
Ir à página : Anterior  1, 2, 3, 4  Seguinte
AutorMensagem
Hanna Blackwell
Estudante
Estudante
avatar

Mensagens : 98
Data de inscrição : 06/08/2017
Idade : 18
Localização : Academia Blackwell... não, eu não sou parente do fundador nem nada do tipo.

MensagemAssunto: Re: Aposentos da Hanna   Sex Dez 15, 2017 2:35 pm

- Eu conheci gêmeos que eram iguais até pra pensar, certa vez. Parecia até que eram mutantes como o Professor Xavier e liam a mente um do outro. Super legal. - e la ia ela começando a tagarelar novamente. - Uh, uh, precisamos ter máscaras! Heróis legais sempre usam máscaras!

Dito isso, ela juntou seus polegares com os dedos indicadores, colocando-os em frente ao rosto como se fossem um óculos... ou melhor, uma máscara. Quando abaixou as mãos novamente e começou a cantar, seus olhos se fecharam e uma expressão de pura satisfação surgiu em seu rosto. Não por saber que cantava realmente bem, mas pelo simples prazer de fazê-lo. Quando terminou, reabriu-os e sorriu, passando a mão pela nuca.

- Obrigada! É uma opening de um desenho japonês. Mas acho ela super linda.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Dante Reed
Estudante
Estudante
avatar

Mensagens : 68
Data de inscrição : 05/10/2017
Localização : Windfall

Ficha do personagem
HP:
100/100  (100/100)
Itens:

MensagemAssunto: Re: Aposentos da Hanna   Sex Dez 15, 2017 4:22 pm

- Nunca conheci gêmeos antes. Bom, tirando o Maxwell, mas eu ainda não encontrei o irmão dele - Comentou Dante, um pouco pensativo sobre o que acabara de falar. Será que ele já conhecera o irmão de Maxwell, mas não notara que não era ele? Quem conhecia Nathanael sabia que era possível que ele fizesse isso com Dante - E equipamentos! Não podemos esquecer dos equipamentos. Tipo o Batman!

Todo aquele papo de serem super-heróis provavelmente iria parecer idiotice para quem assistisse aquela conversa, porém no fundo dela havia um motivo real. O desejo de salvar Watson. Ele podia até não ser uma das melhores pessoas do mundo, mas Dante acreditava em segundas chances e faria de tudo para garantir que Maxwell tivesse a sua. Ter Hanna o ajudando apenas facilitava as coisas, já que Maxwell parecia gostar muito da garota.

- É realmente bonita!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Hanna Blackwell
Estudante
Estudante
avatar

Mensagens : 98
Data de inscrição : 06/08/2017
Idade : 18
Localização : Academia Blackwell... não, eu não sou parente do fundador nem nada do tipo.

MensagemAssunto: Re: Aposentos da Hanna   Sex Dez 15, 2017 6:35 pm

- Eles são mais comuns do que a gente pensa. Acredite! Hum, eu também não conheço o irmão dele... mas deve acontecer algo parecido. Me disseram uma vez que ele era um santo. Ou melhor, fazia-se passar por um. - ela coçou a parte de trás da cabeça, como era algo que ouvira de outra pessoa, preferia não entrar muito no assunto. - Uou! Batman é incrível, um dia chegaremos certamente ao nível dele!

Aquele objetivo que ambos tinham em comum seria alcançado de uma forma ou de outra, porque nenhum dos dois estavam dispostos a desistir. Antes, Hanna considerava a promessa que fizera com Robin como motivador, mas no fim ela acabou conhecendo Max e apegando-se a ele, contra todas as probabilidades. Mesmo que não houvesse todos esses motivos, Hanna ainda tentaria ajudá-lo, porque isso fazia parte de sua essência.

- Sim. Talvez seja a letra em latim, eu não sei! Mas soa absolutamente bem, e tem um significado muito profundo.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Dante Reed
Estudante
Estudante
avatar

Mensagens : 68
Data de inscrição : 05/10/2017
Localização : Windfall

Ficha do personagem
HP:
100/100  (100/100)
Itens:

MensagemAssunto: Re: Aposentos da Hanna   Sex Dez 15, 2017 7:13 pm

- E se... nós já tivermos conhecidos o irmão do Max? Mas ele fingiu ser o Max o tempo inteiro? - Questionou Dante, de forma brincalhona erguendo o seu dedo indicador. Claro, aquilo não passava de uma brincadeira, mas a ideia de conversar com quem você pensa ser um amigo sem a pessoa com quem você conversa ser o seu amigo de fato, era algo assustador - Eu tenho certeza de que chegaremos!

Dante, em seu núcleo, era uma pessoa boa e generosa. Mesmo que tivesse sido rechaçado por Maxwell, e que o rapaz afirmasse não querer ele por perto, algo que não acontecera, ele continuaria a  tentar ajudar ele. Dante não desistia facilmente. Principalmente quando havia algo que poderia ser feito, e este algo era ajudar Maxwell a superar o seu passado e mostrar ao mundo a pessoa boa que era. Sim, Dante realmente acreditava que seria capaz de salvar Maxwell.

- É latim sim - Confirmou Dante, com um pequeno sorriso. Que sumiu logo em seguida. Ele não falava latim, nem mesmo tentara aprender a falar a língua-morta, porém compreendera a música. Seu coração começou a bater mais rapidamente, seu corpo inteiro começou a tremer, ele começou a sentir-se desesperado. Estava tendo dificuldades para respirar, por mais que não houvesse nada bloqueando a sua respiração e então, tudo começou a girar. Dante apoiou-se na cama e tentou regular a sua respiração, apenas para falhar. O que diabos estava acontecendo com ele?
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Hanna Blackwell
Estudante
Estudante
avatar

Mensagens : 98
Data de inscrição : 06/08/2017
Idade : 18
Localização : Academia Blackwell... não, eu não sou parente do fundador nem nada do tipo.

MensagemAssunto: Re: Aposentos da Hanna   Ter Dez 19, 2017 1:04 pm

Ela ficou em silêncio raciocinando sobre os questionamentos de Max. Hanna abriu e fechou a boca umas vinte vezes e tombou a cabeça para um dos lados, parecendo totalmente confusa.

- Vou te falar, eu não faço a menor ideia. Será que foi isso mesmo? Eu acho que não. É... é... não foi. Quase certeza!
- ela parecia totalmente alheia com aqueles pensamentos, como se seu cérebro tivesse dado um bug fenomenal. Então, quando ele mencionou chegarem ao nivel do Batman, ela assentiu com a cabeça energicamente. - Seremos incríveis lutadores da esperança! HAHA!

Seu punho socou o ar, ela estava bastante animada novamente, mas então viu Dante começar a tremer e aproximou-se dele, apoiando sua cabeça no colo dela e abanando rapidamente seu rosto. Hanna não possuía ideia muito certa do que fazer quando pessoas tinham ataques ou coisas do tipo, então estava sentindo-se bem perdida.

- Dante?? Dante, você tá legal? Eu vou ligar para a enfermaria!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Dante Reed
Estudante
Estudante
avatar

Mensagens : 68
Data de inscrição : 05/10/2017
Localização : Windfall

Ficha do personagem
HP:
100/100  (100/100)
Itens:

MensagemAssunto: Re: Aposentos da Hanna   Ter Dez 19, 2017 2:02 pm

- Bom, acho que não foi não. Não tem motivo para o irmão dele fingir ser ele - Falou Dante, ele não conhecia Nathanael e não sabia que aquilo era extremamente possível. Não por maldade da parte de Nate, mas sim por ele adorar fazer esses tipos de brincadeiras, apenas para confundir os outros - Sim!

Dante também estava se divertindo com aquela ideia, porém aquele pequeno fragmento de seu passado atingiu-o. Era possível que, no passado perdido de Dante, ele soubera falar Latim, logo reconhecera a música. Isso estava causando um ataque de pânico no garoto, o cérebro dele já não estava mais funcionando da mesma maneira, nomes e palavras aleatórias estavam entrando em sua cabeça, assim como falas de outras pessoas, cujas vozes ele não reconhecia. Então, para piorar a sua situação de vez, uma voz que ele reconhecia invadiu sua cabeça de súbito.

Eu acho que isso vai dar certo, sim. E você, o que acha, Griffin?

- Kawanishi-Noseguchi, Kinunobebashi, Takiyama, Uguisunomori, Tsuzumigataki, Tada, Hirano, Ichinotorii, Uneno, Yamashita, Sasabe, Kofudai, Tokiwadai, Myokenguchi - Começou a falar Dante, de uma maneira acelerada, enquanto se debatia na cama de Hanna. O garoto segurava sua cabeça, enquanto se balançava de um lado para o outro.

A porta do quarto de Hanna se abriu e uma garota entrou, quase saltitando. Antes mesmo que a outra pudesse questionar sobre quem ela era ou o que fazia ali, ela pegou uma seringa e injetou algo na veia de Dante, através de seu braço direito. Passados alguns segundos, Dante começou a respirar mais tranquilamente, aparentemente dormindo.

- Pronto, agora ele deve respirar melhor! Eu disse para eles que seria mais seguro ter alguém vigiando ele, mas nããão! - A garota subiu seu rosto para Hanna, sorridente - Ah, desculpe! Prazer em conhecê-la, meu nome é Sunny!

Sunny:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Hanna Blackwell
Estudante
Estudante
avatar

Mensagens : 98
Data de inscrição : 06/08/2017
Idade : 18
Localização : Academia Blackwell... não, eu não sou parente do fundador nem nada do tipo.

MensagemAssunto: Re: Aposentos da Hanna   Ter Fev 20, 2018 4:31 pm

- Talvez ele seja uma pessoa bastante zoeira? - ela coçou o queixo, imaginando o dito irmão de Max aprontando travessuras com o próprio irmão. A ideia fez com que uma gotinha surgisse em sua cabeça.

Hanna sorrira diante da empolgação de Dante, tão visível quanto a dela própria, mas então o menino começou a passar mau em seus braços. Era natural que a garota ficasse totalmente desesperada com aquilo, ela não entendia quase nada de enfermagem, por mais que gostasse de ajudar os outros. Ela não fazia ideia se aquilo era um ataque epiléptico ou algo nesse nível, mas quando as palavras (ou nomes, ou o que quer que fossem) começaram a jorrar da boca dele, a garota tateou rapidamente o colchão em busca do celular, prestes a ligar pra emergência antes que fosse muito tarde.

Mas então, a outra garota adentrou o aposento. Hanna arregalou os olhos, nunca a vira em toda a sua vida, quem era aquela pessoa? Sua aproximação contra Dante também não pôde ser evitada, afinal tudo ocorrera muito rápido e Hanna não sabia o que fazer: se ajudava Dante, se o protegia da intrusa ou se expulsava a menina - talvez, nem fosse motivo de expulsão. Seus olhos desceram para a seringa que havia sido injetada no garoto e ela fechou a boca, que percebera agora estar aberta. E, só então, conseguiu pensar para formular uma frase decente, enquanto seus braços seguravam-no um pouco mais forte.

- V...você injetou algo para ajudar ele, não é? Eu não sei o que ele tem, o ataque aconteceu do nada e...
- ela engoliu em seco, e, num instinto familiar, estendeu a mão para a garota. - Sou Hanna. Hanna Blackwell.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Dante Reed
Estudante
Estudante
avatar

Mensagens : 68
Data de inscrição : 05/10/2017
Localização : Windfall

Ficha do personagem
HP:
100/100  (100/100)
Itens:

MensagemAssunto: Re: Aposentos da Hanna   Ter Fev 20, 2018 5:11 pm

- Eu não sei porque, mas não consigo imaginar isso - Ele deu uma breve risada com aquilo, a imagem que se formara em sua cabeça era a de Maxwell sendo uma pessoa extremamente brincalhona, ao invés de ser aquela carga de negatividade e tristeza. Por algum motivo isso não parecia certo.

As memórias de Dante estavam voltando, memórias que não deveriam estar ali. Pois Dante havia mudado para o melhor. Tudo voltou para ele, apenas com aquele choque de reconhecer palavras em latim sem nunca ter estudado a língua. Seus tempos passados, todos aqueles anos nos subúrbios de Nova York haviam feito dele uma pessoa horrível, uma pessoa que ele realmente não desejava ser. Porém, não é como se ele tivesse tempo para isso, pois estava entrando em choque com a súbita lembrança.


Sunny fez com que Dante ficasse deitado na cama, certamente com a ajuda de Hanna, e sentou-se na beirada dando alguns tapinhas animados ao lado de si mesma, um convite para que ela também se sentasse ali. Ela guardou aquela seringa no bolso de sua calça, displicentemente, como se aquilo fosse apenas uma coisa normal no seu dia-a-dia.

- Eu sei, eu estava observando você - Disse Sunny, logo em seguida ela coçou sua bochecha - É, isso saiu meio errado. Não é por más intenções não! Era só para garantir que nada acontecesse com você, de novo. Mas, voltando a sua pergunta, sim, essa injeção foi para ajudar ele. Eu estava monitorando vocês e vi o ataque que ele teve, era uma questão de tempo na verdade. As memórias dele devem estar todas voltando agora. Ele não vai ficar feliz em se lembrar que era de uma gangue. E que era um babaca.

Sunny falava muito e falava rápido, logo aquilo seria um pouco difícil para Hanna digerir.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Hanna Blackwell
Estudante
Estudante
avatar

Mensagens : 98
Data de inscrição : 06/08/2017
Idade : 18
Localização : Academia Blackwell... não, eu não sou parente do fundador nem nada do tipo.

MensagemAssunto: Re: Aposentos da Hanna   Ter Fev 27, 2018 5:58 pm

- Eu também não... - compreensivelmente, Hanna Blackwell teve a mesma visão de Dante em sua mente. Eles realmente pensavam de uma forma bastante similar.

Toda aquela situação alegre que os dois estavam tendo mudou tão rápido que deixou Hanna tonta. Ela precisava ser grata a Sunny, afinal de contas não poderia fazer nada para ajudar Dante, independente daquilo que a garota contava, de estar "stalkeando-a" pelo próprio bem dela e que o rapaz outrora fora uma má pessoa, fossem verdade. Mas, é claro, Hanna não acreditava que uma pessoa como ele, que apesar de ter conhecido a poucos minutos já provara ser boa, um dia fizera parte de uma gangue.

- Oh, Deus! Ele vai ficar bem?
- ela não estava preocupada no momento com as memórias de Dante, afinal era muito mais preocupante o seu estado de saúde. Um pouco travada, a garota sentou-se onde era indicado para ela e suspirou. - Eu não queria que esse tipo de coisa acontecesse... se eu não tivesse cantado isso certamente não ocorreria e...

Uma pausa. Como se finalmente a ideia por trás da palavra "gangue" chegasse ao seu cérebro.

- O Dante? Esse Dante? Numa gangue, sendo um babaca? Não pode ser!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Dante Reed
Estudante
Estudante
avatar

Mensagens : 68
Data de inscrição : 05/10/2017
Localização : Windfall

Ficha do personagem
HP:
100/100  (100/100)
Itens:

MensagemAssunto: Re: Aposentos da Hanna   Qua Fev 28, 2018 9:46 pm

- Ah, ele vai ficar bem sim, não se preocupe. Como seu disse, era questão de tempo, então deu para preparar uma vacina para melhorar a situação dele. E não precisa se preocupar com isso, com ou sem você ele ia ter esse ataque - Sunny falava, parecendo uma metralhadora, disparando as palavras em uma velocidade incrível.

De fato, era difícil pensar que Dante, um rapaz tão doce e amável já fizera parte de uma gangue e que fora uma pessoa ruim antes. Era quase como se isso fosse impossível, ele era uma pessoa tão boa, incapaz de ferir ou magoar uma alma viva no planeta Terra, pensar em ele agindo de qualquer maneira que não fosse pelo bem de outra pessoa era algo que simplesmente não cabia na cabeça das pessoas que o conheciam e certamente Hanna pensava assim também. Porém, Sunny assentiu com a última pergunta dela.

- Eu sei, eu sei, parece impossível. Mas aconteceu. O nome dele nem era Dante, acho que era Griffin Walker, algo assim. Enfim, ele era o líder de uma gangue bem pequena, acho que tinha ele e mais uma dez pessoas, mas só três delas realmente importavam. Tinha a Natasha, a Karen e o Alexander. Então, o Griffin agia como se fosse amigo deles, mas ele nunca viu eles como amigos, só como ferramentas para ele subir no mundo do crime. O Alexander, que meio que fundou a gangue junto com ele, nunca soube disso e considerava o Griffin o melhor amigo dele. E a Natasha e a Karen eram apaixonadas por ele, e ele falava que amava elas só para poder fazer sexo com as duas, sem que a outra soubesse. Acabou que uma gangue rival atacou eles e o Alexander morreu no processo, tentando proteger o Griffin, a Natasha e a Karen fizeram o mesmo e ele fugiu, sem nem olhar para trás. Acontece que a Karen sobreviveu e quando descobriu que ele só vinha usando eles, foi atrás dele e atirou nele - Sunny então ergueu seu dedo e colocou-o bem no meio da testa - Bem aqui. Ele sobreviveu, mas perdeu as memórias. Foi aí que o Sigmund achou ele.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Hanna Blackwell
Estudante
Estudante
avatar

Mensagens : 98
Data de inscrição : 06/08/2017
Idade : 18
Localização : Academia Blackwell... não, eu não sou parente do fundador nem nada do tipo.

MensagemAssunto: Re: Aposentos da Hanna   Qua Mar 14, 2018 5:47 pm

- Uma vacina... esse tipo de coisa pode mesmo ser melhorado usando uma vacina?

Apesar de toda a afobação da outra garota e da história de Dante ser contada ela, Hanna estava mais preocupada com o estado dele do que com o que havia feito para terminar naquela situação. De fato, ela temia que aquela medida não fosse o suficiente. Não queria nem imaginar o que aconteceria se Sunny não tivesse chegado. Ela própria não poderia resolver a situação e, fatalmente, aquilo acabaria em tragédia. E Hanna evitava a todo custo que as coisas terminassem mal.

- E... espere! É muita informação pra assimilar!
- ela movimentou freneticamente os braços e engoliu em seco a seguir, tentando entender como uma pessoa como Dante faria tal coisa... bom, a resposta na qual chegara era que ele fora essa pessoa. Não era mais. E isso era um pouco triste, afinal se ele estava lembrando-se de seu passado, isso seria bastante doloroso para tal. - Bom, mas... quem é Sigmund? E onde "vocês" entram nisso? Aliás, quem são "vocês"?
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Dante Reed
Estudante
Estudante
avatar

Mensagens : 68
Data de inscrição : 05/10/2017
Localização : Windfall

Ficha do personagem
HP:
100/100  (100/100)
Itens:

MensagemAssunto: Re: Aposentos da Hanna   Qua Maio 02, 2018 11:34 pm

- Bom, ela foi preparada por alguns cientistas confiáveis e foi feita para minimizar dores de cabeça, então acho que sim. Se o assunto não for computador, eu sou uma negação - Ela disse, dando uma leve risada.

A garota, apesar do estado de Dante ser algo preocupante, parecia estar extremamente tranquila com tudo o que estava ocorrendo, desde o ataque que Reed sofrera até o fato de contar aquele passado sombrio dele. Era como se aquele tipo de coisa fosse comum para ela, e, se Hanna soubesse de onde ela viera, saberia que aquilo de fato era pouco perto do que ela já vira acontecer.

- Bom, vou resumir para você. Ele era um babaca chamado Griffin Walker, manipulou pessoas, levou um tiro na cabeça de uma dessas pessoa manipuladas e perdeu as memórias - Sunny falou, dessa vez de uma maneira um pouco mais devagar do que aquele estilo metralhadora que ela normalmente usava - Sigmund é o pai adotivo do Dante. E bom, eu trabalho para o Sigmund... como é que ele diz... - Ela pareceu tentar lembrar de algo, mas logo estalou seus dedos e sorriu para Hanna, conforme se lembrava - Ele costuma dizer que nós somos '' um grupo de pessoas com boas intenções ''!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Hanna Blackwell
Estudante
Estudante
avatar

Mensagens : 98
Data de inscrição : 06/08/2017
Idade : 18
Localização : Academia Blackwell... não, eu não sou parente do fundador nem nada do tipo.

MensagemAssunto: Re: Aposentos da Hanna   Sex Maio 04, 2018 3:12 pm

- Hummm... - Hanna ainda parecia um pouco descrente, não que desconfia-se da menina que acabara de entrar... só as informações eram um pouco vagas demais. Ela preferiu parar de tentar encontrar uma solução, afinal de contas se dependesse dela própria Dante poderia ter sofrido ainda mais, a garota não possuía meios de cuidar dele. - Tudo bem... deve ser, sim.

Ela não queria questionar a reação daquela menina a tudo que acontecia ali. Hanna tivera sua cota de situações perturbadoras e desesperadoras, talvez fosse por essa razão que ficara tão nervosa. Ter a vida de alguém dependente de si deveria ser algo muito amedrontador.

- C..certo... agora deu pra entender um pouco melhor. É que você fala um pouco rápido demais.
- uma gotinha surgiu em sua cabeça, que em seguida inclinou-se, em dúvida. - Com boas intenções? Nesse caso, vocês são confiáveis. Bastante confiáveis.

Ela deveria saber que definir alguém como confiável apenas porque a pessoa dizia que tinha boas intenções não era muito inteligente. Seus olhos voltaram-se para Dante, e ela suspirou.

- Espero que ele fique bem logo.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Dante Reed
Estudante
Estudante
avatar

Mensagens : 68
Data de inscrição : 05/10/2017
Localização : Windfall

Ficha do personagem
HP:
100/100  (100/100)
Itens:

MensagemAssunto: Re: Aposentos da Hanna   Sex Maio 04, 2018 3:23 pm

Sunny riu mais um pouco com a reação de Hanna, continuando a demonstrar tranquilidade com a situação. Não era como se aquele fosse o verdadeiro fim do mundo, a solução fora entregada e Dante estava se recuperando, logo não havia motivos para maiores preocupações. Bom, pelo menos era assim que Sunny pensava, outra pessoa ali estaria pirando assim como Hanna. Após Hanna falar que Sunny falava rápido demais, a outra garota apenas assentiu. Lhe era dito aquilo constantemente, que ela falava rápido demais, tipo uma metralhadora. Mas ela não conseguia se controlar.

- Sim, somos sim! Estamos trabalhando para o bem de todos - Disse Sunny, sorridente - Ah, ele deve melhorar sim. Só precisa de repouso.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Hanna Blackwell
Estudante
Estudante
avatar

Mensagens : 98
Data de inscrição : 06/08/2017
Idade : 18
Localização : Academia Blackwell... não, eu não sou parente do fundador nem nada do tipo.

MensagemAssunto: Re: Aposentos da Hanna   Sex Maio 04, 2018 10:38 pm

Com a afirmação categorica de Sunny, Hanna pareceu ficar um pouco mais tranquila e seus olhos foram em direção ao garoto que dormia, erguendo a mão para ajeitar alguns dos fios dele sobre sua cabeça. Era um gesto bastante carinhoso vindo de alguém que acabara de conhecê-lo, mas Hanna era assim, uma pessoa doce na grande maioria das sitações, que se preocupava até mesmo com a pessoa que outrora a sequestrara.

- Isso é bom... deve ser muito difícil para ele. Descobrir esse tipo de coisa... eu espero que ele fique realmente bem logo.
- com aquele bem, ela queria dizer emocionalmente, não fisicamente, já que a vacina parecia estar surtindo o efeito desejado. - VocÊs são tipo aquelas organizações dos desenhos animados que promovem a paz e coisas assim?
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Dante Reed
Estudante
Estudante
avatar

Mensagens : 68
Data de inscrição : 05/10/2017
Localização : Windfall

Ficha do personagem
HP:
100/100  (100/100)
Itens:

MensagemAssunto: Re: Aposentos da Hanna   Qua Maio 09, 2018 4:53 pm

- Não sei quanto tempo vai demorar, mas ele deve acordar em algum momento - Falou Sunny.

A próxima pergunta de Hanna a fez rir suavemente. Tanto pela comparação que ela fizera e tanto pelo fato de aquilo estar tão longe da realidade que chegava a doer. Porém ela não estava debochando de Hanna, uma vez que o jeito que Sunny explicara o propósito da Casa fora algo que levaria a essa imagem ser construída. No final das contas não importava muito, já que Hanna não podia saber sobre a realidade da Casa.

- Algo do tipo. Nós ajudamos os locais mais necessitados.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Hanna Blackwell
Estudante
Estudante
avatar

Mensagens : 98
Data de inscrição : 06/08/2017
Idade : 18
Localização : Academia Blackwell... não, eu não sou parente do fundador nem nada do tipo.

MensagemAssunto: Re: Aposentos da Hanna   Qua Maio 09, 2018 9:02 pm

- Tudo bem... eu vou esperar. De qualquer forma ele esta no meu quarto mesmo.

Ela coçou a parte de trás da cabeça, rindo de leve. Sua intenção não era mandar aqueles dois embora, na verdade ela apenas esquecera-se que estava no próprio quarto, visto todas as coisas que acabaram de acontecer.

- Uau, vocês s]ao realmente incríveis!
- os olhos de Hanna brilharam, se ela tivesse noção do que A Casa geralmente fazia, certamente não estaria fazendo aquela expressão encantada.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Dante Reed
Estudante
Estudante
avatar

Mensagens : 68
Data de inscrição : 05/10/2017
Localização : Windfall

Ficha do personagem
HP:
100/100  (100/100)
Itens:

MensagemAssunto: Re: Aposentos da Hanna   Qua Maio 09, 2018 9:38 pm

- Sim, nós somos mesmo - Concordou Sunny, ignorando que deveria mostrar um pouco de humildade.

Em um geral, a Casa criava assassinos e os enviava para máfias e outras instituições criminosas, e algumas governamentais, porém seria tolice dizer que era apenas isso que ela fazia. Também havia criado vários remédios inovadores, vários deles sendo creditados a outros cientistas que nunca chegaram a pensar nas possibilidades que a Casa oferecia. Não só isso, como também criavam pessoas prontas para enfrentar a sociedade, ensinando-as desde os conceitos mais básicos até os mais avançados. Claro, isso não perdoava os experimentos feito em crianças, mas ainda assim era algo a mais que a Casa fazia... e que o mundo mafioso não sabia.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Hanna Blackwell
Estudante
Estudante
avatar

Mensagens : 98
Data de inscrição : 06/08/2017
Idade : 18
Localização : Academia Blackwell... não, eu não sou parente do fundador nem nada do tipo.

MensagemAssunto: Re: Aposentos da Hanna   Qua Maio 16, 2018 1:56 pm

- Estranhamente por esses dias eu estou sempre envolvida com umas organizações estranhas. Pelo menos a de vocês não é ruim.

Hanna suspirou, ela preferia não se lembrar do sequestro que sofrera com Max, e também descobrira por ele que Robin também fazia parte de um tipo de organização, que deveria ter um bom objetivo, mas possuía membros corruptos. Infelizmente, a garota tinha de admitir que havia pessoas com tendências ruins em todo lugar.

- Mas eu acho que vocês não podem dizer muitas coisas para leigos, né? Eu vou parar de perguntar, juro!
- ela abriu as palmas das mãos e suspirou. - Talvez devessemos arranjar algo para nos distrair enquanto Dante não acorda?
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Dante Reed
Estudante
Estudante
avatar

Mensagens : 68
Data de inscrição : 05/10/2017
Localização : Windfall

Ficha do personagem
HP:
100/100  (100/100)
Itens:

MensagemAssunto: Re: Aposentos da Hanna   Qua Maio 16, 2018 2:46 pm

- Organizações? Como assim?

Sunny era naturalmente curiosa, portanto era de seu costume perguntar sempre que tinha uma dúvida sobre algo, mesmo se o assunto fosse algo difícil para a pessoa falar. Era óbvio que Hanna estava falando sobre seu sequestro, algo que Sunny tinha conhecimento de que acontecera, porém ela vira naquilo a oportunidade de saber mais sobre dito sequestro. Se alguma outra informação viesse junto, aquilo seria um bônus.

- Bom, tem certas coisas que eu realmente não posso falar - Sunny apoiou o seu dedo indicador em sua bochecha, parecendo pensativa sobre o que deveria falar para Hanna, mas decidiu que quando menos ela soubesse, melhor seria - E o que tem em mente?
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Hanna Blackwell
Estudante
Estudante
avatar

Mensagens : 98
Data de inscrição : 06/08/2017
Idade : 18
Localização : Academia Blackwell... não, eu não sou parente do fundador nem nada do tipo.

MensagemAssunto: Re: Aposentos da Hanna   Qua Maio 16, 2018 9:00 pm

- Hum... - ela entreabriu os lábios, encolhendo-se um pouco. Amenartas e Lucian, assim como Melissa, a aconselharam a não comentar muito sobre aquele assunto, tanto para colegas quanto para a própria polícia do lugar, que era corrupta. Quanto a organização de Robin, ela parecia-lhe um tanto quanto ilegal e não queria que a menina, que mal ou bem considerara uma amiga, tivesse problemas por conta disso. - Eu... sinto muito, mas acho que não posso falar sobre esses assuntos. Eles são bastante... complicados. Acho que o que posso dizer é que uma está envolvida com obtenção de informação e liberação da mesma para as massas e a outra está causando problemas nessa cidade. Há uma terceira que está tentando resolver as coisas, e ainda muitos outros tipos de pessoas envolvidas.

Ela coçou a parte de trás da nuca, daquele jeito não diria nada que fosse rpoblemático, não era? Hanna não tinha como saber, ela não estava envolvida naquele mundo de máfia, organizações governamentais e crimes. Ela só fora escolhida por estar no lugar errado, na hora errada... muito embora, com sua aparência e considerando os arquivos que haviam na Dark Room, onde fora levada junto com Mel e Max, talvez ocorresse de ser sequestrada mais tarde. E talvez ela não estivesse ali para contar a história.

- Eu entendo.
- Hanna abriu um sorriso tranquilizador, e depois ergueu o dedo indicador, como quem vai sugerir uma ideia. - Não. - abaixou-o de novo, parando para pensar por algum tempo. - Ah! - empolgou-se mais uma vez, mas logo descartou a ideia e suspirou. - Talvez possamos jogar cartas?
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Dante Reed
Estudante
Estudante
avatar

Mensagens : 68
Data de inscrição : 05/10/2017
Localização : Windfall

Ficha do personagem
HP:
100/100  (100/100)
Itens:

MensagemAssunto: Re: Aposentos da Hanna   Qua Maio 16, 2018 10:22 pm

- Ah, sem problema - Sunny sorriu. Ela não esperava ganhar muitas informações dela, mas costumava ser esperançosa, até porque Hanna parecia ser uma pessoa confiável. No final das contas, ela apenas fizera uma pergunta que a outra não poderia responder.

No momento que Hanna sugeriu o jogo, Dante soltou um gemido de dor e Sunny levantou-se em um pulo. Ela ergueu seu polegar para Hanna e saiu do quarto, tão rapidamente quanto entrara e desapareceu pelos corredores, parecendo um raio de tão rápido que se movia. Ela não corria, apenas andava e saltitava com energia. Dante revirou-se na cama de Hanna, ora para um lado, ora para o outro. E então, ele abriu seus olhos, revelando aquela coloração azul. Ele levantou-se e segurou sua têmpora e então voltou seus olhos para Hanna. Ela então poderia notar. Dante estava chorando.

- Eu... - Ele então encolheu-se, afastando-se de Hanna como se ele estivesse contaminado, ficando contra a parede, distante dela.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Hanna Blackwell
Estudante
Estudante
avatar

Mensagens : 98
Data de inscrição : 06/08/2017
Idade : 18
Localização : Academia Blackwell... não, eu não sou parente do fundador nem nada do tipo.

MensagemAssunto: Re: Aposentos da Hanna   Sex Maio 18, 2018 10:13 pm

Quando ambas estavam se entendendo melhor, Suny do nada levantou-se e despediu-se com um gesto, correndo para fora do quarto e possivelmente para o mais longe possível. Hanna ficou pasma por alguns segundos, observando aquela reação adrupta, ainda que bastante condizente, e depois de um tempo voltou seus olhos para Dante. Ele havia acordado de fato, os olhos avermelhados de quem estava chorando. Hanna queria consolá-lo, mas não sabia como começar... não tinha certeza do que dizer para ajudá-lo. Ela era uma pessoa notavelmente positiva, mas algo lhe dizia que apenas palavras bonitas não seriam o suficiente naquela situação.

- Dante...
- ela notou que ele se afastava e aproximou-se novamente, apoiando uma das mãos em seu ombro. Decidiu ir para o assunto mais simples ali, afinal de contas ele estava visivelmente frágil. - Você não precisa fugir de mim, tá? Sua cabeça, ela está melhor?
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Dante Reed
Estudante
Estudante
avatar

Mensagens : 68
Data de inscrição : 05/10/2017
Localização : Windfall

Ficha do personagem
HP:
100/100  (100/100)
Itens:

MensagemAssunto: Re: Aposentos da Hanna   Sex Maio 18, 2018 11:13 pm

- Aaah... - Lágrimas e mais lágrimas escapavam dos olhos de Dante, conforme ele se encolhia ainda mais com o toque de Hanna. Ele não queria aceitar suas memórias, ele não podia aceitar aquelas memórias.

Uma explicação por cima como a de Sunny jamais detalharia como e por que ele o fizera. Griffin Walker fora um verdadeiro monstro e merecia levar aquele tiro na cabeça. E agora, Dante, uma pessoa que estava no mesmo corpo e que algumas pessoas poderiam dizer que era culpado pelos crimes de seu eu passado, estava tendo que lidar com aquilo tudo. Pessoas tão boas, usadas e mortas até o final, sem saber que morriam por uma pessoa que não se importava com elas.


- Eu deveria ter morrido.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Hanna Blackwell
Estudante
Estudante
avatar

Mensagens : 98
Data de inscrição : 06/08/2017
Idade : 18
Localização : Academia Blackwell... não, eu não sou parente do fundador nem nada do tipo.

MensagemAssunto: Re: Aposentos da Hanna   Ter Maio 22, 2018 4:54 pm

- Ah... Não, não, não chore!

Ela passou os braços em volta do corpo dele, sabendo que muito possivelmente o rapaz iria afastar-se de novo. Hanna abraçou-o bem forte, como se nunca mais fosse soltar. Ela não sabia o que dizer para faze-lo sentir melhor, nem todo o seu otimismo poderia ser o suficiente. Mas Hanna tentaria, porque não aguentava ver ninguém sofrer daquele jeito sem fazer nada. E porque acreditava que Dante era uma pessoa realmente boa, apesar de seu passado sombrio.

- Não, você não deveria! Você teve um passado horrível, mas hoje você é uma pessoa melhor! VocÊ teve uma segunda chance, Dante. Não diga que deveria ter morrido ou que quer estar morto, isso é muito, muito triste, e depois vai perceber que se arrepende de ter pensado assim.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: Aposentos da Hanna   

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Aposentos da Hanna
Voltar ao Topo 
Página 3 de 4Ir à página : Anterior  1, 2, 3, 4  Seguinte

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Windfall City :: Dormitórios :: Dormitório Feminino-
Ir para: