A place so full of mystery is just a puzzle to be solved
 
InícioCalendárioFAQBuscarMembrosGruposRegistrar-seConectar-se

Compartilhe | 
 

 Quarto do Maxwell

Ir em baixo 
Ir à página : Anterior  1, 2, 3 ... 8, 9, 10, 11, 12, 13  Seguinte
AutorMensagem
Maxwell Watson
Estudante
Estudante
avatar

Mensagens : 238
Data de inscrição : 27/07/2017
Idade : 18
Localização : Windfall/Helhole

Ficha do personagem
HP:
100/100  (100/100)
Itens:

MensagemAssunto: Re: Quarto do Maxwell   Sex Maio 18, 2018 10:59 pm

Melissa notaria, tanto em seu corpo quanto no corpo de Max, as marcas da noite anterior. Algumas menos a mostra, como as que ela possuía em sua cintura ou as que estavam em seus glúteos. Porém outras apenas destacavam-se, como as que ela possuía em seu pescoço, ou seu braço. Maxwell não ficava atrás em quesito de marcas, também tendo as suas à vista, incapazes de serem escondidas por roupas. E a pior parte, era que ambos lembravam-se de terem feito aquelas marcas.

- Não vou. Não vou - Disse Maxwell, ainda se vestindo e resmungando para si mesmo, em um tom quase que inaudível - Como se eu já não tivesse visto

De fato, aquilo ali era apenas pudor em um lugar no qual, horas atrás, ele não existia. Ainda assim, ambos continuavam extremamente envergonhados. Ele escutou conforme ela o xingava, apenas gesticulando de forma que deixava claro que aqueles flertes de antes haviam sido brincadeiras. E então a barriga dela roncou. Ele pensou em fazer uma piada sobre comida, mas para piadas existem duas coisas: o tema e o tempo. Ele tinha o tema ali. Mas o tempo era péssimo, então deixou passar.

- Quer ir comer algo? - Ele sugeriu, completamente constrangido, até notar que aquela seria uma refeição ainda mais estranha.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Melissa Carter
Estudante
Estudante
avatar

Mensagens : 297
Data de inscrição : 23/07/2017
Idade : 17
Localização : Aqui, Idiota...

Ficha do personagem
HP:
100/100  (100/100)
Itens: Um isqueiro e uma chave inglesa.

MensagemAssunto: Re: Quarto do Maxwell   Sex Maio 18, 2018 11:43 pm

☬ Aquelas marcas... ela conseguia vê-las perfeitamente, cobrindo a pele pálida, tanto a de Max quanto a sua. Mel levou a mão a testa, suas memórias estavam lentamente voltando. Inferno... o que diabos ela estava pensando? Ela dissera tantas coisas que a faziam querer enfiar a cabeça num buraco e nunca mais sair. Ela deixara e fizera com Maxwell outras tantas coisas. ☬

Oh, céus... merda... merda, merda, merda!


☬ O pior de tudo era que ela ainda estava úmida. Praguejando uma dúzia de palavrões como se isso fosse esfriar todo o calor que sentia naquele momento, ela endireitou a jaqueta preta de maneira que tapasse o máximo de marcas possível e lançando um olhar afiado em direção a Maxwell.
Ela ainda estava procurando maneiras de lidar com aquilo sem matar Max no processo.
Não encontrara nenhuma ainda. Além de xingá-lo mais que o habitual. ☬


- Nem ferrando que eu vou... - ela dizia, seria uma refeição bizarra aquela. Mas sua barriga roncou outra vez. Não sabia se era a bebida ou a falta de comida, ela sentia-se realmente fraca. Talvez matar Max não fosse mesmo uma opção, desde o começo. - Er... pode ser.

☬ Sua expressão naquele momento era de alguém que quase estava deprimida demais pra ficar puta. ☬
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Maxwell Watson
Estudante
Estudante
avatar

Mensagens : 238
Data de inscrição : 27/07/2017
Idade : 18
Localização : Windfall/Helhole

Ficha do personagem
HP:
100/100  (100/100)
Itens:

MensagemAssunto: Re: Quarto do Maxwell   Sab Maio 19, 2018 12:31 am

Maxwell estava lidando com a vergonha particularmente bem. Aceitara que havia bebido para caralho e transado com Melissa, uma das únicas amigas que tinha naquele lugar, mas esse tipo de coisa acontece. Eles são adolescentes, estão com os hormônios à flor da pele e a bebida potencializou isso. Por isso transaram tanto, por tantas e tantas horas. Por isso testaram todos os lugares daquele quarto (Maxwell se desgrudou da parede em que estava escorado ao lembrar disso), e por isso eles... céus. Todo esse controle dele fora pelos ares quando ele lembrara de uma única coisa.

Brinquedinho

Puta que pariu.

- Okay. Vamos em um lugar que não seja aqui. É domingo mesmo, deve ter alguns restaurantes ou outros lugares por aí - Maxwell estava fazendo o seu melhor para lidar com aquilo após as memórias - A comida daqui tem ficado ainda mais ruim ultimamente.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Melissa Carter
Estudante
Estudante
avatar

Mensagens : 297
Data de inscrição : 23/07/2017
Idade : 17
Localização : Aqui, Idiota...

Ficha do personagem
HP:
100/100  (100/100)
Itens: Um isqueiro e uma chave inglesa.

MensagemAssunto: Re: Quarto do Maxwell   Ter Maio 22, 2018 10:10 pm

- Eu tenho que concordar, esse cozinheiro é péssimo, se eu comer mais uma daquelas gororobas vou acabar me tornando algum tipo de monstro mutativo bizarro.

☬ Ela ficou de pé, fazendo uma careta de desgosto e afastando desesperadamente as memórias do dia anterior. Sua mão havia tocado a cadeira, a mesma que se sentara no primeiro dia que adentrara o quarto do garoto e, na noite passada, entregara-se a ele. Sua mão também suviu automaticamente, parando sobre a cama. Mais uma vez, Mel praguejou e juntou as mãos atrás de si, lançando um olhar letal para Max no processo. ☬

- Bem... talvez a lanchonete da mãe de uma amiga minha esteja aberta, se não acharmos nenhum lugar mais diferente podemos ir lá mesmo. - da ultima vez que estivera lá, a situção quase acabara numa briga generalisada. Na real, ela preferia nem se lembrar das pessoas que poderia encontrar andando por aquela cidade. Do jeito que estava puta, era capaz de descontar a raiva que sentia no primeiro babaca que aparecesse.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Maxwell Watson
Estudante
Estudante
avatar

Mensagens : 238
Data de inscrição : 27/07/2017
Idade : 18
Localização : Windfall/Helhole

Ficha do personagem
HP:
100/100  (100/100)
Itens:

MensagemAssunto: Re: Quarto do Maxwell   Ter Maio 22, 2018 10:41 pm

Por um momento Max pensou em sugerir que ele cozinhasse algo para Mel, algum dia. Mas aquilo poderia ser levado para o outro lado, tendo em vista que ele planejava dizer '' Quer que eu te dê uma comida um dia desses? '', portanto apenas ficou calado e assentiu. Ele observou as reações de Melissa, dando risada para si mesmo. Se ela estava com nojo daquilo, ela provavelmente teria que ficar pulando, já que estava em cima do tapete no qual haviam transado na noite anterior.

- Pode ser, vamos lá. Te pago algo - Ele ofereceu, jogando uma camiseta para ela. No dia anterior, ele rasgara a dela e ela partira a dele também, portanto ele ficara devendo uma para ela. Puxou a jaqueta que fora arremessada anteriormente por Melissa e vestiu-a, sentindo uma carteira de cigarros no bolso, junto de seu isqueiro. Abriu a porta e saiu do quarto, esperando por Melissa. Antes de fechar a porta, assim que ela saísse, ele teve um vislumbre de duas caixas em cima de sua mesa. Ambas abertas e uma parecia estar vazia.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Melissa Carter
Estudante
Estudante
avatar

Mensagens : 297
Data de inscrição : 23/07/2017
Idade : 17
Localização : Aqui, Idiota...

Ficha do personagem
HP:
100/100  (100/100)
Itens: Um isqueiro e uma chave inglesa.

MensagemAssunto: Re: Quarto do Maxwell   Sex Maio 25, 2018 8:08 pm

☬ Após os eventos que acarretaram na morte de Shadow e da dissolução de sua máfia, havia apenas uma coisa a se fazer, pelo menos aos olhos de Amenartas Tessaro. E essa coisa estava relacionada a beber e comemorar muito. E é claro, arrastar sua informante com ela, já que Lucian estava ocupado com outras coisas. Em verdade, a própria Melissa só dera falta do policial naquele instante, afinal achara que os três iriam ao Va-11 Hall-A Bar juntos. ☬

- Ele está ocupado com outras coisas. Mas não se sinta deixada de lado, Mel, isso é absolutamente normal! ♪
- Eu não dou a mínima, só acho que ele deveria estar aqui mais do que eu.
- De forma alguma. ♪ - Ame fez uma pausa, puxando os cabelos longos bicolores para trás. Ela estava vestindo uma roupa comum dessa vez, uma camiseta, saia, meias 3/4 pretas, uma jaqueta de tom azul marinho e um lenço vermelho amarrado em seu pescoço. - Não fosse por você jamais teriamos chegado a tempo de salvar Hanna ou Max.
- Aquilo foi totalmente uma coincidência. - Mel resmungou. Diferente do habitual, ela trocara a jaqueta preta por um sobretudo bem longo e quente, que acabava prendendo parte de seus cabelos negros dentro dele. As botas de cano alto lhe davam proteção extra contra o ar frio que estava no ar.
- Não importa, não importa! De qualquer forma, hoje é dia de comemorar, então me dei ao luxo de chamar todos aqui. ♪

☬ Melissa fez uma careta, aquele "todos" não parecia-lhe muito tranquilizante. Ela não tinha contato com mais nenhum membro dos Dragões Brancos, fora a própria Ame e Lucian. ☬

- De quem diabos você está falando?
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Maxwell Watson
Estudante
Estudante
avatar

Mensagens : 238
Data de inscrição : 27/07/2017
Idade : 18
Localização : Windfall/Helhole

Ficha do personagem
HP:
100/100  (100/100)
Itens:

MensagemAssunto: Re: Quarto do Maxwell   Sab Maio 26, 2018 12:27 am

Aquele dia em específico estava um pouco frio, mas Maxwell nunca fora um de se importar com o clima. Continuava vestido da mesma maneira de sempre, com uma jaqueta preta por cima de uma camiseta branca, calças jeans claras e um tênis marrom. As mãos dele escondiam-se dentro dos bolsos de sua jaqueta. Ele abriu a porta do bar e entrou, automaticamente sendo lembrado do sequestro que ocorrera. Decidiu deixar o passado de lado e avistou Ame, junto de Melissa. Novamente suas memórias voltaram, de um dia em particular que fora extremamente quente, apesar de ter chovido bastante. Essas memórias ele sabia que não teria como afastar, porém escolheu ignorá-las por enquanto, conforme caminhava na direção das duas, coçando sua nuca no processo.

Pela expressão que carregava em seu rosto, Max não estivera bem nos últimos dias. Tanto o incidente da boate como... Outras coisas, haviam deixado algumas marcas na mente dele. Não estava péssimo, mas claramente não estava bem. Na verdade, não era nenhuma surpresa de que ele estaria ali. Maxwell adorava beber para esquecer seus problemas, não importando quais fossem esses. E também, nos dias que se aproximavam, havia um evento que ele adoraria adiar, porém não teria como. Era sua obrigação, no final das contas.


- Hey - Ele cumprimentou, conforme se aproximava - O que você quis dizer com comemoração? - Ele perguntou, puxando o celular de seu bolso e mostrando uma mensagem que recebera.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Melissa Carter
Estudante
Estudante
avatar

Mensagens : 297
Data de inscrição : 23/07/2017
Idade : 17
Localização : Aqui, Idiota...

Ficha do personagem
HP:
100/100  (100/100)
Itens: Um isqueiro e uma chave inglesa.

MensagemAssunto: Re: Quarto do Maxwell   Ter Maio 29, 2018 3:37 pm

- Ah... é o diabo número 1. - Melissa resmungou, apoiando-se no balcão e acendendo um cigarro. Ame rapidamente tirou-o da mão dela e apagou-o num copo vazio que estava ao seu lado, ganhando um olhar homicida da mais jovem em resposta. - Ei!
- Sabe como é, somos contra drogas e tal, você é um péssimo de um exemplo. ♪
- Essa porra é comercializada em todo canto do país, me dá um tempo.

☬ Ainda assim, melissa não fez questão de pegar outro cigarro, isso porque sabia muito bem que se Amenartas quisesse realmente pará-la, a garota ficaria num grande prejuízo. Como já se metera em problemas demais nos últimos dias, ela preferiu simplesmente deixar aquilo para mais tarde e voltou seus olhos novamente sobre Maxwell. ☬

- Você não soube...? A Máfia de Shadow foi totalmente destruída. É claro que tem uns filhos da puta sobrando por ai, mas traficantes não são nenhuma novidade.
- Como ela disse... - Ame esticou os braços para cima, abrindo um sorriso animado bastante largo. - Junte-se a nós, vamos comemorar mais uma vitória esmagadora!
- Acho mais fácil mudarmos pra uma mesa... - Melissa ergueu o pescoço para tentar achar uma mesa vazia no local, que estava ligeiramente cheio. Com sorte, um grupo grande acabava de levantar-se para ir embora, e a garota saltou da cadeira e ocupou um lugar antes que mais alguém pudesse fazê-lo. - Venham logo!
- Boa escolha, teremos mais convidados afinal! ♪
- Mais ainda? Você arranjou literalmente uma festa ou o que?
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Maxwell Watson
Estudante
Estudante
avatar

Mensagens : 238
Data de inscrição : 27/07/2017
Idade : 18
Localização : Windfall/Helhole

Ficha do personagem
HP:
100/100  (100/100)
Itens:

MensagemAssunto: Re: Quarto do Maxwell   Ter Maio 29, 2018 6:54 pm

- Ah, foi é? - Tão desconexo como antes, quem sabe até mais do que estava a alguns dias atrás. Ele piscou algumas vezes e chacoalhou sua cabeça, viera ali para beber e comemorar a morte de Shadow, portanto não dava para ficar tão para baixo assim. Inspirou profundamente, tentando voltar a si e uma sombra de um sorriso cruzou seus lábios - Isso é bom. Muito bom.

Maxwell foi até dita mesa e sentou-se na cadeira que ficava do lado da janela, apoiando o cotovelo em cima da mesa e usando a mão para encostar seu rosto. Um pouco de vida parecia estar retornando para aquele rapaz, o que era algo bom. Quando Melissa o vira da última vez, ele viera se esforçando muito para não parecer abalado, mas é claro que estava. Ele vira várias pessoas morrerem ao seu redor, tudo por nada. Vira a boate entrar em chamas, quase matara Nathan Prescott e quase morrera no processo também. Finalmente um sorriso apareceu no rosto dele mas era... Diferente dos outros. Ele parecia estar genuinamente feliz de estar ali e Maxwell raramente demonstrava felicidade não importando qual fosse a situação.

- Quantas pessoas chamou? - Ele perguntou, olhando para Amenartas - A primeira rodada é por minha conta.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Melissa Carter
Estudante
Estudante
avatar

Mensagens : 297
Data de inscrição : 23/07/2017
Idade : 17
Localização : Aqui, Idiota...

Ficha do personagem
HP:
100/100  (100/100)
Itens: Um isqueiro e uma chave inglesa.

MensagemAssunto: Re: Quarto do Maxwell   Ter Jun 05, 2018 2:03 pm

- Mostre um pouco mais de empolgação, isso é uma boa notícia, uma ótima notícia na verdade! - Ame deu vários tapinhas nos ombros dele, era peculiar como ela conseguia lidar facilmente com alguém que só vira uma vez na vida. Quando Max pareceu ficar feliz por estar ali, ela mostrou-lhe o polegar levantado. - É isso ai, eu gosto dessa expressão!
- Você está sendo barulhenta como sempre. Nós vamos começar a chamar atenção.

☬ Melissa massageou as têmporas, toda aquela empolgação apesar de ser boa parecia estar mexendo com seus nervos, normalmente fáceis de explodir. Um garçom serviu cervejas para os três, enquanto algumas pessoas que também estavam de olho na mesa xingaram, mas a mulher não lhes deu mais atenção do que um olhar que sugeria "vem aqui tirar de mim, então", antes de recostar-se na cadeira e erguer debilmente a grande caneca. ☬

- É, senhorita festeira, quantas pessoas você chamou?
- O suficiente. ♪ - a mulher mais velha piscou um dos olhos para os dois, enquanto era possível ouvir pessoas novas chegando no bar. - E aparentemente acabaram de chegar. ♪
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Maxwell Watson
Estudante
Estudante
avatar

Mensagens : 238
Data de inscrição : 27/07/2017
Idade : 18
Localização : Windfall/Helhole

Ficha do personagem
HP:
100/100  (100/100)
Itens:

MensagemAssunto: Re: Quarto do Maxwell   Ter Jun 05, 2018 2:53 pm

Ah, Maxwell sabia que aquilo era bom. Excelente na verdade. Finalmente a pessoa por trás dos sequestros e por trás de tudo de macabro que vinha acontecendo naquela cidade havia morrido. Ele preferia que ela tivesse sido presa, mas a opção não havia sido dada para ele. No final das contas, tudo ali acabara bem, finalmente havia espaço para respirar sem medo. Bom, sem muito medo pelo menos. Ainda haviam problemas, mas comparados com Shadow aquilo tudo era algo mínimo. Exceto pelo o que Maxwell temia que estava por vir. Porém, ali era um momento de comemoração, não de somar nas preocupações.

- Eu pensei que você fosse responder isso - Maxwell suspirou, mas conseguiu abrir um pequeno sorriso, pegando a caneca de cerveja que lhe fora entregue e tomou um longo gole, em seguida pediu para o garçom por um copo de uísque, o qual foi trazido logo em seguida. O garçom falou para que Maxwell lhe dissesse quando parar de encher o copo. E quando o mesmo estava prestes a transbordar, o garoto se manifestou - Quando.

Ele abaixou seu rosto e tomou do copo, para tirar o excesso. Em seguida, sem parar de beber, ele segurou o copo e ergueu-o, virando o conteúdo em um único gole. Maxwell estava mal. Muito mal. Ainda havia cerveja em sua caneca, porém algo parecia informar a todos ali que ela voltaria a se encher repetidas vezes.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Dante Reed
Estudante
Estudante
avatar

Mensagens : 114
Data de inscrição : 05/10/2017
Localização : Windfall

Ficha do personagem
HP:
100/100  (100/100)
Itens:

MensagemAssunto: Re: Quarto do Maxwell   Ter Jun 05, 2018 3:21 pm

A porta abriu-se, e Dante Reed foi visto. Ele cobria-se com um enorme sobretudo negro, porém por baixo vestia as mesmas roupas brancas de sempre. Trazia em seu rosto um sorriso gentil e agradável, conforme caminhava na direção do grupo. Trazia consigo também mais uma pessoa, Hanna Blackwell, a quem ele abraçava pelo ombro de uma maneira amigável. Fora em um bar que ela fora sequestrada, até onde ele sabia, portanto não podia deixar que ela fosse sozinha a um lugar daqueles. Ele retirou o dito sobretudo e sentou-se ao lado de Ame deixando o local ao lado de Maxwell para Hanna, ainda mantendo aquele gentil sorriso em seu rosto. Ele puxou a caneca de cerveja de Maxwell, e quando o mesmo tentou pegá-la, Dante deu um leve tapa na mão dele.

- Eu vi o jeito que o senhor estava bebendo quando eu entrei, isso aqui só vai fazer mal para você - Dante mais parecia a mãe dele naquele momento, cuidando para que o rapaz não tivesse uma recaída. Ele voltou-se para Ame - Foi você quem me chamou, não foi? Bom, acho que sei o motivo de nossa comemoração - Ele voltou-se para o garçom e pediu uma porção de batatas fritas, e foi nesse momento que Maxwell puxou a caneca de volta para si e virou tudo em um só gole - Mas você... Quer saber? Beba. Depois não venha me dizer que eu não te avisei.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Hanna Blackwell
Estudante
Estudante
avatar

Mensagens : 133
Data de inscrição : 06/08/2017
Idade : 18
Localização : Academia Blackwell... não, eu não sou parente do fundador nem nada do tipo.

MensagemAssunto: Re: Quarto do Maxwell   Ter Jun 05, 2018 4:34 pm

A cabecinha ruiva de Hanna surgiu junto a de Dante, seus cabelos estavam ondulados no que parecia ser um permanente que milagrosamente sobrevivera a alguns pingos de chuva que começavam a cair. Ela estava bem protegida com um par de tênis sutis, uma calça de moletom justa e uma camiseta branca onde se lia "Idols" estampado em sua frente com várias estrelinhas. Um casaco de pelos salmão estava cobrindo-a por inteiro, principalmente o cabelo.

Aquele lugar fora o mesmo em que Nathan os sequestrara. Ela estava um pouco nervosa com isso, quando recebera o convite para aquele encontro de Amenartas. É claro que ninguém ali tinha dado seu número para ela, com exceção da própria Mel, mas para quem rackeara o sistema de uma bomba, não deveria ser considerado um feito tão absurdo assim. A garota não queria ir sozinha, e como não encontrara nem Max nem a própria Melissa, sua última salvação era Dante. Coincidentemente (ou não) ele fora convidado também. Hanna ficou bastante feliz de vê-lo sorrir normalmente como antes, já que estivera presente quando ele recuperou suas memórias e vira como Dante estava infeliz. Ela queria ter feito mais para ajudá-lo, como ele estava fazendo agora com ela, mas o importante era que o rapaz gentil estava de volta.

- Hum... boa noite, gente!
- ela acenou gentilmente para todos e sentou-se também a mesa, olhando um pouco surpresa para os já presentes. - Vocês estão bebendo cedo assim, não seria melhor terem um pouco de modera...

Antes que terminasse a frase, Max já havia virado a caneca totalmente, e uma gotinha surgiu na cabeça dela.

- Er... talvez não.
- seus olhos claros piscaram, enquanto ela visualizava todos os outros presnetes com curiosidade. - Então... por que estamos aqui mesmo? Não que eu não goste de ficar com vocês, adoro todos, mas bem... falaram algo sobre uma celebração na mensagem.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Melissa Carter
Estudante
Estudante
avatar

Mensagens : 297
Data de inscrição : 23/07/2017
Idade : 17
Localização : Aqui, Idiota...

Ficha do personagem
HP:
100/100  (100/100)
Itens: Um isqueiro e uma chave inglesa.

MensagemAssunto: Re: Quarto do Maxwell   Sex Jun 08, 2018 3:32 pm

- Moderação é pros fracos. - Melissa argumentou, mantendo a caneca erguida e, vendo que Max havia bebido o conteúdo da dele inteiro, dando uma bordoada em sua cabeça com a mão livre. - Pare com essa porra, temos que brindar antes!

☬ Amenartas Tessaro abriu um sorriso empolgado com a chegada dos outros, recontando o básico daquela comemoração, que Shadow havia sido detido e sua máfia desmanchada totalmente. Ela também estava bebendo, muito mais moderadamente que Max ou Melissa, aparentemente. Mas, considerando a personalidade ligeiramente fora do padrão da mulher, isso não queria dizer muita coisa. ☬

- Bem... é um fato que os Lindbergs fizeram a maior parte do trabalho. Isso se tornaria um grande problema, se nossas intensões não fossem as mesmas.

- Hum, algo sobre o tal método? Vocês conseguiram recuperá-lo, de qualquer forma?
- Foi destruído sem deixar rastro. Seria ótimo que o método original também o fosse, mas isso vai durar mais tempo. - Ame soltou um suspiro suave, ela estava obviamente evitando entrar em assuntos mais delicados, justamente por conta da presença de Hanna ali. Erguendo sua própria bebida, ela por fim decidiu fazer o brinde pelo qual Melissa reclamara mais cedo. - À um mundo consideravelmente melhor.
- À uma cidade consideravelmente menos desgraçada. - Melissa por fim tomou um gole da cerveja, fazendo uma careta logo após. - Bem... não deixa de ser alguma coisa, no fim das contas.
- Tudo fica bem quando acaba bem. - Depois de assentir algumas vezes com a cabeça, a mulher voltou seus olhos para os outros presentes novamente. - É claro que de alguma forma todos vocês estão envolvidos,então se tiverem alguma dúvida podem dizer... considerando que não repassem essas informações pra mais ninguém, é claro.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Maxwell Watson
Estudante
Estudante
avatar

Mensagens : 238
Data de inscrição : 27/07/2017
Idade : 18
Localização : Windfall/Helhole

Ficha do personagem
HP:
100/100  (100/100)
Itens:

MensagemAssunto: Re: Quarto do Maxwell   Sex Jun 08, 2018 4:20 pm

Maxwell sabia que Dante iria tentar impedir que ele bebesse demais, o rapaz loiro sabia de seus problemas com o álcool e como isso poderia afetá-lo depois, porém ele apenas deixara de se importar com isso. Se fosse morrer por causa disso, não importava. Os últimos dias não haviam sido nada bons para a mente do rapaz, que já não era uma das mais saudáveis do mundo, ele chegara muito perto de se quebrar por completo, porém sua teimosia era mais forte do que qualquer coisa que já o atingira. Max não queria desistir, não antes de ao menos terminar algo que começara. Ele queria colocar uma de suas obras em algum museu ou exposição de arte. Uma obra em específico.

Seus olhos fecharam-se com o golpe de Melissa, com ele massageando o lugar atingido. Seus olhos encontraram-se com os de Melissa e demoraram-se demais para virar-se para outro lugar. O mesmo garçom de antes voltou com outra caneca e substituiu a de Max, também colocando uma para Dante e Hanna. O rapaz prestava atenção nas palavras que todos ali trocavam, porém não parecia desejar juntar-se à conversa, havia muito passando pela sua cabeça naquele momento. Ergueu sua caneca para a comemoração e murmurou algo inaudível, antes de voltar a tomar da bebida. Metade do conteúdo se fora em um único gole.


- Certo, Shadow morreu. Ninguém viu mais nada de estranho nessa cidade? Tirando os criminosos de sempre, é claro.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Dante Reed
Estudante
Estudante
avatar

Mensagens : 114
Data de inscrição : 05/10/2017
Localização : Windfall

Ficha do personagem
HP:
100/100  (100/100)
Itens:

MensagemAssunto: Re: Quarto do Maxwell   Sex Jun 08, 2018 5:27 pm

Dante olhou para Melissa e então para Ame, conforme a mesma explicava o motivo da comemoração. Era como ele suspeitava. Um de seus costumes como Griffin Walker sempre foi escutar a tudo que era dito perto de si, e ele havia escutado comentários de alguns amigos de seu pai sobre o que havia acontecido, apesar de não entrarem em detalhes, ele sabia que a pessoa que havia sequestrado Max, Mel e Hanna havia sido morta. Aquela cidade suspirava em alívio com isso.

- Á um mundo melhor - Dante ergueu sua caneca, sorridente, para logo em seguida tomar um breve gole. Fazia tempo que não bebia álcool, apesar de ter feito isso de vez em quando como Griffin. Bom, isso era o seu passado e isso não importava naquele momento. O loiro voltou seus olhos para Max e seu sorriso diminuiu um pouco, sua expressão mudando para uma de preocupação - Bom, eu não ouvi falarem nada de diferente.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Hanna Blackwell
Estudante
Estudante
avatar

Mensagens : 133
Data de inscrição : 06/08/2017
Idade : 18
Localização : Academia Blackwell... não, eu não sou parente do fundador nem nada do tipo.

MensagemAssunto: Re: Quarto do Maxwell   Sex Jun 08, 2018 9:38 pm

Hanna ouviu a explicação de Ame com certa apreenção, era um fato que ela não passara muito tranquilamente os últimos dias, por conta do sequestro que sofrera, mas seu positivismo natural dava-a certa tranquilidade. Naturalmente, aquela notícia, de que a pessoa responsável por todo aquele sofrimento havia sido detida (ainda que tenha morrido para isso, o que era um pouco triste), deixou-a um pouquinho animada.

- Isso é ótimo, espero que a cidade fique mais tranquila a partir de agora.
- ela havia aceitado também uma caneca com cerveja, por estar com os amigos não ficou preocupada de ter algo nela. Se Hanna tivesse ido aquele bar sozinha, certamente não estaria assim tão tranquila. - Às pessoas com boas causas.

Os olhos da garota agora estavam focados em Max novamente, ela piscou-os em dúvida, sobre o que ele estaria falando exatamente?

- Eu não reparei nada de diferente. Aconteceu alguma coisa?
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Melissa Carter
Estudante
Estudante
avatar

Mensagens : 297
Data de inscrição : 23/07/2017
Idade : 17
Localização : Aqui, Idiota...

Ficha do personagem
HP:
100/100  (100/100)
Itens: Um isqueiro e uma chave inglesa.

MensagemAssunto: Re: Quarto do Maxwell   Ter Jun 12, 2018 2:58 pm

☬ A troca de olhares entre os dois havia sido bastante peculiar. Melissa não fazia ideia do que estava passando pela mente de Max, mas certamente não deveria ser boa coisa. Ela limitou-se a menear a cabeça quanto a pergunta dele, sem demonstrar a preocupação que sentia. Maxwell Watson não era do tipo que perguntava aquele tipo de coisa por nada... mas, efetivamente, Melissa não se dera conta de nada estranho em Windfall, com exceção do sonho estranho na noite em que ambos transaram. Só de imaginar isso, porém, ela corou e virou a caneca de cerveja, terminando-a apenas em um gole e oferecendo-a para um garçom que passava por ali a enchesse novamente. ☬

- Bem, eu só sei que isso é um adeus a academia, de minha parte.

☬ Diante dos comentários perplexos que seguiriam aquela afirmação, Melissa recostou-se na cadeira e cruzou as pernas, assim como seus braços, desviando o rosto para cima. Ame, que passara um tempo encarando Maxwell depois da pergunta estranha do mesmo, bateu as palmas das mãos comum sorriso vitorioso. ☬

- Afinal, a loja que Melissa vai abrir também se tornará uma de nossas sedes! ♪
- Ei, desde quando eu concordei com isso!?
- Ué mas eu estou te patrocinando...
- Você que quis pagar pelo trabalho que andei fazendo, eu não cobrei coisa nenhuma.
- Ora, admita de uma vez que você gosta da ideia de trabalhar para nós. ♪
- Nem morta, toda vez que me envolvo nesses problemas eu acabo levando um tiro.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Maxwell Watson
Estudante
Estudante
avatar

Mensagens : 238
Data de inscrição : 27/07/2017
Idade : 18
Localização : Windfall/Helhole

Ficha do personagem
HP:
100/100  (100/100)
Itens:

MensagemAssunto: Re: Quarto do Maxwell   Ter Jun 12, 2018 3:44 pm

- Não, não aconteceu nada não. Só perguntando - Ele falou e notou imediatamente que aquilo não seria o suficiente para desviar a atenção de todos ali - É que eu estou levando minha sorte em consideração aqui. Sempre que um problema se resolve, um maior surge no lugar.

Maxwell rezou para que aquilo fosse suficiente, ele claramente não desejava falar sobre aquilo. As suas superstições e as coisas estranhas que andavam acontecendo com ele ficariam melhor em segredo. Não queria envolver ninguém ali em seus problemas, não mais do que já estavam envolvidos, é claro. Ele não ficou surpreso com o que Melissa falou. Sempre tivera a impressão de que ela deixaria aquela Academia em algum momento, mesmo ela nunca tendo lhe falado algo sobre isso.

Ele levantou-se, segurando sua caneca e deu um beijo no topo da cabeça de Hanna, passando por ela e indo em direção a área dos fumantes que havia no bar murmurando algo sobre fumar, porém parou e voltou seu olhar para Mel
- Você vem? - Independente da resposta dela, Maxwell voltou a ir para a área de fumantes, colocando sua caneca em cima de uma mesa que havia ali e puxando um cigarro de sua carteira.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Dante Reed
Estudante
Estudante
avatar

Mensagens : 114
Data de inscrição : 05/10/2017
Localização : Windfall

Ficha do personagem
HP:
100/100  (100/100)
Itens:

MensagemAssunto: Re: Quarto do Maxwell   Ter Jun 12, 2018 3:51 pm

Dante achou o comentário de Maxwell algo suspeito, porém preferiu não pressioná-lo sobre aquilo, não ali pelo menos. Não desejava estragar a comemoração de todos. Levantou-se de sua cadeira e foi até o balcão, buscar a porção de batatas que havia pedido, já que o garçom estava ocupado com outras mesas. Assim que ele pousou as mesmas em cima da mesa, Melissa anunciou que estaria deixando a Academia. Ele ficou surpreso, porém também ficou feliz. Melissa estaria saindo para fazer algo que desejava, algo que gostava. Isso era algo bom para ela.

- Espero que tudo de certo, Mel - Disse Dante, sorrindo para ela e dando um leve puxão na manga de Max, assim que este passou por ele - Não exagere.

Finalmente voltou a se sentar, porém desta vez do lado de Hanna. Ele ainda se sentia meio mal por ter saído de súbito do quarto dela aquele dia, apesar de ter boas justificativas, ele não deixara a garota tentar ajudá-lo. Voltou um sorriso para ela, para mostrar que havia finalmente melhorado, apesar do choque que tivera com suas melhoras.

- Como tem ido as aulas, Hanna? - Perguntou o loiro.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Hanna Blackwell
Estudante
Estudante
avatar

Mensagens : 133
Data de inscrição : 06/08/2017
Idade : 18
Localização : Academia Blackwell... não, eu não sou parente do fundador nem nada do tipo.

MensagemAssunto: Re: Quarto do Maxwell   Ter Jun 12, 2018 5:09 pm

Hanna fez sua mão escorregar do próprio colo para segurar por alguns segundos a de Max, transmitindo um pouco de confiança e tranquilidade. Ela abriu um sorriso amavel para o mesmo e disse, com toda a certeza do mundo (uma certeza errada, mas não tinha como ela saber):

- Não se preocupe, vai ficar tudo bem.

Ela pegou a cerveja e deu um pequeno gole, a garota obviamente estava sendo moderada, o que Max e Mel não conseguiam ser, ou simplesmente estavam estressados demais e precisavam relaxar um pouco, mesmo que fosse na bebida. Seus olhos arregalaram-se um pouco ao ouvir Melissa falar, e ela entreabriu os lábios. Num primeiro momento, a ideia dela deixar a academia parecia muito ruim, mas quando houve aquela pequena discussão entre a garota e Ame, ela entendeu melhor a situação e sorriu também.

- Uau, era isso que você tanto queria, não é verdade? Sua oficina vai ser realmente um sucesso, eu tenho certeza!

Logo após, porém, tanto Max quanto Melissa deixaram a mesa. Ela sorriu amavelmente com o beijo em sua cabeça, e ainda estava sorrindo quando Dante sentou-se novamente, ao seu lado. Ela via nitidamente que o rapaz estava melhor, e por mais que quisesse muito tê-lo ajudado, sabia que ele estar bem era o que realmente importava.

- Ah, eu tive que trabalhar bastante para pegar a matéria atrasada, mas agora estou um pouco mais tranquila. Nós estamos preparando uma apresentação para o festival do mês que vem, vai ser realmente divertido!
- Hanna parecia bastante empolgada falando sobre aquilo. - E quanto às suas?
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Melissa Carter
Estudante
Estudante
avatar

Mensagens : 297
Data de inscrição : 23/07/2017
Idade : 17
Localização : Aqui, Idiota...

Ficha do personagem
HP:
100/100  (100/100)
Itens: Um isqueiro e uma chave inglesa.

MensagemAssunto: Re: Quarto do Maxwell   Ter Jun 12, 2018 7:04 pm

- Pode deixar que eu fico e olho no idiota.

☬ Ela disse, após Dante falar aquilo para Max. Não que Mel estivesse muito em condições de olhar alguém, mas efim... ela estava doida para fumar também, Melissa precisava dar um jeito naquele vício, ele já estava começando a ficar complicado. Talvez diminuir uns cigarros por dia lentamente adiantasse... mas era natural que ela fumasse quando estivesse nervosa ou animada. Ela levantou-se da mesa e fez um aceno em direção aos ocupanes que ficaram. ☬

- Volto já.
- Hummm... - Ame ergueu uma sobrancelha, vendo ambos se afastarem um pouco para o local dos fumantes. - Será que voltam mesmo?

☬ Seus olhos claros foram na direção de Dante e Hanna, enquanto ela tomava mais um gole da cerveja. Amenartas não estava entornando como Mel e Max, mas certamente estava bebendo bastante aos pouquinhos. Sabe-se lá quanto tempo ela e Mel já estavam naquele bar, afinal de contas. ☬

- Pequena Hanna, tão diligente.♪ Fale mais sobre esse festival, talvez eu dê uma passada...


☬ Enquanto Ame demonstrava que tinha muito mais tempo livre do que parecia, Melissa sentou-se ao lado de Maxwell e acendeu um cigarro. O isqueiro que usava era sempre o mesmo, ele perceberia, aquela garota devia apenas enchê-lo sempre. Ela recostou-se no banco e fitou distraidamente as próprias unhas ruídas da mão em que não segurava o cigarro, após lançar fumaça para cima. ☬

- Você está incomodado com alguma coisa hoje, é algo com seu irmão, talvez? - pelo que conhecia de Max, era difícil ter uma ideia clara do que poderia estar incomodando-o. Nathaniel parecia ser a única fonte de divergência, e ela não sabia que ele era no fundo uma boa pessoa, então imaginou que talvez fosse aquilo.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Maxwell Watson
Estudante
Estudante
avatar

Mensagens : 238
Data de inscrição : 27/07/2017
Idade : 18
Localização : Windfall/Helhole

Ficha do personagem
HP:
100/100  (100/100)
Itens:

MensagemAssunto: Re: Quarto do Maxwell   Ter Jun 12, 2018 9:06 pm

- Não, não é com ele não. Eu e ele... Nós nos acertamos já - Nathaniel era um ótimo irmão, um dos melhores que este mundo já vira, não havia distância que este não percorreria para ajudar Max. Incluindo fingir que era um péssimo irmão. Ele tinha medo de que Max fosse rejeitado aonde ia, portanto se esforçava para garantir que, mesmo sendo tratado como lixo, o irmão nunca se sentisse sozinho - Não é nada não. Só não tô conseguindo acreditar que isso tudo acabou.

Ele tragou de seu cigarro, aceso com seu próprio isqueiro e soltou a fumaça no ar. Havia um cinzeiro ali, onde ele pousou o cigarro, passando a mão na caneca que trouxera e tomando um longo gole. Soltou um suspiro de alívio logo em seguida, aquela semana não fizera bem para os seus nervos, com o ataque na boate, os sonhos e eventos estranhos que vinham lhe ocorrendo... Tudo estava somando em um estresse infindável. Mas, naquele momento, ele sentia paz. Poderia até parecer algo simples, mas fumar ao lado de Melissa era algo que lhe acalmava. Ele voltou seu rosto para ela e tirou uma mecha de cabelo dela que caía em frente ao rosto da garota. Um gesto... Estranho, vindo de Maxwell. Porém havia certa paixão por trás dele, algo que Melissa já vira antes no rapaz, naquela noite que ambos partilharam.

- Mel... - Ele chamou, mantendo seus olhos fixos no dela - Vem cá.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Dante Reed
Estudante
Estudante
avatar

Mensagens : 114
Data de inscrição : 05/10/2017
Localização : Windfall

Ficha do personagem
HP:
100/100  (100/100)
Itens:

MensagemAssunto: Re: Quarto do Maxwell   Ter Jun 12, 2018 9:32 pm

- Elas tem ido normalmente - Respondeu Dante, finalmente tomando um gole de sua cerveja, após comer algumas das batatas fritas que pedira. Ele mantinha um olho na bebida e outro nos amigos que estavam na área de fumantes. Ele conseguia vê-los de onde estava, na verdade, a mesa inteira conseguia - Os professores andam meio desmotivados, mas isso nunca foi um problema.

Ele pegou mais uma batatinha, comendo a mesma e voltando o olhar para Hanna. Eles haviam dito um dia que eram como irmãos gêmeos, porém não era bem assim que Dante se sentia quando olhava para ela. A amava, de fato, mas não do jeito que um amigo ama uma amiga. Talvez estivesse apenas confuso com os eventos que haviam acontecido consigo nos últimos dias, portanto decidiu ignorar isso por ora. Na verdade, quando parava para pensar, chegava até ser um pouco engraçado. Como se ele fosse capaz de se apaixonar por alguém, Griffin provara que isso era impossível... Porém, todo o ponto da conversa com Mel não fora para ele notar que não era mais Griffin? Bom, levando tudo isso em conta, não parecia algo impossível. Talvez ele estivesse começando a se apaixonar por Hanna. Porém, tinha vergonha demais para demonstrar isso.

- Esse festival parece legal, como que vai ser?
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Hanna Blackwell
Estudante
Estudante
avatar

Mensagens : 133
Data de inscrição : 06/08/2017
Idade : 18
Localização : Academia Blackwell... não, eu não sou parente do fundador nem nada do tipo.

MensagemAssunto: Re: Quarto do Maxwell   Ter Jun 12, 2018 11:22 pm

- Eles estão desmotivados com a falta de alunos? - Hanna inclinou a cabeça, genuinamente interessada, afinal a garota fazia parte da vertente artística de Blackwell, ela sabia que as outras áreas não tinham muito patrocínio, mas não tinha informações a fundo sobre isso. - Bem, então você tem que se esforçar mais ainda, mas tome cuidado para não ficar cansado demais, tudo bem?

A garota manteve o sorriso dócil, ela parecia um animalzinho fofo e amigável daquela forma. Seu sorriso transpirava confiança, gentileza e amor. Hanna parecia amar tudo a sua volta, o próprio ar que respirava, ela sabia que haviam coisas terríveis no mundo, mas sempre via tudo com ares otimistas. Justamente por isso ela dera o espaço que Dante precisava para superar seu conflito interior, ainda que isso não a agradasse muito. Os olhos cor de mel dela estavam presos nele, tranquilos. Sim, eles disseram que seriam como irmãos, mas... havia algo dentro dela que ficava mais brilhante quando ele estava por perto.

- Obrigada, eu só faço o que posso.
- ela respondeu para Ame, depois batendo as palmas das mãos, parecendo mais empolgada ainda. - Vai ser tipo um festival de talentos, todos os acadêmicos vão participar. Bom, não todos, mas de todas as áreas. Eu juntei algumas meninas para fazermos vários números musicais durante um certo período. Vai ter uma galera da vertente de culinária ajudando com as comidas também.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: Quarto do Maxwell   

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Quarto do Maxwell
Voltar ao Topo 
Página 9 de 13Ir à página : Anterior  1, 2, 3 ... 8, 9, 10, 11, 12, 13  Seguinte
 Tópicos similares
-
» Quarto do Orion
» Quarto de Percy
» A (Quarto Raikage)
» Uma noite como outra qualquer
» Os Quadros Gêmeos (Crônica Oficial)

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Windfall City :: Dormitórios :: Dormitório Masculino-
Ir para: