A place so full of mystery is just a puzzle to be solved
 
InícioCalendárioFAQBuscarMembrosGruposRegistrar-seConectar-se

Compartilhe | 
 

 Pátio

Ir em baixo 
Ir à página : Anterior  1, 2
AutorMensagem
Lennart Eurus
Estudante
Estudante
avatar

Mensagens : 156
Data de inscrição : 25/09/2017
Idade : 18
Localização : Windfall City

Ficha do personagem
HP:
100/100  (100/100)
Itens: Um belo de um arsenal

MensagemAssunto: Re: Pátio   Sex Set 29, 2017 2:15 am

Quando lembrava-se do pai de Nymeria lhe passando aquela missão, proteger sua filha e ficar disfarçado dentro da Academia Blackwell, a expressão de desgosto que se formara no rosto de Lennart era algo a ser notado. Odiou a ideia de ter que ser a babá de alguém, o fato de Nymeria saber se defender era um fator dessa irritação, na opinião do assassino ela não precisava de segurança e sabia que ela compartilhava dita opinião.

- O que a Senhorita mandar - Ele falou, pouco antes de ser puxado para baixo. O que ela fez não adiantou de muito, já que os cabelos de Lennart nunca ficavam arrumados, o assassino não perdia seu tempo ajeitando a sua aparência - De fato, não mudará.

Enquanto ainda havia algo de puro em Nymeria, não havia nada em Lennart que não tivesse sido corrompido e mudado para ser usado como uma arma, um modo para chegar a seus objetivos. Assim eram os ensinamentos da Casa, Eurus deveria ser uma arma humana, alguém feito para cumprir uma missão que lhe fosse passada, não importava o que tivesse que fazer.

- Talvez. Mas não deixa de ser a verdade - Ele abriu um calmo sorriso para ela, claramente cada ação que ele tomava era calculada. Porém havia algo nela que o fazia desejar soltar-se um pouco mais - Muito bem, Nym, irei agir assim. Só não posso garantir quanto a distância, eu tenho que ficar próximo de você.

Lothur realmente gostava de brincar com as pessoas, principalmente com seus superiores. Aquela era sua única falha e fora anotada em sua ficha, ele tirava prazer em manipular e divertir-se com os sentimentos alheios, se ditas pessoas estivessem em uma posição hierárquica superiora, melhor ainda. Por isso aquela última frase saíra com um toque de malícia, assim como o sorriso que agora ele carregava em sua face.

Lennart ria por dentro, na verdade gargalhava. Sua mão direita foi para a cintura de Nymeria para puxá-la para mais perto de si, ainda ajudou-a e impulsionou-a ainda mais para cima. Iniciou-se ali um beijo profundo, do qual Lennart tirou completo e total proveito, deixando sua língua explorar cada canto da boca dela. Então, ele soltou-a para que ela pudesse se afastar, em seu rosto estava um sorriso de quem estava divertindo-se mais do que devia.


- Creio que esteja falando do gosto do cigarro- Sua língua passou por seus lábios, lentamente - Da próxima vez, ele não estará ali para atrapalhar - Ele abaixou seu rosto, ficando perigosamente próximo do de Nymeria, seus lábios quase encostando na orelha dela - Se quiser repetir isso, é só dar a ordem, mestra.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Nymeria Lindberg
Estudante
Estudante
avatar

Mensagens : 244
Data de inscrição : 26/09/2017
Idade : 18
Localização : Windfall

Ficha do personagem
HP:
100/100  (100/100)
Itens: Espada

MensagemAssunto: Re: Pátio   Dom Out 01, 2017 2:03 pm

Aquele entendimento que os dois tinham sobre si mesmos era o pior naquela situação. Justamente por acreditarem nas próprias habilidades e nas do outro, estarem atados por conta de uma relação guarda-costas/senhorita era humilhante. Talvez o pai de Nymeria tivesse levado isso em consideração quando decidiu enviar Lennart com ela. Conhecendo seu progenitor, não duvidava nada. Ele parecia ter prazer em colocar a filha com tendências rebeldes - e patricidas - na linha. Ou tentar, pelo menos.

Nymeria fez uma careta ao notar que sua provocação passara despercebida. Que cãozinho fiel e comportado. Absolutamente bem adestrado. O fato de não conseguir deixá-lo genuinamente incomodado deveria causar-lhe irritação, mas ela estava disposta a ver até onde aquela indiferença iria. Infelizmente para Lennart, a garota podia até não ser uma filhinha mimada de um chefe mafioso, porém conseguia ser implicante como ninguém. Ela infernizaria a vida dele até que só houvesse duas opções: matá-la ou deixá-la em paz.


- Naturalmente algumas verdades são mudadas de acordo com o ângulo de quem as observa. - ela pousou a mão no peito dele e escalou-o com os dedos suavemente. - Ter e querer são dois conceitos diferentes, cuidado para não acabar preso em um deles. Já que estamos fingindo sermos amigáveis, eu deveria te chamar de Len?

O que Lennart não previra era que haveria alguém para jogar em seu nível. Nymeria era diferente da maioria dos outros chefes aos quais ele estava acostumado a zombar ou relacionar-se. Ela usava a mesma moeda para dar o troco. Aqueles dois juntos realmente era uma combinação perigosa... em todos os sentidos.

Aquele fora um beijo quente. Lennart de fato era sedutor e bonito, e sua boca pedia para ser beijada. O que fora uma provocação ameaçou voltar-se contra Nymeria... aquilo fora muito melhor do que esperava, tirando o gosto de cigarro, mas nem em um milhão de anos admitiria aquilo. Nem para si mesma e muito menos para Eurus.


- Que arrogância, não fique se achando tanto assim... - ela ignorou a atração física que sentiu naquele instante e colocou a palma da mão aberta no rosto dele para afastá-lo de si. - Meus padrões são muito elevados, cãozinho.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Lennart Eurus
Estudante
Estudante
avatar

Mensagens : 156
Data de inscrição : 25/09/2017
Idade : 18
Localização : Windfall City

Ficha do personagem
HP:
100/100  (100/100)
Itens: Um belo de um arsenal

MensagemAssunto: Re: Pátio   Dom Out 01, 2017 2:26 pm

Se fosse uma opção, ele simplesmente daria meia volta e deixaria Nymeria sozinha para se virar com os problemas daquela cidade, porém um cão fiel jamais abandona seu dono, logo ele teria que ficar ali, mesmo que contra a sua vontade. Na verdade, achava toda aquela excursão que Nymeria fizera até ali uma perda de tempo total da parte dos dois, ele preferia muito mais estar sendo enviado em missões novamente, disparar sua pistola contra seus inimigos e ver a pilha de corpos apenas aumentar conforme o tempo passava.

Mas como um bom cão de caça, ele iria aonde seu mestre lhe apontasse, abateria os animais cuja morte fosse requerida. Sabia muito bem que Nymeria tentaria fazer da sua vida um inferno na terra, apenas por estar servindo como segurança dela e não dando nenhuma brecha para as provocações da mesma. Porém ela descobriria que ele era tão teimoso quanto ela era, pois acreditava que já havia passado pelo pior momento de sua vida.


- Existem dois tipos de verdade. Aquela que é um fato e a que uma pessoa acredita que é um fato - Ele permaneceu imutável perante as ações de Nymeria, apenas deixou que a mão dela escalasse seu peito - Eu só sou preso na minha coleira, Nym, nada mais consegue me prender. Sinta-se livre para me chamar como quiser.

De fato, ele não conseguira prever que Nymeria Lindberg desceria para o seu nível, mesmo que temporariamente. Porém, não mudava o fato de que aquilo divertia o assassino, ter a filha de seu chefe tão perigosamente próxima de si trazia um novo tipo de excitação para a vida de Lennart. Ele podia apenas imaginar qual seria a reação do pai dela, caso aquilo fosse mais para frente. O perigo era realmente um fator estimulante...

Para a surpresa dele, ela não era ruim. Na verdade, aquilo fora bom, realmente bom. Viu a si mesmo querendo fazer aquele beijo demorar mais alguns segundos, minutos até. Porém afastou aquele pensamento, ele tinha uma sensação que teria mais chances para aquilo no futuro próximo. Mas isso não o impediu de soltar um pequeno som de decepção quando o beijo foi quebrado.


- Eu tenho motivos e motivos para essa arrogância - Ele deixou que ela afastasse seu rosto do dela, porém segurou a mão de Nymeria antes que essa pudesse afastá-la dele, e mordeu levemente o dedo indicador dela, com um olhar em seu rosto que parecia vasculhar cada canto da garota - Ah, mas eu tenho certeza que eles são, Nymeria. Creio que nós iremos nos divertir muito.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Nymeria Lindberg
Estudante
Estudante
avatar

Mensagens : 244
Data de inscrição : 26/09/2017
Idade : 18
Localização : Windfall

Ficha do personagem
HP:
100/100  (100/100)
Itens: Espada

MensagemAssunto: Re: Pátio   Ter Out 03, 2017 9:21 pm

Apesar do que todo mundo - inclusive Lennart - pudesse achar, a ida de Nymeria aquele lugar não era tão inútil assim. Os desaparecimentos eram apenas o começo de uma longa lista de eventos que apontavam para o surgimento de outra organização criminosa, cuja qual ninguém sabia nada e era liderada por alguém conhecido apenas como Shadow. Não demoraria para que ele ascendesse o suficiente para estar no nível dos Lindbergs... ou até mesmo dos Darkness, em Los Angeles. Aquilo era algo que não poderia acontecer. E ela não deixaria que acontecesse, nem que tivesse que bancar a detetive e caçar os seguidores do tal Shadow um por um. De dor de cabeça já bastava a máfia de Alessa Darkness.

Ela pretendia desbancar aquele showzinho sozinha, mas tinha que admitir que Lennart seria uma ajuda a mais. Mesmo assim... aqueles dois tinham ideais bem marcados do que era necessário em suas vidas... e o outro não estava envolvido nessa equação. É claro que seria mais fácil se ambos aceitassem seus devidos lugares como protetor e protegida, mas a teimosia de ambos estava no mesmo patamar.


- Em um mundo de mentirosos, me surpreendo que ainda aja um conceito como "a verdade". - os dedos dela escalaram um pouco mais até que chegassem ao pescoço de Lennart, fechando-se ao redor dele. - Você não tem medo que acabe sufocado por ela? - apesar de parecer estrangulá-lo, Nym não estava fazendo força alguma. - Vou chama-lo de "L" então... como o detetive de um anime famoso.

Se Nym já era uma placa de aviso por si só, envolver-se com ela era ainda mais perigoso. Certamente o pai dela e chefe dele não gostaria de saber que o guarda costas estava se engraçando para o lado de sua herdeira ou vice-versa. Era uma questão de princípios... De diferenças entre posições e colocar-se no seu devido lugar. Mas Nym não dava a mínima para o que seu pai achava, com exceção dos negócios. Quanto a Lennart... difícil saber.
Ela passou a lingua pelos lábios discretamente e recolocou o pirulito de cereja na boca. Se tirasse aquele gosto de seu paladar, seria mais difícil ficar tentada a repetir a dose. Espere um minuto... por que diabos ela estava considerando aquilo?


- Eu vejo. Aposto que esses motivos tem nomes também... isso é, se você consegue guardar nomes quando está pensando com outra parte do corpo. - ela abriu um sorriso ácido, percebendo que ele segurara sua mão. Um arrepio percorreu sua espinha com aquela mordida, por mais simples que fosse... mas é claro, havia o olhar dele, queimando sobre o dela. - Eu estou contando com isso. Já que está tão confortavelmente com meu dedo em sua boca, deveria mandá-lo se sentar?
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Lennart Eurus
Estudante
Estudante
avatar

Mensagens : 156
Data de inscrição : 25/09/2017
Idade : 18
Localização : Windfall City

Ficha do personagem
HP:
100/100  (100/100)
Itens: Um belo de um arsenal

MensagemAssunto: Re: Pátio   Ter Out 03, 2017 10:11 pm

Lennart sabia bem o que significava a ascensão dessa nova organização liderada por Shadow, porém estava longe de ser um investigador, por mais proficiente que fosse nessa área, ele estava longe de ter a paciência requerida para lidar com aqueles problemas, já que estava tão acostumado a ser enviado como um exército de um homem só. Talvez viesse a apreciar um pouco mais essa área investigativa, porém tinha suas enormes duvidas quanto a isso. Ele fora comprado para seguir ordens, e era isso que faria, independente de gostar delas ou não, portanto se tivesse que proteger Nymeria e ainda seguir as ordens dela, ele o faria. Sabia muito bem que ela possuía conhecimento sobre o Comando. Ela poderia fazê-lo obedecer a qualquer ordem que fosse, desde que falasse '' Eu lhe comando ''. Claro que dita ordem não poderia ser uma que o afastasse completamente dela, já que o pai de Nymeria lhe comandara a ficar perto dela o máximo que pudesse.

Se o Imortal soubesse que ele estava agindo como um mero segurança, provavelmente iria rir da cara de Lennart. Mais uma vez. Para Lennart, desde que tivesse alguém segurando sua coleira e lhe dando ordens de onde ir e o que fazer, ele estava contente, porém ele previa que a maioria das ordens de Nymeria serviriam apenas para afastá-lo por algum tempo, e sabia que de brinde ganharia uma dor de cabeça enorme só por ter de lidar com uma pessoa tão teimosa quanto ela.


- Só porque as pessoas evitam usar a verdade, não quer dizer que ela não existe. Só quer dizer que elas não merecem escutá-la - Era um tanto engraçado ouvir isso vindo de Lennart, cujo codinome era uma outra maneira de falar o nome de Loki, o deus nórdico da mentira. Talvez fosse de se esperar que ele adoraria aquilo - Não - A resposta dele saiu suavemente de seus lábios, era quase uma provocação. Ele pousou suas mãos nos antebraços de Nym e deixou seus dedos deslizarem por ali - Então eu sou um cara pálido, com olheiras e uma paixão por doces? Bom saber.

O que seus mestres pensavam ou deixavam de pensar não era do interesse de Lennart, se aquele pequeno envolvimento lhe trouxesse a fúria de seu mestre, que assim fosse. Lennart era um cão extremamente fiel, porém até mesmo ele tinha seus pequenos momentos de rebeldia. Nem todo cão era capaz de ser silenciado a gritos, afinal de contas. O assassino sabia, desde que havia deixado a Casa, que a sua morte era apenas uma questão de ''quando'' e não de ''se''. Duvidava que o pai de Nymeria fosse misericordioso a ponto de deixá-lo viver, caso descobrisse sobre aquilo, porém, como ele mesmo sabia muito bem, o perigo era estimulante.

- Pra quê eu vou guardar o nome de pessoas inúteis? - Ele notou a pequena reação que o corpo dela tivera e seu sorriso abriu-se um pouco mais, acabou por descobrir que adorava provocá-la daquela maneira, seu olhar apenas se intensificou após aquilo. Ele tirou o dedo dela de sua boca e depositou um pequeno beijo na mão dela - É bom saber que está. Qualquer ordem que você me der, eu vou seguir. Por mais estranhas que elas sejam.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Nymeria Lindberg
Estudante
Estudante
avatar

Mensagens : 244
Data de inscrição : 26/09/2017
Idade : 18
Localização : Windfall

Ficha do personagem
HP:
100/100  (100/100)
Itens: Espada

MensagemAssunto: Re: Pátio   Sex Out 06, 2017 12:33 am

Seu pai - amaldiçoado fosse em todos os níveis possíveis e imagináveis - havia passado-lhe a frase de comando que era necessária para Lennart a obedecesse. Parecia meio estúpido e óbvio, mas as coisas mais bem pensadas não eram assim? Algo que ninguém mais imaginaria, e mesmo que fosse dito sem querer não teria o tom de ordem.

Ela ficou tentada a comandá-lo pegar um galho de árvore que estava ali no chão, só para ver que tipo de resposta iria receber. Aparentemente haviam muitas brincadeiras humilhantes passando por sua cabeça. E quando se tratava de brincadeiras malvadas, Nym era de uma experiência encantadora.


- Acho que merecimento é o termo errado. Você deveria levar em consideração que algumas aguentam a verdade nua e crua e ouros não. Na verdade a maior parte não aguenta. Mas é inútil falar isso com você, deve ser o tipo de pessoa que aguenta qualquer coisa. - os dedos dela massagearam suavemente o pescoço dele, contornando até que chegassem a nuca. - Que animal sem objetivo. - Ela sentiu o toque em seus antebraços. Eles eram claros como a neve e a pele que os revestia era macia, fácil de deslizar. - Exato. Combina com você.

Havia tanta ironia acumulada naquela frase que alguém poderia engasgar-se nela. Já Nym... ela não pretendia levar as coisas longe demais, mas talvez provocar Lennart tornasse seus dias mais interessantes, já que estava ligada forçadamente a ele. E dessa forma irritaria o pai... ela adorava irritar o Chefe dos Lindbergs. Era seu passatempo favorito. E provavelmente não se sentiria culpada se um certo cão fosse morto no processo, embora... seria um desperdício.

Não... o pai cairia pela espada dela. Seria seu último ato de rebeldia. E provavelmente isso aconteceria antes que Lennart fosse chamado de volta. A partir dai, o que acontecesse com o segurança não seria mais da conta dela.


- Eu não sei... é assim que vê todas as mulheres que leva pra sua cama? - Nym estreitou os olhos e suspirou pesadamente. Mesmo o toque dos lábios dele no dorso de sua mão estava causando certa anomalia em seu corpo, normalmente indiferente. A adolescência era realmente uma fase difícil de se lidar, afinal de contas. Os hormônios agitavam-se por qualquer coisinha. - Certo, então sente-se como o bom cãozinho adestrado que é.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Lennart Eurus
Estudante
Estudante
avatar

Mensagens : 156
Data de inscrição : 25/09/2017
Idade : 18
Localização : Windfall City

Ficha do personagem
HP:
100/100  (100/100)
Itens: Um belo de um arsenal

MensagemAssunto: Re: Pátio   Sex Out 06, 2017 12:56 am

A Casa era uma espécie de organização neutra, especializada em juntar crianças e fazer delas os melhores assassinos já vistos, para em seguida vendê-los para aqueles que pagassem o maior preço, por ano pelo menos três assassinos eram formados. Ninguém sabe quais são os testes e possíveis experimentos que são feitos nos assassinos da Casa, os mesmos se recusam a falar até mesmo sob o uso do Comando. O criador deste local, o Imortal, é um homem envolto em mistério, ninguém sabe qual é o seu nome e são poucos que já viram seu rosto.

Lennart sabia muito bem o que poderia ver com o uso que Nymeria faria do Comando, porém tudo o que ele podia fazer era respirar profundamente e aceitar aquilo, afinal ela era a sua mestra e era seu dever servi-la da melhor maneira possível. Por mais ridículas que fossem as ordens, ele iria segui-las.


- Novamente caí sobre mérito. Aqueles merecedores irão escutar a verdade, pois são capazes de suportá-la enquanto os não-merecedores continuarão no escuro. É para isso que eu fui criado, Senhorita, para aguentar tudo - No momento que os dedos dela passaram pela nuca dele, a respiração do assassino vacilou por um momento, nem mesmo ele sabia explicar o porquê de ele ter esse ponto fraco ali, porém ele o possuía - Eu tenho um objetivo. Como já deve saber, o seu objetivo é o meu objetivo. Eu sou a ferramenta perfeita - Suas mãos deslizaram por toda a extensão dos braços de Nymeria e então pararam no rosto dela, ele passou seu polegar pelos lábios da garota, enquanto sorria - Eu não acho que combina, mas pode me chamar assim, se quiser.

Os planos de Lennart para aquela relação que estava tendo com Nymeria eram bem simples, ele iria divertir-se o máximo que pudesse e em seguida se afastaria dela. Sempre era assim e nunca mudaria, ninguém era um ponto fixo em sua vida, nunca houvera uma pessoa que chegara para ficar. Logo, era assim que ele agiria com aquelas provocações da garota, ele brincaria junto e veria até onde ela era capaz de ir.

- Todas as pessoas que eu levo para a cama só estão nela por um motivo: Informações. Ainda há de aparecer uma exceção - Ela poderia notar que ele usara '' pessoas '' ao invés de '' mulheres ''. Aquela era a natureza de Lennart, tudo pela missão, não importava o que fosse necessário fazer, porém não é como se fosse algo que ele em si não gostasse, ele deixara de se importar com coisas como aquela quando deixara a Casa, porém ele por fim suspirou e sentou-se no chão - Devo rolar? Me fingir de morto? Ou quem sabe latir?
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Nymeria Lindberg
Estudante
Estudante
avatar

Mensagens : 244
Data de inscrição : 26/09/2017
Idade : 18
Localização : Windfall

Ficha do personagem
HP:
100/100  (100/100)
Itens: Espada

MensagemAssunto: Re: Pátio   Sex Out 06, 2017 2:06 am

- Tsc... esse tipo de visão me irrita. Mérito é algo difícil de obter... ainda mais difícil de mudar. Não suporto coisas imutáveis. - ela retirou os dedos da nuca, deixando que seus braços caíssem descuidadamente ao lado do ombro. Aparentemente algo que ele dissera irritara-a. Seus cílios sem cor bateram algumas vezes enquanto ela piscava e Nym recuou alguns passos, cruzando os braços em seguida. - Eu não me importo... desde que eu consiga o que eu quero.

Ah, ela se importava sim. Não com ele, especificamente, mas porque acreditava que as pessoas não deveriam seguir levianamente as outras. Pessoas não deveriam ser ferramentas nem se ver como tais. Era essa uma das razões que faziam-na questionar o "reinado" do pai. O apoio a lugares como a Casa... Nymeria não achava aquilo certo, não importava o quanto olhasse. Nym desviou-se de sua abstração quando sentiu as mãos no rosto dela. Quando passaram por seus lábios, a garota entreabriu-os e mordeu o polegar dele. Sem cuidado algum, diga-se de passagem.

- Eu não perguntei o que você acha.

Nym não tinha a menor preocupação em seduzir aquele rapaz, não fosse com segundas intensões, entre elas conseguir uma folga ou outra ou apenas brincar de gato e rato. Era o máximo que se permitiria chegar perto dele. Mais do que isso seria abusar demais da sorte e ficar perigosamente próxima de uma luta em que ambos sairiam muito machucados. Independente de quão fortes eram individualmente.

- Haha... diga-me, quando se trata de homens, você é o ativo ou o passivo? - ela não deixara de lado a correção que Lennart lhe fizera. Havia um misto de curiosidade e zombaria naquela frase. Talvez Nymeria realmente quisesse saber. Por si mesma, a garota não tinha experiência nenhuma... então não tinha como saber qual seria a sensação... de qualquer forma, ela não era um homem. - Latir é uma ótima ideia.

Ela deu uma gargalhada ao vê-lo no chão, dessa vez não foi um riso de sarcasmo ou nada do tipo. Foi uma risada genuína. Nym possuía um tilintar de sinos na garganta quando ria, o que destoava muito de suas atitudes rudes ou caprichosas. Ela controlou-se e estendeu a mão para ajudar Lennart a levantar-se. Talvez fosse um gesto instintivo, ou ela estava um pouquinho menos mal humorada.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Lennart Eurus
Estudante
Estudante
avatar

Mensagens : 156
Data de inscrição : 25/09/2017
Idade : 18
Localização : Windfall City

Ficha do personagem
HP:
100/100  (100/100)
Itens: Um belo de um arsenal

MensagemAssunto: Re: Pátio   Sex Out 06, 2017 2:29 am

- Nada é verdadeiramente imutável, isso eu tenho que admitir. Mas algumas coisas são mais fáceis de se mudar do que outras - Os olhos de Lennart focaram-se no rosto de Nymeria, ele não sabia dizer exatamente o que a irritara, porém ele tinha algumas ideias em mente. Por mais que ela não gostasse daquilo, a natureza de uma pessoa não podia ser facilmente alterada, ele fora feito em uma ferramenta e era isso que ele seria, até o final de sua vida - É para isso que estou aqui, não é?

Lennart não gostava nem desgostava de seguir ordens, porém ser criado na Casa fizera com que ele se tornasse uma ferramenta, não havia como negar isso pois ele vinha agindo como uma desde que se conhecia por gente. Parte da culpa estava no Imortal, ele sabia exatamente o que estava fazendo e era extremamente proficiente em transformar crianças em armas vivas. Lennart aguentou aquela mordida como se não fosse nada, mantendo um sorriso gentil em seu rosto, lentamente ele retirou o dedo do local.

- Vejo que é afiada como a sua espada, Senhorita.

Aquele jogo com o qual eles brincavam era perigoso, principalmente para Lennart. Por mais teimosos e resistentes que fossem, até mesmo aqueles dois possuíam seus limites para o tanto que poderiam aguentar. Por mais que achasse a ideia de envolver-se com Nymeria divertida, ele não era burro o suficiente para não saber o que viria junto com isso. Até mesmo o cão mais adestrado tem seus momentos de rebeldia, ponderou o homem, pois ele queria ver até onde ela aguentava.

- Varia muito, na verdade, depende da outra pessoa - Ele respondeu como se não fosse nada e realmente não era nada para ele. Com quem transava ou deixava de transar era um problema apenas seu, e de seu ponto de vista, que era o de uma ferramente, aquilo era apenas um efeito colateral de servir ao seu mestre - Bom, isso pode ser arranjado.

Ele segurou a mão dela e levantou-se, ficando próximo demais dela. Ele havia dito que teria de ficar perto da garota, porém aquilo era próximo demais, porém não era como se o assassino realmente se importasse. Abaixou seu rosto até seus lábios ficarem próximos da orelha de Nymeria e ali emitiu um baixo latido.

- Devo continuar agindo como um cão? - Ele perguntou, conforme se afastava. Os olhos castanhos dele estavam fixos nos olhos de cores desiguais da garota - Quem sabe eu deva lambê-la agora.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Nymeria Lindberg
Estudante
Estudante
avatar

Mensagens : 244
Data de inscrição : 26/09/2017
Idade : 18
Localização : Windfall

Ficha do personagem
HP:
100/100  (100/100)
Itens: Espada

MensagemAssunto: Re: Pátio   Seg Out 09, 2017 1:13 am

Nym ficou em silêncio, ela não respondeu a nenhuma das duas afirmações. Uma das suas mãos subiu para enrolar uma mecha do cabelo prateado entre o polegar e o indicador, a garota ainda parecia um pouco nervosa. No entanto, agora sua raiva parecia concentrada em outro lugar... ou talvez em outra pessoa. Ela murmurou algo que seria ininteligível para Lennart. Seu dedo ainda estava em sua boca, sendo triturado praticamente, mas aquele cara não parecia sentir nada. Ora essa... ia ser difícil de infernizá-lo daquele jeito, afinal de contas.

- Eu me esforço para ficar devidamente afiada. - Nym abriu um sorriso que tinha algo de sarcástico.

Ela sabia por conta própria o que era estar no limite... embora seu limite de mais nova fosse diferente do que o atual. Na verdade, havia uma diferença gritante. Jurando para si mesma que seria alguém que nunca olharia por trás das costas de outra pessoa, Nymeria Lindberg trilhou seu caminho lentamente, aperfeiçoando sua esgrima, afiando seu conhecimento em venenos e sua própria língua. Tornando-se a Herdeira ideal junto a Edrik, aquela garota chegava lentamente ao seu objetivo. Ela simplesmente não podia por tudo a perder, ainda mais com um joguinho. Por mais que a perspectiva de ver até onde Lennart iria se dê-se corda a ele, Nym não podia desviar-se de seu desejo. Nunca.


- Você é realmente um pé no saco. Vamos, eu não sou uma lady recatada da Inglaterra, você pode entrar em detalhes. - Será que ele falaria? A única coisa certa é que Nymeria conseguia ser muito persistente. E igualmente inconveniente, quando queria.

Antes que pudesse dizer algo mais, Lennart já estava de pé novamente, sua boca muito próxima a orelha. A respiração dele tão próxima de si fez com que ela estremecesse. Mas o latido que veio em seguida, junto aquela frase, fez cada pelinho do corpo dela se eriçar. O compasso da própria respiração dela foi completamente perdido. Ela ficou fora de si por um micro-segundo, no qual o rapaz havia afastado-se novamente e agora olhava em suas íris. Sua retina estava maior que o tamanho normal, um leve rubor colorindo suas bochechas.


- Isso vai depender de onde pretende lamber, mas de qualquer forma não gosto de... baba de cachorro escorrendo na minha pele. Nesse caso, suponho que pode voltar a agir como um segurança pé no saco como antes.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Lennart Eurus
Estudante
Estudante
avatar

Mensagens : 156
Data de inscrição : 25/09/2017
Idade : 18
Localização : Windfall City

Ficha do personagem
HP:
100/100  (100/100)
Itens: Um belo de um arsenal

MensagemAssunto: Re: Pátio   Seg Out 09, 2017 7:25 am

Lennart podia ser um verdadeiro pé no saco em alguns momentos, afinal se tem alguém que conhece emoções como ninguém neste mundo é ele, o rapaz é capaz de dar a tudo e todos uma enorme dor de cabeça quando bem desejar, assim como pode remediar a maioria das situações em que se encontra apenas com suas palavras. Verdade seja dita, aquele que carrega o título de Lothur é uma das pessoas mais versáteis que já existiram, podendo sair por cima de qualquer ocasião por mais pior que esta seja. Porém nem tudo é perfeito. A verdadeira personalidade dele, ou o mais próximo que ele tem de uma, é de um ser egocêntrico e arrogante ao extremo, sendo um cínico perfeito em determinados momentos, tomando também atitudes que podem ser descritas como auto-destrutivas. O fato é que, se existe alguém que traria o fim a este mundo sem nem pensar duas vezes, este era Eurus.

- Ah, eu notei. Essa sua língua afiada faz parte do charme, creio eu.

Aquele rapaz não possuía um desejo próprio, e se de fato o tivesse ele estava perdido no meio de um turbilhão de memórias e emoções que estavam trancafiadas no fundo daquela massa negra que ele chamava de coração. A programação que fora inserida em sua mente pelo Udødelig era tão poderosa e tão profunda que talvez os verdadeiros pensamentos dele nunca fossem ver a luz do dia. Era como ele próprio dissera, os desejos de Nymeria agora eram os seus desejos, pelo menos assim seria enquanto ela segurasse sua coleira. Para Lennart, liberdade era uma piada.

- Você quer saber o quê? Eu já lhe dei a resposta, quer que eu diga como que eu faço? Depende da outra pessoa, Nymeria, eu devo fazer o que ela desejar até obter as informações que quero. Mas se precisar realmente saber, na maioria das vezes eu fui o ativo - Ele não conseguia entender o por que deste interesse súbito.

Um pequeno sorriso convencido surgiu nos lábios de Lennart, na verdade aquele era seu sorriso padrão portanto não deveria ser nenhuma surpresa para Nymeria. Ainda assim, ele gostara de ver a reação que ela tivera, até mesmo a sua Mestra de Gelo tinha seus pontos fracos aqui e ali. Adoraria ver quais seriam os outros pontos fracos dela, e quais seriam as reações que ela teria quando ele os explorasse pela primeira vez, porém decidiu que não ia abusar muito... naquele momento, pelo menos. Os olhos castanhos de Lennart estavam fixos nos olhos de Nymeria, principalmente naquelas pupilas dilatadas. Havia algo naquela reação que chegava a ser saboroso, viciante até, fazendo com que ele desejasse ver cada vez mais daquilo. Lambeu seus lábios lentamente, tinha uma ideia de como iria se divertir daqui pra frente.


- Eu lamberia aonde você desejasse, é claro - Ele deu uma curta risada, escondendo parte dos lábios com os nós de seus dedos - Pois bem, seu desejo é uma ordem, Senhorita.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Nymeria Lindberg
Estudante
Estudante
avatar

Mensagens : 244
Data de inscrição : 26/09/2017
Idade : 18
Localização : Windfall

Ficha do personagem
HP:
100/100  (100/100)
Itens: Espada

MensagemAssunto: Re: Pátio   Ter Out 10, 2017 10:52 pm

Nymeria parecia ser uma pessoa cética e controlada, e na verdade até o era na maior parte das vezes, mas ainda assim carecia de paciência. Essa carência ficava óbvia de vez em quando, dependendo de com quem ela estava tratando no momento. Por um segundo fugaz Lennart poderia notar isso, mas logo a sensação desapareceu novamente. Como já foi dito, aquela garota tinha muito auto-controle.

- É o que dizem. Ela faz um bom par com a minha lâmina.

Por mais que ela odiasse a ideia de ter um guarda-costas e ainda mais um que fora corrompido pelos sócios de seu pai, Nymeria tinha que admitir que aquela fidelidade seria-lhe útil. Era melhor ter um aliado que fizesse o ordenado sem questionar do que um com o qual não tinha confiança. Mesmo assim a garota teimava em questionar-se até onde Lennart iria por ela. Claro, nunca faria aquela pergunta em bom tom... ou faria?
Ela estava quase desafiando-se a testar as reações daquela pessoa a sua frente, embora acreditasse que a maior parte delas seria falsa ou desavergonhada.


- Eu tenho curiosidade, não compartilho dessa mesma experiência que você tem, portanto é sempre interessante recolher informações novas. - Como sempre, Nym não parecia constrangida de admitir - em outras palavras e indiretamente - que era virgem. Ela inclinou momentaneamente a cabeça para um dos lados e continuou as suas perguntas naturalmente desavergonhadas. - Sendo uma ferramenta ou não você deve sentir mais prazer de algumas formas do que de outras, não é?

Nymeria atirou aquele misto de luxúria e insanidade para um cantinho de sua cabeça. Tudo que ela não precisava era de testar suas curiosidades com Lennart Eurus. Muito menos sucumbir por obra de seus próprios hormônios. Ela estreitou os olhos e assumiu aquela máscara entre a indiferença e a provocação.

- Quem sabe eu teste isso quando achar melhor. - ela piscou momentaneamente os olhos, parecendo lembrar-se que a atitude de segurança pé-no-saco era óbvia demais. - Na verdade... voltemos aos bons e velhos colegas de estudo ou sei lá? Amigos, talvez?
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Lennart Eurus
Estudante
Estudante
avatar

Mensagens : 156
Data de inscrição : 25/09/2017
Idade : 18
Localização : Windfall City

Ficha do personagem
HP:
100/100  (100/100)
Itens: Um belo de um arsenal

MensagemAssunto: Re: Pátio   Ter Out 10, 2017 11:12 pm

Aquela falta de paciência que Nymeria tinha era uma que seria futuramente explorada por Lennart, se havia alguém que conseguiria quebrar o auto-controle daquela garota, era ele. Tinha que ser ele, na verdade, pois a partir do momento que ele definira que adoraria ver as mais diferentes reações dela, a honra dele havia sido colocado na linha e ele faria de tudo para ver como ela iria agir quando ele conseguisse. Esperava o pior, como sempre, porém ele sempre enfrentava as piores situações com um sorriso no rosto.

- Ela realmente faz.

Ele adoraria ter feito uma piadinha ali sobre a língua de Nymeria fazer um bom par com a sua própria língua, mas achou que ela seria previsível demais para o seu gosto. Lennart tinha certeza absoluta de que ela questionava-se sobre a sua lealdade, e sabia que isto era apenas natural considerando que seu verdadeiro mestre era o pai dela, porém ele tinha que se lembrar que atualmente a sua coleira estava na mão da garota. Ele sorriu para si mesmo, tecnicamente falando, qualquer ordem dela, não importa o quão maluca fosse, teria que ser acatada e cumprida sem falhas.

- Bom, como eu posso explicar isso? Não que seja complicado, mas é que a maioria das pessoas tende a não entender - Ele falou. Havia ali, outra chance de piada que ele deixara passar, afinal em outra ocasião teria se oferecido para dar dita experiência para Nymeria, porém evitou falar isso - Eu tiro prazer de todas as formas, independente de quais sejam. Fui treinado para isso.

Lennart teria ficado decepcionado por Nymeria não ter ido em frente com seus desejos súbitos, porém era completamente previsível que ela faria isso, afinal sua teimosia era grande demais para o fazer. Contentou-se com a ideia de que teria outras oportunidades para provocá-la, afinal como segurança dela ele deveria ficar próximo da garoto. E ele planejava ficar o mais próximo possível, para que pudesse testar até onde a teimosia dela iria aguentar.


- Me avise quando desejar isso, que eu providenciarei - Dito isso, ele passou a língua por seus lábios novamente enquanto divertia-se com aquela ideia que formava-se em sua cabeça - Ok então, Nym.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Nymeria Lindberg
Estudante
Estudante
avatar

Mensagens : 244
Data de inscrição : 26/09/2017
Idade : 18
Localização : Windfall

Ficha do personagem
HP:
100/100  (100/100)
Itens: Espada

MensagemAssunto: Re: Pátio   Qui Out 12, 2017 10:54 pm

Lennart descobriria que a própria honra seria difícil de manter. Afinal, quando Nymeria percebia alguma coisa que seria direcionada a ela mesma, agia de duas formas: ou fazendo o completo oposto do esperado, ou igualando-se a outra pessoa. E Nym era alguém que não admitia estar abaixo de outrem. Ela andava ao lado ou governava de cima, mas nunca, em hipótese alguma deixava-se ficar numa posição inferior.

- Não tenho mesmo como entender, eu não sou assim tão regrada. Até mesmo o auto-controle tem limite. - Mas quem era ela para dizer-lhe que estava apenas devorando suas próprias asas? Era um argumento inútil. Nym também cansara-se de manter aquela aproximação, não estava dando em nada. Lennart simplesmente não cedia.

Sabiamente tomou uma distância segura. Ter os lábios dele tão perto de sua pele não traria nada de bom... no seu sentido racional, é claro. Se fosse perguntar o mesmo ao seu corpo, ele negaria severamente.

- Providenciará, é claro. Você realmente fará qualquer coisa que eu disser, não é? - a garota cruzou os braços, circundando-o e focando-se em não olhar pro rosto dele ou o movimento que sua lingua fazia ao passar pelos lábios. O pirulito de cereja havia sido totalmente derretido entre sua boca durante a conversa, então ela apaticamente atirou o palitinho na lata de lixo mais próxima, enquanto futucava nos bolsos da jaqueta esperando encontrar mais um. Infelizmente ela gastara seu estoque na viagem de ida para Windfall, quando descobrira que seu pai - apoiado por Edrik - colocaram um segurança em seus calcanhares. Aquilo servira momentaneamente para dissolver sua raiva... momentaneamente. - Tsc.

Ela meramente tirou o casaco e sacudiu-o por via das dúvidas. Dessa forma, a tatuagem em seu braço direito era totalmente visível: um dragão fando a volta em si mesmo, que ia do ombro até o meio de seu antebraço. Não parecia importar-se por deixá-la a vista, no entanto, ela estava mais preocupada com sua falta de pirulitos de cerveja, encarando o chão com um último fio de esperança que logo extinguiu-se completamente.

- Merda.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Lennart Eurus
Estudante
Estudante
avatar

Mensagens : 156
Data de inscrição : 25/09/2017
Idade : 18
Localização : Windfall City

Ficha do personagem
HP:
100/100  (100/100)
Itens: Um belo de um arsenal

MensagemAssunto: Re: Pátio   Qui Out 12, 2017 11:20 pm

Na verdade Lennart não possuía honra alguma, afinal a definição daquela palavra era: Um princípio de comportamento do ser humano que age baseado em valores bondosos. O assassino não tinha nenhum valor bondoso dentro de si, na verdade ele nunca tivera algo do tipo, pois fora criado seguindo valores completamente imorais e anti-éticos. Era a verdadeira escória da sociedade, e sinceramente falando? Ele não se importava nem um pouco com aquilo, até gostava para falar a verdade, havia algo de prazeroso em ir contra tudo o que aquele mundo tinha de bom, alguns poderiam dizer que aquilo era um lado rebelde dele, que desejava ir contra os padrões sociais apenas para provar-se como uma pessoa diferente, ou alguma desculpa tradicional. Não. Lennart gostava daquilo pois sentia que era uma manifestação de tudo que havia de errado naquele mundo, e mantinha sua presença ali apenas para que as pessoas pudessem ver e saborear a escuridão de um submundo repleto de horrores.

- Conforme passarmos tempos juntos, você virá a entender. Na verdade, até deve entender, afinal um dia será a líder dessa família e eu estarei recebendo missões suas, logo é importante que tenha em mente que eu não tenho nenhum código de moral ou ética - Anos atrás, quando ainda estava na Casa, Lennart desistira de voar. Ele não estava comendo suas próprias asas, como Nymeria imaginara, pois elas não estavam ali para isso. Ele havia as arrancado fora e despencara sem controle algum naquela vida de assassino.

Aquela distância que Nymeria tomara gritava uma imensidão de coisas para Lennart, mas a mais importante é que a própria garota parecia estar tomando noção de que seria incapaz de controlar seu próprio corpo por muito tempo, por mais teimosa que Nymeria fosse, todo aquele charme e atração que Lennart exercia apenas por estar presente era tão grande que parecia um buraco negro a sugando cada vez mais perto.


- Desde que não vá contra as minhas ordens originais, sim, farei qualquer coisa - O ênfase que ele colocara naquelas últimas três palavras realmente puxou muito seu sotaque dinamarquês e deixou tantas ideias no ar, que era como se Nymeria pudesse ver as palavras que ele deixara de fora naquela frase.

Vendo ela buscar por seus pirulitos fez com que o assassino desse uma breve risada, antes de enfiar a mão dentro do bolso de sua calça e puxar de dentro dele dois pirulitos idênticos aos de Nymeria, passando um para ela e mantendo o outro para si. Ele tirou o plástico que protegia aquele doce e colocou-o dentro de sua boca, brincando um pouco com o mesmo antes de começar a mordê-lo, Lennart não tinha paciência nenhuma para com aquelas coisas.


- Para tirar o gosto do cigarro.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Nymeria Lindberg
Estudante
Estudante
avatar

Mensagens : 244
Data de inscrição : 26/09/2017
Idade : 18
Localização : Windfall

Ficha do personagem
HP:
100/100  (100/100)
Itens: Espada

MensagemAssunto: Re: Pátio   Dom Out 15, 2017 1:29 am

- E quem te garante que lhe manterei em sua coleira, já não me basta aturá-lo contra a minha vontade aqui? - Nym ergueu uma sobrancelha, ela estava sorrindo um pouquinho de nada, talvez aquilo tenha sido uma frase mordaz qualquer. Tratando-se de Nym poderia ser qualquer coisa, desde uma queixa a apenas uma alfinetada. Ou uma provocação totalmente amigável, também.

A jovem garota de fato era atraída, mas seu auto-controle fora lapidado lentamente, justamente para evitar situações conflitantes do tipo. Faria de tudo e mais um pouco para não cair na lábia daquele assassino... ou levá-lo junto no processo, se tudo o mais falhasse. Ela podia sentir na pele a reação àquelas palavras que o rapaz lhe dissera, a garota limitou-se a abrir um sorriso de canto.


- Colocarei isso em mente, caso eu precise de um pervertido me tocando.

Toda aquela marra desapareceu quando, após descobrir-se sem pirulitos de cereja, Lennart fez dois aparecerem milagrosamente. Os olhos da garota brilharam por um mínimo instante, enquanto ela pegava o que lhe era estendido como se fosse uma criança ganhando um doce. Nym subiu seus olhos para Lennart e ficou novamente na ponta dos pés para dar-lhe um beijo no rosto.

- Que servo prevenido.

Aquela cena poderia quase dar a sensação - não totalmente errônea - que a Princesa Lindberg era subornável com pirulitos de cereja especificamente. Ela desembrulhou o doce e colocou-o na boca com visível satisfação, dando mais alguns passos e recolocando a jaqueta. Dessa forma tomara uma distância pequena de Lennart, o suficiente para que pudesse observá-lo por cima do ombro.

- Por que está parado ai, os dormitórios ficam para cá. Apresse-se! - ainda que aquelas palavras fossem permeadas de certa grosseria, ainda havia um sorriso sutil nos lábios dela quando as disse.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Lennart Eurus
Estudante
Estudante
avatar

Mensagens : 156
Data de inscrição : 25/09/2017
Idade : 18
Localização : Windfall City

Ficha do personagem
HP:
100/100  (100/100)
Itens: Um belo de um arsenal

MensagemAssunto: Re: Pátio   Dom Out 15, 2017 8:05 am

- Você jogaria fora o melhor assassino a já sair da Casa? Você é realmente interessante, a maior parte das outras famílias fariam até o impossível para me ter, e aqui está você, falando que simplesmente tiraria a minha coleira - Lennart deu uma rápida risada logo em seguida, aquilo era um fato incontestável, não era como se a fama dele não tivesse se espalhado como fogo consumindo a palha, o rapaz era extremamente conhecido pelas suas habilidades e por ser o maior prêmio a já deixar as mãos do Imortal - Bom, se você tirasse a minha coleira de mim, eu não sei o que eu faria. Talvez eu ficasse do seu lado, você gostando disso ou não.

Por mais que achasse divertido brincar com Nymeria, ele tinha que dar crédito para ela, não era fácil resistir a todo aquele charme dele, muito menos beijá-lo uma vez e não voltar a fazê-lo na mesma hora. Aquele auto-controle dela era algo realmente digno de elogio, porém a forma de elogiar que Lennart usava era um pouco diferente do comum. Ele iria colocar boa parte de seu esforço para quebrar toda essa resistência que ela colocava, era uma forma que ele encontrava de reconhecer que Nymeria era mais do que uma simples pessoa com a qual ele brincava e manipulava. Poderia até ser dito que era uma forma de respeito, porém Lennart não possuía respeito por nenhum ser vivo, isso era um traço comum entre os assassinos que vinham da Casa, eles raramente demonstravam algum tipo de apreciação por alguém, até mesmo para com seus mestres, eles apenas os viam como pessoas segurando as suas coleiras. Só havia um ser no mundo que os assassinos da casa respeitavam, porém não o consideravam um humano, e sim algo acima. Algo além de um mortal.

- Garanto que não irá se arrepender.

Era até engraçado ver como Nymeria mudava perante ganhar um pirulito, e aquela pequena cena levou o assassino a fazer uma anotação mental de sempre comprar alguns pirulitos para poder aliviar a sua barra, quando precisasse é claro já que não estava nos planos dele irritar a garota. Na verdade, irritá-la estava em seus planos, porém não era algo que Lennart faria constantemente. Ele deixou que aquele pequeno beijo ocorresse, sem tentar nada demais, por mais que tivesse a oportunidade para tal.

- Eu imaginava que os seus pirulitos iam acabar assim que chegasse aqui. Normalmente, as pessoas costumam acariciar seus cachorros, não beijá-los, mas irei aceitar isso.

Lennart conseguia compreender que Nymeria era apaixonada por aqueles pirulitos, ele considerava aquilo uma relação parecida com a que ele tinha com seus cigarros. Não que pudesse ser subornado, aquilo estava completamente fora de questão, ele jamais deixaria de lado qualquer missão sua por uma carteira de cigarros, porém, talvez a Lindberg viesse a notar que com cigarros, Lennart deixava de ser um enorme pé no saco, e tornava-se alguém mais amigável e tolerável. Mesmo que fosse apenas por um curto período de tempo.

- Claro, claro - Ele falou, com um pequeno sorriso em seu rosto enquanto caminhava na direção de Nymeria.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Nymeria Lindberg
Estudante
Estudante
avatar

Mensagens : 244
Data de inscrição : 26/09/2017
Idade : 18
Localização : Windfall

Ficha do personagem
HP:
100/100  (100/100)
Itens: Espada

MensagemAssunto: Re: Pátio   Qua Out 18, 2017 1:18 am

- Eu sou muitas coisas, espero que descubra um pouco delas com o tempo. - Apesar do tom amainado com que disse isso, Nym tinha uma áurea provocativa digna de nota, misturada a algo que poderia ser ameaça, também. - Muito amável da sua parte, mas dispenso. Diria que daria até um lucro maior se voltasse galopando para sua casa e tornar-se o cão de outra pessoa, já que gosta taaaanto de usar coleiras.

Nym tinha que admitir que Lennart era um cara insistente, outra pessoa já teria saído correndo e ligado desesperadamente para o pai dela implorando para deixar o cargo. A pressão da raiva, provocação e perigo de Nymeria era tão grande que, talvez, não houvesse tantas pessoas para ficar no lugar em que estava o assassino naquele momento. Ele era um exemplo de rocha sólida, impossível de mover. teria elogiado-o, se não soubesse que receberia apenas um comentário picante em resposta.

Como o esperado, ela ignorou totalmente o dito que ele acabara de falar, concentrando-se no sabor do doce entre seus dedos. Era uma verdade que ainda podia sentir o gosto do cigarro e da pele do rapaz em seus lábios, mas esperava atentamente que o sabor da cereja logo os apagasse totalmente de seu paladar.


- É porque você é o tipo de cão que caça, não um cachorro doméstico. Então você veria que muita gente beija sim os seus animaizinhos de estimação. Mas se não é de seu agrado, eu evitarei fazê-lo daqui por diante.

É claro que, por toda a viagem que fizeram até ali, Nym reparara na quantidade de cigarros que Lennart fumava tanto quanto ele notara os tantos pirulitos que eram facilmente devorados. Ela cogitara manter também sempre um maço de reserva... apesar de detestar o cheiro (e, agora, o gosto) daquilo, era preferível isso ao assassino que não podia fumar. Ela deu uma última olhada para ter certeza de que o homem ainda estava seguindo-a - infelizmente, como foi capaz de reparar - e seguiu adiante, adentrando o prédio.

Deixando de ser o holofote para os olhos curiosos... e os vigilantes.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Lennart Eurus
Estudante
Estudante
avatar

Mensagens : 156
Data de inscrição : 25/09/2017
Idade : 18
Localização : Windfall City

Ficha do personagem
HP:
100/100  (100/100)
Itens: Um belo de um arsenal

MensagemAssunto: Re: Pátio   Qua Out 18, 2017 3:03 pm

- Eu planejo descobrir todas elas - Ele disse, com um sorriso em seus lábios que sugeria que aquela ponta de ameaça não passara despercebida e que esta o divertia profundamente - Eu creio que você vá mudar de ideia com o tempo. Eu não sou o cão de mais ninguém, a não ser dos Lindberg.

Aquela última frase não era uma para demonstrar sua lealdade para com a família de Nymeria, aquilo era algo que ele não possuía. A sua lealdade estava com aquela série de programas que haviam sido inseridos no fundo de sua mente e o impediam de tomar outro rumo que não fosse aquele que lhe era ordenado. Quando fora vendido, o Imortal havia deixado claro que seus mestres eram os Lindberg e que era a sua missão segui-los até o fim, e era isso que Lennart faria. A configuração que a Casa forçara na cabeça do rapaz era uma complexa demais, e o rapaz era incapaz de explicá-la, o máximo que poderia dizer era que agia por instinto ao seguir as ordens que lhe era dada, como se tivesse nascido para obedecer.

Lennart tirou o palito que estava em sua boca, já que havia triturado o doce com seus dentes e o jogou em uma lata de lixo, enquanto caminhava ao lado de Nymeria. O gosto do cigarro havia saído parcialmente de sua boca, mas não demoraria muito para que voltasse a marcar sua presença ali, devido ao tanto que ele fumava.


- Eu realmente não me importo que você me beije, portanto não se preocupe em continuar.

Havia tanta malícia na voz de Lennart que Nymeria poderia cortá-la com uma faca. Era algo apenas natural do assassino, ele provocava todos aqueles que encontrava e não abria exceção para ninguém, nem mesmo seus chefes. Claro que suas brincadeiras sempre eram acompanhadas de uma leve incógnita, ele poderia estar muito bem levando aquilo para um lado mais pessoal, assim como poderia estar apenas gracejando com seu jogo de palavras, nunca dava para saber bem ao certo.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Beyond Darkness
Estudante
Estudante
avatar

Mensagens : 54
Data de inscrição : 26/09/2017
Idade : 38
Localização : Los Angeles | Windfall

Ficha do personagem
HP:
100/100  (100/100)
Itens: Casull 454 | Jackal

MensagemAssunto: Re: Pátio   Ter Dez 19, 2017 8:26 pm

As janelas dos prédios da Academia próximas do pátio lotaram-se de rostos curiosos. Adolescentes abriram as cortinas simultaneamente, boquiabertos com a visão que enxergaram por trás dos vidros.
Um helicóptero executava um perfeito pouso bem no centro do local, abanando as folhas das árvores e o gramado de forma intensa.
A pequena escadaria para fora do veículo foi exposta e dali desceram uma menina trajando roupas extremamente provocantes por debaixo de um longo sobretudo branco que combinava com um chapéu de puff sobre seus longos cabelos negros. Dois seguranças a acompanharam logo a um passo atrás, aqueles dois Lennart deveria conhecer bem, eram os mesmos que haviam invadido o quarto de Nymeria Lindberg há pouco tempo atrás.

General


Bernardo

- E ENTÃO, LENNART!- a menina gritou, procurando fitar o dono de tal nome naquele ambiente plenamente aberto. Aparentemente, os Darkness não estavam nem aí para descrição. Ou pelo menos Alessa não estava. Se aquele era para ser um encontro discreto justamente pelo local ser público, a menina, como sempre, não tinha o mínimo bom senso.- Me convocaram porque estão prontos para se render? Inteligente! Eu nem cheguei a mandar minhas tropas...  

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Lennart Eurus
Estudante
Estudante
avatar

Mensagens : 156
Data de inscrição : 25/09/2017
Idade : 18
Localização : Windfall City

Ficha do personagem
HP:
100/100  (100/100)
Itens: Um belo de um arsenal

MensagemAssunto: Re: Pátio   Ter Dez 19, 2017 8:37 pm

Lennart não esperava discrição da parte de Alessa, na verdade ficou surpreso por ela não chegar com um tanque naquele local. Ela encontraria um Lennart absolutamente irritado, vestido com um sobretudo marrom e com calças militares camufladas. Suas botas eram negras e perfeitamente arrumadas. Em seu rosto estava um tapa olho metálico.

- Eu duvido que você tenha vindo aqui esperando uma rendição - Falou Lennart, soltando fumaça pela boca e jogando o resto do seu cigarro fora - Acho que vai querer discutir isso dentro do helicóptero. No ar de preferência. Não queremos ninguém escutando, não é?
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Beyond Darkness
Estudante
Estudante
avatar

Mensagens : 54
Data de inscrição : 26/09/2017
Idade : 38
Localização : Los Angeles | Windfall

Ficha do personagem
HP:
100/100  (100/100)
Itens: Casull 454 | Jackal

MensagemAssunto: Re: Pátio   Ter Dez 19, 2017 8:55 pm

- Uhh, realmente, eu sei que vocês são burros demais pra isso!- ela achou graça e quis aproximar-se de Lennart, mas Bernardo prontamente segurou seu braço.- Me largue, cão.
- Mestra, você não dever-...
- Eu te dei permissão pra latir?
- Mas ele é perigo-...
- Masi eli ih pirigosi.- ela sibilou irritantemente, puxando o braço com força, livrando-se dele.- Vou castrar você quando chegarmos em casa!

Fosse lá o que isso significava, Bernardo engoliu em seco e entreolhou-se com General, até que ambos fitaram Lennart como se estivessem prontos para qualquer movimento que ele pudesse tentar contra Alessa.
Aquela tensão violenta realmente era perturbadora. Nymeria não deveria ter que passar por isso e era realmente melhor que fosse Len ali para lidar com a pequena Darkness e sua trupe.
Alessa aproximou-se o suficiente de Lennart para que tocasse o peito dele com a ponta de seu indicador.

- Hmm, você quer voar com a gente? Vai mesmo ficar trancado em uma caixa de metal a mais de 200 metros do chão comigo?
- ela inclinou a cabeça, a ponta dos pés deixando-a minimamente mais alta para que ela chegasse bem, bem perto do rosto de Lennart.- Só se prometer que vou poder ver Eurus.

- Se vamos alçar voô.- fez soar a voz de General.- Você vai ter que tirar esse tapa-olho.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Lennart Eurus
Estudante
Estudante
avatar

Mensagens : 156
Data de inscrição : 25/09/2017
Idade : 18
Localização : Windfall City

Ficha do personagem
HP:
100/100  (100/100)
Itens: Um belo de um arsenal

MensagemAssunto: Re: Pátio   Ter Dez 19, 2017 9:00 pm

- Eu prefiro persistentes - Comentou Lennart, com um pequeno sorriso em seu rosto.

Ele deixou que a garota se aproximasse, seria idiotice fazer algo que pudesse irritá-la e fazer com que aquilo se tornasse mais sangrento do que precisava ser. Na verdade, estava em seus planos sair dali sem precisar derramar sangue, tanto seu quanto dos outros, porém sabia que isso seria quase impossível de ser realizado. No momento que falasse o que planejava falar... céus se aquele ar já estava meio pesado naquele momento, ia apenas piorar depois. Por fim, suspirou, ele tinha que cumprir sua promessa caso contrário não poderia voltar para Nymeria.

- Muito bem, você poderá conversar com o Eurus. Depois - Ele disse, tirando o Solid Eye de seu olho direito - Sem problemas grandão. Mas ele fica comigo. Apego emocional, entende?
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Beyond Darkness
Estudante
Estudante
avatar

Mensagens : 54
Data de inscrição : 26/09/2017
Idade : 38
Localização : Los Angeles | Windfall

Ficha do personagem
HP:
100/100  (100/100)
Itens: Casull 454 | Jackal

MensagemAssunto: Re: Pátio   Qua Dez 20, 2017 2:31 pm

-Persistentes contra a Darkness! Isso conota burrice por si só.- Alessa fez questão de comentar, aproveitando-se da proximidade que estava com Lennart e escorregando o dedo pelo peito dele até seu queixo e dali rodeando seus lábios. Ela piscou os olhos como uma garotinha apaixonada, sorridente ao ouvir as palavras dele.- Ah, sim, Eurus! Mal posso esperar.

Os olhos dela estreitaram de maneira quase ameaçadora no segundo seguinte e ela encarou Lennart com uma aura mais pesada, apoiando-se nos ombros dele, colando os corpos apenas para que ela pudesse olhar por trás dele.

- E aquela sua ratinha albina? Não vai vir mesmo?- sua voz foi sussurrada macabramente no ouvido de Len, enquanto ela mordiscava o lóbulo da orelha dele. Alessa riu, ela pareceu satisfeita por imaginar algo e desprendeu-se do rapaz, chamando-o com o dedo indicador.- Terei você só pra mim! Venha, Lenzinho, venha.

Eles dirigiram-se para o helicóptero, Bernardo soltando um suspiro cansado como ele sempre fazia quando estava em missão ao lado de Alessa, e General não mais protestou sobre o tapa-olho de Lennart, parecia suficiente apenas não ser mais exatamente encarado pelo artefato.

Não demorou para que a aeronave levantasse vôo, deixando para trás todos os adolescentes curiosos. Provavelmente também poupando as vidas deles, porque antes de entrar no helicóptero, General havia feito um movimento com a cabeça para sabe-se lá quem.
Mas lá em cima dos prédios que cercavam o lugar, snipers saíram de suas posições alertas e desistiram de mirar na cabeça do cão dos Lindberg.
Já há muitos pés acima do chão, Alessa sentou-se num dos banquetes da cabine, de frente para Lennart, e seus seguranças logo sentaram-se em ambos seus lados.

- E então, cachorrinho, eu estou morrendo de curiosidade... o que você tem pra mim?
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Lennart Eurus
Estudante
Estudante
avatar

Mensagens : 156
Data de inscrição : 25/09/2017
Idade : 18
Localização : Windfall City

Ficha do personagem
HP:
100/100  (100/100)
Itens: Um belo de um arsenal

MensagemAssunto: Re: Pátio   Qua Dez 20, 2017 6:20 pm

Ele manteve-se reto o tempo inteiro, não reagindo as provocações e palavras de Alessa. Em tempos passados, ele provavelmente teria provocado-a de volta, e quem sabe isso fosse o certo a se fazer, porém ele preferia não abusar disso ali. Até porque, desde que começara a ter um relacionamento mais... picante, com Nymeria, ele acabara por se tornar um pouco mais fiel a ela. E sabia que ela também seria fiel a ele, sempre desviando-se dos rapazes que a importunavam. Fez uma nota mental para lidar com eles depois, não precisava deles incomodando Nymeria a todo momento.

- Não, a senhorita Nymeria tem outros assuntos para cuidar no momento - Ele respondeu, antes de começar a andar calmamente atrás dela até subir no helicóptero.

Lennart estava muito formal naquele momento, diferente de como agia normalmente, repleto de brincadeiras e provocações. Ele sentou-se calmamente e observou enquanto Alessa sentava-se na frente dele. Olhou para seu relógio de pulso e pareceu estar um pouco incomodado. O relógio estava parado. Deu dois rápidos toques nele e o mesmo voltou a funcionar, por mais que estivesse atrasado por um minuto. Ele então olhou para ela.

- O que eu tenho para você é - Ele enfiou a mão dentro do sobretudo, sabia o que aquilo poderia significar porém tudo o que tirou foi uma pequena maleta de metal e colocou-a na frente de Alessa - Isto.

Quando a garota a abrisse, ela poderia ver a Casull de Beyond. O que aquilo significava, já era um tanto óbvio.

- Achei melhor devolvê-la.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: Pátio   

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Pátio
Voltar ao Topo 
Página 2 de 2Ir à página : Anterior  1, 2

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Windfall City :: Dormitórios :: O pátio-
Ir para: