A place so full of mystery is just a puzzle to be solved
 
InícioCalendárioFAQBuscarMembrosGruposRegistrar-seConectar-se

Compartilhe | 
 

 Campo de futebol

Ir em baixo 
Ir à página : 1, 2  Seguinte
AutorMensagem
Admin
Admin
avatar

Mensagens : 48
Data de inscrição : 23/07/2017

MensagemAssunto: Campo de futebol   Dom Jul 23, 2017 10:10 pm




O esporte que projetava os atletas da Blackwell com certeza é futebol, mas qual? O brasileiro ou o americano?
A resposta? Os dois. A quadra era reversível e ficava constantemente mudando para poder abrigar os atletas dos dois esportes de mesmo nome.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://windfall.forumeiros.com
Hanna Blackwell
Estudante
Estudante
avatar

Mensagens : 141
Data de inscrição : 06/08/2017
Idade : 18
Localização : Academia Blackwell... não, eu não sou parente do fundador nem nada do tipo.

MensagemAssunto: Re: Campo de futebol   Dom Fev 18, 2018 7:13 pm

Hanna puxou Maxwell por todo o caminho do quarto dele até os campos, acreditando que aquele lugar ao ar livre seria ideal para relaxarem um pouco. É claro que levara em consideração o tipo de conversa que deveriam ter, então optou por colocar-se nas arquibancadas do campo de futebol junto ao rapaz. Ela sentou-se calmamente, mantendo a saia plizada bem arrumada sobre suas coxas e as habituais mangas cumpridas tampando seus pulsos.

- Ah, a tarde está bastante agradável hoje.
- ela disse, erguendo a cabeça, com um facho de luz solar cruzando seu rosto. Considerando a roupa de manga cumprida que nunca deixava de lado, um dia muito quente seria no mínimo desconfortável, mas aquele não era o caso. - Nós deveríamos jogar basebol. Basebol é bastante divertido.

Mesmo dizendo isso, era claro que sua coordenação motora (ou a falta dela) seriam um desafio enorme em qualquer tipo de jogo, não apenas um que envolvia atirar ou acertar bolas. A garota cruzou as pernas, pensativa, e manteve um sorriso pequeno em seu rosto, enquanto o observava de lado.

- Acho que... precisamos conversar sobre algumas coisas, né?
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Maxwell Watson
Estudante
Estudante
avatar

Mensagens : 257
Data de inscrição : 27/07/2017
Idade : 18
Localização : Windfall/Helhole

Ficha do personagem
HP:
100/100  (100/100)
Itens:

MensagemAssunto: Re: Campo de futebol   Dom Fev 18, 2018 7:40 pm

Max deixou-se ser levado por Hanna, mantendo um sorriso tranquilo em seu rosto. Esse era um efeito que aquela garota tinha, era apenas ela chegar perto de Maxwell que o dia dele instantaneamente melhorava. Era aquele ar gentil e amoroso que ela trazia consigo, fazendo com que qualquer pessoa gostasse da companhia dela. E Deus sabia que Maxwell estava precisando da companhia dela. Por mais que alguns dias atrás ele tivesse tido uma companhia certamente prazerosa, e boa, ele ainda preferia aquela calma que Hanna trazia consigo.

- Sim, ela está linda - Falou Maxwell, sentando-se ao lado de Hanna, conforme o vento passava pelos dois, bagunçando ainda mais os cabelos negros de Maxwell - Você tem certeza? É um esporte meio perigoso. Já viu o peso daquelas bolas? E se pega na cara?


Max não era bom em nenhum tipo de esporte. Uma surpresa, vinda de um rapaz com um corpo tão bem treinado como o dele. Mas se o assunto não fosse luta ou arte, ele era uma verdadeira negação. Não conseguia se dar bem em nenhum tipo de esporte, além de estar sempre  perdido no meio das partidas, sem saber o que fazer. Videogames eram outro assunto, ele era bons nesse, principalmente os de luta.

- Apenas se quiser. Não quero que você fale de algo que ainda a machuca.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Hanna Blackwell
Estudante
Estudante
avatar

Mensagens : 141
Data de inscrição : 06/08/2017
Idade : 18
Localização : Academia Blackwell... não, eu não sou parente do fundador nem nada do tipo.

MensagemAssunto: Re: Campo de futebol   Seg Mar 05, 2018 12:26 pm

Se havia algo que nunca mudava em Hanna Blackwell era aquele ar amoroso. Por pior que fosse a situação, desde que ela decidira por seguir em frente independente das dificuldades, sempre possuía esse ar acolhedor, que chamava as pessoas para o seu redor. Ela sempre fora otimista, salvo em dois momentos, um deles sendo aquele em que Maxwell estava junto. Aquela moça tinha o dom de fazer, na maior parte das vezes, o dia de alguém ficar melhor.

- Hum, eu não sei, só me parece bastante divertido.
- ela bateu as palmas das mãos, uma gota surgindo em sua cabeça logo depois. - Er... eu suponho que deve fazer realmente um estrago. Talvez um jogo mais... inofensivo? - seu dedo indicador elevou-se. - Sempre temos a opção de jogar bolinha de gude.

Hanna só possuía um bom desenvolvimento motor quando estava dançando ou atuando. Fora isso, suas capacidades atléticas eram totalmente limitadas pela sua falta de coordenação. Aquela garota fofa realmente tornava-se um perigo completo com uma bola entre os dedos... imagine só, se tivesse um taco.

- Não se preocupe... eu acho que preciso dizer esse tipo de coisa.
- ela suspirou tirando algumas mechas do cabelo ruivo da frente de seu rosto, então focou sua atenção nos próprios pés. - Não sei se você sabe, mas... Robin estava estudando nesse colégio a pouco tempo atrás. Ela me contou sobre você... sobre... as coisas que fizeram com você. - ela cruzou as mãos sobre os joelhos, os dedos movendo-se freneticamente um por cima do outro. - Mesmo antes de te conhecer eu disse a ela... prometi a ela que tentaria salvá-lo.

Por um instante, Hanna pareceu desconcertada, então seu rosto voltou-se para Max, com uma expressão difícil de definir... talvez estivesse receosa, muito possivelmente continuou a falar na tentativa de se explicar.

- Mas... mas eu não sabia que você era você, entende? Não no começo... eu não fingi nada, juro!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Maxwell Watson
Estudante
Estudante
avatar

Mensagens : 257
Data de inscrição : 27/07/2017
Idade : 18
Localização : Windfall/Helhole

Ficha do personagem
HP:
100/100  (100/100)
Itens:

MensagemAssunto: Re: Campo de futebol   Ter Mar 06, 2018 1:05 am

Ele invejava muito aquele otimismo que Hanna possuía, uma vez que ele próprio não detinha aquele dom. Na verdade, quando era uma criança, houve um tempo no qual Max olhou para o futuro com esperança, porém isso foi algo que se perdeu dentro dele. Agora, com a ajuda de Hanna e Dante, isso parecia estar voltando lentamente para ele, conforme ele via o lado bom da vida. Se ele já não conseguia mais escapar daqueles sentimentos horríveis que o cortavam por dentro, o melhor que podia fazer era pedir ajuda para remendá-los e Hanna estava ajudando-o com isso, mesmo sem saber.

- Ou de jogar um videogame também.

Max compartilhava dessa falta de talento com esportes, apesar de ter uma boa coordenação motora. Era algo que vinha mais da sua falta de vontade e do fato de ter passado maus bocados em atividades esportivas na escola que frequentava em Helhole. Ambos estavam no mesmo barco ali. Se alguém pedisse para Maxwell arremessar uma bola de beisebol para a frente, ela daria um jeito de acabar indo para trás.

- Ah, ela falou sobre isso... - Os olhos de Maxwell pareceram perder o brilho, conforme ele os descia para o chão. '' Servus Diabolis '', ele estava marcado para o resto da vida por algo que não cometera. A ignorância humana fora o que o ferira e gravara uma marca em sua pele, uma a qual ele exibiu durante muito tempo. Mas agora... ele sentia vergonha daquilo. Todos os meses que passara preso, em um local onde sua noção de tempo estava tão errada que ele acreditou terem sido apenas algumas semanas e não meses inteiros, foram tempos que fizeram de Maxwell uma pessoa quebrada - Eu sei, eu encontrei ela antes de ela ir embora. Não foi uma conversa... boa - Ele piscou e voltou seus olhos para a garota - Me... salvar?

Maxwell voltou a olhar para o chão.

- Não se preocupe, eu notei que você não sabia. Você parecia estar muito surpresa quando descobriu quem eu realmente era. Céus eu sou um idiota - Ele afundou seu rosto em suas mãos.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Hanna Blackwell
Estudante
Estudante
avatar

Mensagens : 141
Data de inscrição : 06/08/2017
Idade : 18
Localização : Academia Blackwell... não, eu não sou parente do fundador nem nada do tipo.

MensagemAssunto: Re: Campo de futebol   Qui Mar 15, 2018 4:37 pm

Hanna passara por coisas terríveis também. Ela carregava as cicatrizes nos pulsos com vergonha, mas com a certeza de que jamais chegaria ao ponto de tentar tirar a própria vida novamente. E quanto mais pessoas pudesse salvar desse destino, melhor seria. Não que esse fosse o problema de Maxwell. Ele não parecia alguém disposto a morrer pelas próprias mãos, talvez um eco do que acontecera com a mãe dele. Mas há outras coisas que corroem por dentro...

- Ah, você é bom nesse tipo de jogos?

Ela parecia genuinamente interessada. Era incrível como aquela garota prestava atensão nas coisas mais fúteis que conversavam com ela. De fato, Hanna era uma pessoa muito gentil e uma ótima ouvinte, se alguém estivesse disposto a confidenciar-lhe algo.

- Você chegou a vê-la?
- os olhos dela piscaram lentamente, então ela balançou rapidamente as mãos de um lado para o outro, num gesto obviamente histérico. - Vocês dois brigaram ou algo assim? Nada bom, nada bom! Vocês não deveriam discutir.

O que ela queria dizer com aquilo era um mistério. Mas conhecendo Hanna Blackwell como Max já conhecia, era natural que soubesse que aquela garota era completamente contra discussões. Ela tentara mesmo parar a briga entre Nathan, Melissa e Max na Dark Room, o que não deveria deduzir se era uma atitude muito estúpida ou muito amável.

- Sim... salvá-lo... eu disse que o faria, mas...
- ela puxou uma das mechas vermelhas brilhantes de seu cabelo e colocou-a atrás da orelha, seu olhar também descendo ao chão. - Parece que não comecei muito bem, não é...

Ainda com a cabeça meio baixa, ela movimentou-a suavemente para um dos lados, de maneira que pudesse observá-lo de novo.

- Você não é idiota... por que diz isso?
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Maxwell Watson
Estudante
Estudante
avatar

Mensagens : 257
Data de inscrição : 27/07/2017
Idade : 18
Localização : Windfall/Helhole

Ficha do personagem
HP:
100/100  (100/100)
Itens:

MensagemAssunto: Re: Campo de futebol   Qui Mar 15, 2018 5:39 pm

- Sim, neles eu sou bom.

Um leve sorriso cruzou os lábios de Maxwell, conforme ele falava aquilo. Ele utilizara muito de videogames para escapar do caos que era a sua mente, nem que fosse apenas por alguns minutos. Adorava ver como os mundos eram construídos, como as histórias eram contadas e como os personagens eram. Prestava mais atenção na aparência que ditos mundos possuíam, uma vez que era um artista e buscava inspiração em todos os cantos possíveis.

- Eu não diria que foi uma discussão. Foi mais dois monólogos do que qualquer coisa

A memória de Maxwell voltou-se para quando ele encontrara Robin, no qual ambos começaram a reclamar um do outro sem prestar atenção no que o próximo falava. No final das contas, eles acabaram se estressando e se afastaram, isso acontecera mais pelo fato de Max ter sido sequestrado e ainda estar com os ânimos em chamas do que qualquer coisa. Verdade seja dita, ele se arrependia daquela discussão e tentaria contatar Robin depois, para pedir desculpas.

- Não. Você começou muito bem. Obrigado, Hanna.

Maxwell passou seu braço pelos ombros de Hanna, puxando-a para um abraço amigável, conforme depositava um beijo no topo da cabeça da garota. Ele sabia bem como ela o ajudara, tirando sua mente daquele lugar ruim e o trazendo para a luz novamente, mesmo que essa transição estivesse sendo gradual.

- Porque eu sou. Eu deveria ter notado o que o Prescott estava fazendo naquela noite - Falou ele, murmurando logo em seguida - Ele vai pagar...
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Hanna Blackwell
Estudante
Estudante
avatar

Mensagens : 141
Data de inscrição : 06/08/2017
Idade : 18
Localização : Academia Blackwell... não, eu não sou parente do fundador nem nada do tipo.

MensagemAssunto: Re: Campo de futebol   Qua Abr 04, 2018 12:04 pm

- Legal! Podíamos jogar algum juntos um dia desses. - uma gotinha surgiu em sua cabeça. - Embora eu seja péssima nisso também.

Não que ela fosse realmente ruim, a coordenação motora que não costumava ajudá-la em quase nada além da dança. Para os consoles e jogos com poucos botões a situação ficava melhor, mas quando haviam muitos comandos envolvidos Hanna se enrolava. Em jogos de luta nem se fala... quem se importava com os combos quando podia apertar aleatoriamente qualquer botão?

- Entendo... mas ela estava realmente preocupada com você. Talvez você devesse tentar entrar em contato para resolver a situação mais tarde?
- Hanna pareceu minimamente mais calma. A garota genuinamente queria que ambos se entendessem, afinal ela tinha a tendência a unir pessoas. Com as palavras seguintes dele, um sorriso gentil cruzou seu rosto e ela passou seu braço pelas costas dele para retribuir aquele meio abraço. - Eu fico feliz de ouvir isso. Verdade!

Entretanto, assim que as palavras de Max chegaram até ela novamente, a garota levantou ambas as mãos para beliscar de leve ambos os lados da bochecha dele.

- Não tinha como você saber, além do mais eu acabei concordando de irmos para aquele lugar. Não pensei que seria perigoso. E você não deve ter pensamentos desse tipo, eles escuressem o coração.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Maxwell Watson
Estudante
Estudante
avatar

Mensagens : 257
Data de inscrição : 27/07/2017
Idade : 18
Localização : Windfall/Helhole

Ficha do personagem
HP:
100/100  (100/100)
Itens:

MensagemAssunto: Re: Campo de futebol   Dom Abr 08, 2018 4:23 pm

- Não tem problema, eu te ensino.

Maxwell, quando morara em Los Angeles, participara de alguns torneios de jogos de luta aqui e ali, principalmente de franquia Guilty Gear. Porém, com tudo o que estava acontecendo na vida dele, Maxwell acabou transformando o que antes poderia ser uma profissão, em um pequeno hobby. Algo que ele usava apenas para passar o tempo.

- Eu sei... eu sei bem disso. Suponho que seja culpa - Ele falou, deixando aquilo em aberto. Em seguida, ele deu um pequeno sorriso de canto, conforme sua memória vagava para o passado, lembrando-se do tempo que passara com Robin e seu grupinho de justiceiros anônimos - Ela chegou a contar para você como nós nos conhecemos?

Ele fechou os olhos por um momento, conforme suas bochechas eram apertadas. Não por dor, mas por reflexo. Quando os olhos azuis voltaram a ser revelados, eles pareciam demonstrar determinação. Toda aquela bondade de Hanna apenas o fazia desejar protegê-la ainda mais. Bom... desde que Nathan tivesse mudado ao menos um pouco, ele não precisaria fazer nada.

- Claro que tinha, aquele não era meu primeiro rodeio - Disse Max, suspirando logo em seguida - Vou tentar parar.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Hanna Blackwell
Estudante
Estudante
avatar

Mensagens : 141
Data de inscrição : 06/08/2017
Idade : 18
Localização : Academia Blackwell... não, eu não sou parente do fundador nem nada do tipo.

MensagemAssunto: Re: Campo de futebol   Qua Abr 18, 2018 3:27 pm

- Oh, você vai mesmo? - os olhos dela brilharam, ao mesmo tempo que suas palmas batiam em frente ao seu rosto, num gesto de empolgação óbvia.

Hanna era realmente o tipo de pessoa que se empolgava com coisas que outras considerariam simples. Para alguém que costumavam ver erroneamente como uma cabeça de vento, era natural que não houvesse muitos candidatos a ensinar-lhe alguma coisa. Principalmente quando colocava a questão de sua descoordenação no meio.

- Culpa...?
- sua cabeça tombou para o lado, depois moveu-se em negativa. Hanna não sabia muito bem o que considerar, afinal só ouvira a situação pelo lado da própria Robin. - Ela só mencionou que vocês namoraram. Eu imaginei que fossem amigos de infância, afinal pelo jeito que ela falava da... sua mãe... me pareceu que tivesse conhecido ela.

A jovem observou-o com o canto dos olhos, prestando atenção na sua expressão. Ela não entendia para onde aquela determinação toda que podia notar estava voltada, mas não importava realmente. Hanna esperou que o motivo fosse bom.

- Mesmo assim... ir para um bar quando notícias de desaparecimento estão ocorrendo. Eu deveria terpensado um pouco nisso...
- ela subiu a mão para coçar a nuca, e depois sorriu para ele. - Faça isso!

Mas então, seus olhos perderam momentaneamente o brilho. A garota desceu o corpo, começando a brincar com os cadarços do próprio tênis, como que para distrair um pouco a mente.

- Bem... eu estive pensando e não acho muito justo que eu saiba o seu passado e você não saiba nada sobre mim. Portanto preste atenção no que vou dizer, okay?
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Maxwell Watson
Estudante
Estudante
avatar

Mensagens : 257
Data de inscrição : 27/07/2017
Idade : 18
Localização : Windfall/Helhole

Ficha do personagem
HP:
100/100  (100/100)
Itens:

MensagemAssunto: Re: Campo de futebol   Ter Abr 24, 2018 7:35 pm

- Claro - Ele disse, abrindo um fraco sorriso de canto.

Apesar de gostar da ideia de passar mais tempo com Hanna, tendo em vista que da última vez eles foram sequestrados, Maxwell andava muito preocupado ultimamente. Eventos ocorriam naquela cidade, coisas que indicavam que haviam pessoas perigosas naquele local. E isso sem falar nos sonhos que tivera. Talvez eles fossem o motivo de Maxwell raramente deixar seu quarto e continuar a beber, mesmo sabendo que isso só lhe traria problemas. Maxwell estava com medo.

- Ah sim, ela viveu em Helhole por um tempo, mas os pais se mudaram meses antes do meu pai... - Uma pausa e Maxwell meneou sua cabeça, ele não estava com vontade de falar sobre aquilo - Ela foi para Los Angeles e acabou se envolvendo com pessoas... diferentes. Hackers, para ser mais direto. Esse grupo espalha informações secretas pela internet, acreditando que nenhum tipo de informação deveria ser restrito. Um tempo depois, quando eu me mudei para Los Angeles também, eu reconheci ela em um bar, mas ela não me reconheceu. Bom, eu passei tempo demais olhando para ela e isso passou a ideia errado. E esse grupo me sequestrou.

Ele ergueu sua mão e acariciou o topo da cabeça de Hanna, ele achava um pouco fofo que ela estivesse pensando nesse tipo de coisa muito tempo depois de tudo ter acontecido. Uma pessoa como ela jamais consideraria que Nathan Prescott os sequestraria, e Maxwell, embriagado por essa bondade dela, também não levou em consideração que Nathan teria feito isso. Ele piscou algumas vezes, assim que Hanna falou que iria contar sobre o passado dela.

- Certo - Ele não queria escutar o passado dela, sabia o quão difícil era falar sobre isso, mas achou que deveria deixá-la falar, se ela desejava tanto.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Hanna Blackwell
Estudante
Estudante
avatar

Mensagens : 141
Data de inscrição : 06/08/2017
Idade : 18
Localização : Academia Blackwell... não, eu não sou parente do fundador nem nada do tipo.

MensagemAssunto: Re: Campo de futebol   Qua Maio 02, 2018 1:29 pm

- Obrigada. - o sorriso alargou-se ainda mais. Quando parecia que Hanna não podia deixar seu sorriso natural mais bonito, ela fazia-o.

Hanna não tinha como saber o que se passava na mente dele. Ela não possuía todo o conhecimento que Max e Melissa tinham. Ela acreditava que existia maldade no mundo, mas que todo mundo era passível de mudança. Pobre Hanna... fora essa visão que quase a matara.

- Eu entendo...
- ela não questionou o que seu pai havia feito a ele, porque sabia muito bem. Ou melhor, lhe fora dito. Então, seus olhos se arregalaram e sua boca escancarou-se. - Te sequestraram de novo?

Maxwell, aparentemente, vivia sendo sequestrado. Isso era bastante triste. A garota abraçou-o de lado, como se aquilo pudesse mudar alguma coisa. Isso durou poucos segundos, afinal de contas Hanna pôs-se a falar logo depois, os olhos cor de mel perdidos em algum ponto além da quadra.

- Minha mãe era parte de um grupo de teatro intinerante. Ela viajou por todos os lugares do mundo, até conhecer o meu pai, e só então sossegou um pouco. Mesmo assim, ela continuou fazendo papéis menores nos teatros de Londres, afinal ela amava realmente isso, sabe?
- se Max ainda não fora informado ou percebera a diferença clara no sotaque de Hanna, ele certamente entenderia agora. O que fizera aquela garota sair do outro lado do mundo para estudar naquela academia? Certamente fora algum tipo de capricho. - Mas ela ficou muito doente. Nós descobrimos o câncer tarde demais para fazer algo. E acho que a impossibilidade que tinha de fazer o que gostava piorou ainda mais a situação dela.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Maxwell Watson
Estudante
Estudante
avatar

Mensagens : 257
Data de inscrição : 27/07/2017
Idade : 18
Localização : Windfall/Helhole

Ficha do personagem
HP:
100/100  (100/100)
Itens:

MensagemAssunto: Re: Campo de futebol   Qua Maio 02, 2018 6:57 pm

- Não precisa me agradecer.

Hanna era doce demais, e era por isso que Maxwell sentia a necessidade de defender ela. Ele não queria que ela ganhasse uma visão de mundo deturpada como a dele, ele desejava manter ela naquela luz que ela parecia irradiar. Nem todos devem seguir um caminho tão sombrio quanto o dele. Na verdade, Maxwell não desejava a ninguém o que ele passara, nem mesmo para pessoas que ele odiava. Aquilo fora o limite para ele e ele acreditava que ninguém deveria chegar ao limite da sanidade.

- Pois é - Ele disse, rindo suavemente, parecia que aquilo era um padrão na vida de Max - Bom, eles só queriam saber quem eu e era e para quem eu trabalhava, já que pensavam que eu estava atrás da Robin. Mas, depois ela explicou para eles quem eu era e eu me vi trabalhando junto com eles. Bom, trabalhando entre aspas, já que eu só estava lá pela Robin e tudo o que eu fazia era comprar peças para consertar os computadores deles.

Assim que Hanna o abraçou de lado, Max passou o seu braço esquerdo pelo corpo dela, em um abraço carinhoso e desceu sua cabeça, encostando-a no topo da cabeça de Hanna e suspirando no processo. Ele parecia estar exausto. Ele escutou a história dela com atenção, mesmo estando cansado, dava para notar que ele ouvia o que ela falava. Ele conseguia sentir empatia por Hanna. Pois ele também perdera a mãe.

- E o que aconteceu?
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Hanna Blackwell
Estudante
Estudante
avatar

Mensagens : 141
Data de inscrição : 06/08/2017
Idade : 18
Localização : Academia Blackwell... não, eu não sou parente do fundador nem nada do tipo.

MensagemAssunto: Re: Campo de futebol   Sex Maio 04, 2018 3:02 pm

- É claro que preciso, você terá um pouquinho de trabalho para me ensinar esse tipo de coisa.

Aquela doçura de Hanna só fora balançada uma única vez, e ela trazia nos pulsos as marcas de tal ocasião, cicatrizes que não conseguia se livrar, fosse para lembrar-lhe que sempre havia uma luz no fim do túnel, fosse para marcar a vergonha de alguém que optara pelo "caminho mais fácil. Hanna não saberia dizer o que sentia em relação aquelas marcas... era um misto de dever e repúdio, e por isso eram sempre escondidas pelos casacos e blusas de manga comprida.

- Hum, foi nessa época que vocês namoraram, então?
- ela apoiou o dedo indicador na bochecha, parecia uma informação relativamente inoportuna para se prestar atenção, mas aquela era Hanna e as vezes ela argumentava coisas por instinto. - O que aconteceu para vocês brigarem?

Os olhos de Hanna piscaram. Apesar de manter um sorriso em seu rosto, ele não parecia nada feliz como o que costumava usar. Era um sorriso tipicamente doloroso.

- O que acontece com a maioria das pessoas que tem câncer. A mamãe... definhou numa cama de hospital até... morrer.
- ela engoliu em seco. - Ela era tudo para papai... Ele a amava mesmo, mais do que qualquer coisa no mundo. Hoje eu percebo que ele me ama assim também, mas naquela época... ele perdeu-se totalmente.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Maxwell Watson
Estudante
Estudante
avatar

Mensagens : 257
Data de inscrição : 27/07/2017
Idade : 18
Localização : Windfall/Helhole

Ficha do personagem
HP:
100/100  (100/100)
Itens:

MensagemAssunto: Re: Campo de futebol   Sex Maio 04, 2018 3:19 pm

- Não vai demorar tanto assim, eu sou um bom professor.

Maxwell podia até repudiar suicídio, mas ele estaria mentindo se falasse que nunca considerara essa opção. Ele sabia muito bem o que levava uma pessoa a esses extremos, ele já passara por isso diversas vezes, mas a memória de sua mãe era a única coisa que ele precisava para manter-se longe de qualquer meio de tomar a sua própria vida.

- Sim, mas não durou muito - Ele disse, coçando sua nuca e rindo um pouco no processo - Ah, foi uma coisa boba, como normalmente é. Eu disse que o que o grupo dela fazia era um monte de besteira e que era só uma desculpa para pagarem de rebeldes. Aí ela pirou comigo, nós discutimos e terminamos. Uns meses depois eu vim para cá.

Maxwell continuou a ouvir a história, seu abraço em Hanna sendo um pouco mais apertado do que antes. Ele permaneceu em silêncio, permitindo que ela continuasse assim que se sentisse confortável em o fazer.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Hanna Blackwell
Estudante
Estudante
avatar

Mensagens : 141
Data de inscrição : 06/08/2017
Idade : 18
Localização : Academia Blackwell... não, eu não sou parente do fundador nem nada do tipo.

MensagemAssunto: Re: Campo de futebol   Sex Maio 04, 2018 10:27 pm

- E eu sou bastante desastrada, só pra deixar bem claro.

Ela afirmou, erguendo lentamente a mão direita, como se proferisse uma promessa. Um segundo depois, ela já estava rindo tranquilamente, da própria piada. Hanna mudava facilmente seu estado de espírito quando estava angustiada. Parecia que ela não fora feita pra sentir-se triste ou desesperada. O que tornava a ideia de que um dia ela tentara se suicidar ainda mais difícil de aceitar.

- Oh... eu sinto muito.
- Hanna coçou de leve a própria bochecha, suspirando suavemente e depois olhando para o chão. - Ela não chegou a me dizer o que eles faziam, então não consigo compreender muito bem, mas... talvez eles acreditem realmente que possam fazer a diferença. Talvez você tenha sido um pouco rude com ela, Max.

Hanna estremeceu por entre o abraço, seus olhos estreitando-se e fechando-se por poucos segundos. Ela não fez menção de afastá-lo. Na verdade, aquele gesto estava apoiando-a o bastante para que continuasse seu relato.

- O pai... não é uma pessoa má. Ele realmente não é uma pessoa ruim, eu sei bem disso. Mas às vezes as pessoas se afogam numa dor tão grande que não percebem mais nada que está ao redor delas... e ele não percebeu que eu também estava quebrada a ponto de morrer.
- ela aspirou o ar de maneira quase sófrega quando voltou a falar. - Eu sei que há pessoas que passaram por coisas muito piores do que eu passei. Eu sei que fui feliz. Eu fui imensamente feliz, meus pais se amavam e me amavam e eu nunca precisei me preocupar com nada além do que cairia nas provas nos finais do bimestre ou... ou sobre alguma coreografia que não estava conseguindo fazer direito. Eu sei de tudo isso, eu sabia naquela época, mas... - ela fez uma pausa, seus olhos reabrindo-se e voltando a fitar o banco abaixo de seus pés. Era visível o quanto estavam úmidos. - Eu me sentia tão solitária e triste e perdida...
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Maxwell Watson
Estudante
Estudante
avatar

Mensagens : 257
Data de inscrição : 27/07/2017
Idade : 18
Localização : Windfall/Helhole

Ficha do personagem
HP:
100/100  (100/100)
Itens:

MensagemAssunto: Re: Campo de futebol   Qua Maio 09, 2018 4:02 pm

- Consertaremos isso com o tempo - Maxwell riu suavemente.

Maxwell invejava aquele dom de Hanna, de poder simplesmente mudar como se sentia de uma hora para a outra. Max era uma pessoa um pouco mais constante, sempre estando em sofrimento e em dor, com raros momentos de felicidade. Chegava a ser até engraçado, a maior parte desses momentos felizes aconteciam ao lado de seus amigos, como Hanna, Dante e Melissa... se bem que o último momento que passara com Melissa, apesar de bom, resultara em vergonha extrema.


- É um grupo fundado sobre a ideia que nenhuma informação deve permanecer escondida, correto? Que informação deve ser livre e de graça. Bom, o líder deles estava vendendo informações constantemente e por preços altos e o grupo fazia vista grossa para isso. É difícil não ser rude com pessoas tão hipócritas assim.

O abraço de Max era aconchegante, algo que não batia de frente com a imagem que ele passara de si mesmo. Ele estava preocupado com Hanna, apesar de isso tudo já ter acontecido, ele continuava a se preocupar com ela. Sentia a necessidade de abraçá-la e protegê-la de tudo que pudesse feri-la, não queria vê-la passar por tudo aquilo novamente. Ele então depositou um suave beijo na têmpora da garota, conforme sua mão afagava o braço dela.

- Eu já ouvi o suficiente - Ele falou - Não precisa mais falar disso...
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Hanna Blackwell
Estudante
Estudante
avatar

Mensagens : 141
Data de inscrição : 06/08/2017
Idade : 18
Localização : Academia Blackwell... não, eu não sou parente do fundador nem nada do tipo.

MensagemAssunto: Re: Campo de futebol   Qua Maio 09, 2018 9:39 pm

- Espero que sim. - ela ecoou o riso dele, amavelmente, enquanto batia a ponta dos sapatos uma contra a outra.

Hanna era uma pessoa bem simples em vários sentido, o que acabava tornando-a ainda mais adorável. Ela não precisava fingir para agradar ninguém, simplesmente agradava por sua mera presença. Uma gotinha surgiu em sua cabeça, enquanto fechava os olhos, um pouco sem ter o que falar. Talvez aquilo simplesmente significasse que Max precisava de um pouco mais de tato para lidar com certas situações.

- Nesse caso você tem até razão, mas a maioria das garotas se ofende muito fácil, sabe?

O abraço de Max a fez respirar mais profundamente que antes, aquele começo de histeria indo embora gradativamente. Hanna as vezes perdia o controle com certos assuntos. Era natural, já que ela de fato passara por momentos terriveis quando mais nova, momentos que a fizeram desejar estar morta.

- Está tudo bem... está realmente tudo bem, Max.
- respirando lentamente mais uma vez, ela ergueu a cabeça para fitá-lo. - Eu não me orgulho do que fiz... essas marcas vão estar aqui para sempre, não importa o que eu faça. Mesmo que eu pudesse apagá-las, não o faria... isso me lembra de coisas ruins, é claro, mas também que eu tive uma chance.

Ela suspirou, um pouco mais tranquila.

- Quando eu... fiz isso, meu pai voltou para casa a tempo de me socorrer. Depois disso nós dois decidimos apoiar um ao outro para que nenhum de nós dois passasse por essa solidão de novo.
- ela pousou suavemente uma das mãos sobre a de Max que era mantida em seus ombros. - Não há problema em cair. Ninguém pode ser forte o tempo todo. Ninguém consegue sobreviver muito tempo sozinho. Nós só podemos ter a certeza de que quando cairmos, haverá alguém para nos levantar.

Dito isso, ela abriu um sorriso doce para ele, caloroso como o primeiro sol da primavera.

- Eu vou estar sempre lá para estender minha mão quando você cair, Max.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Maxwell Watson
Estudante
Estudante
avatar

Mensagens : 257
Data de inscrição : 27/07/2017
Idade : 18
Localização : Windfall/Helhole

Ficha do personagem
HP:
100/100  (100/100)
Itens:

MensagemAssunto: Re: Campo de futebol   Qua Maio 09, 2018 9:51 pm

- Eu sei bem que se ofendem fácil, sei muito bem...

Ele desejava dar amor e suporte para Hanna, em tudo o que fosse necessário. Ela era uma amiga querida, uma pessoa importante e uma que ele aprendera a amar conforme o tempo passara. Ele poderia ter tentado de tudo para afastar as pessoas de si, para ser um motivo de ódio, para que jogassem a culpa de tudo nele, mas Hanna nunca o fizera. Era como se ela tivesse visto através do teatrinho de Max e vira-o pelo o que ele realmente era. Uma pessoa solitária e ferida, mas que possuía uma enorme bondade dentro de si.

O rapaz escutou o que ela falava com um pequeno sorriso em seu rosto, apreciando aquele momento de apoio que ela lhe oferecia. Sabia bem que ele estava ali para ajudá-la, mas a garota acabara ajudando-o ao invés disso. Ele depositou um beijo na testa dela, transmitindo todo o carinho que sentia pela garota. Abriu um sorriso mais tranquilo, por mais que ainda estivesse sendo atormentado pelo seu passado, aquilo tirara um pouco do peso que ele sentia.


- Obrigado, Hanna - Ele agradeceu, sentindo que algo pesava em seu bolso. Ele colocou a mão dentro dele e puxou algo de lá. Uma carta de Tarô, esta estava em francês, porém o que Maxwell sabia era o suficiente para traduzir - Os Enamorados... devo ter esquecido isso aí.

Os Enamorados:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Hanna Blackwell
Estudante
Estudante
avatar

Mensagens : 141
Data de inscrição : 06/08/2017
Idade : 18
Localização : Academia Blackwell... não, eu não sou parente do fundador nem nada do tipo.

MensagemAssunto: Re: Campo de futebol   Qua Maio 16, 2018 2:14 pm

- Mantenha isso em mente quando for conversar com as pessoas em geral.

Ela riu suavemente, uma risada cristalina que parecia dizer que tudo terminaria bem. Hanna abraçou-o de lado, como Max fizera anteriormente com ela, aquela sensação de paz certamente inundaria Maxwell Watson, era esse o efeito que aquela garota produzia naturalmente. Recebendo o beijo em sua testa, o sorriso dela ficou ainda mais brilhante, carregado de uma doçura totalmente inocente e sem segundas intenções. Hanna as vezes parecia o retrato da pureza... ou de um anjo.

- Não tem de que. Me procure sempre que precisar, okay?
- aquele sorriso deu lugar a uma expressão confusa quando o rapaz encontrou a carta em seu bolso. Sua cabeça inclinou-se um pouco e os olhos de Hanna voltaram a brilhar com curiosidade. - Você sabe usar o tarô?
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Maxwell Watson
Estudante
Estudante
avatar

Mensagens : 257
Data de inscrição : 27/07/2017
Idade : 18
Localização : Windfall/Helhole

Ficha do personagem
HP:
100/100  (100/100)
Itens:

MensagemAssunto: Re: Campo de futebol   Qua Maio 16, 2018 3:12 pm

- Vou tentar.

Maxwell riu junto de Hanna, talvez uma das poucas vezes que ele rira de uma maneira que não fosse maliciosa ou debochante. Ele criara uma imagem para si, de uma pessoa louca e claramente instável, que certamente não era confiável. Porém, ele jogara tudo aquilo no lixo. Havia notado a falha nesse seu plano, o de ser o culpado de tudo, até mesmo de pecados que não eram seus. Era uma falha até óbvia, quando ele parava para pensar. Porém não importava agora. Ele deixara tudo aquilo no passado.

- Você também. Eu vou estar aqui para te ajudar - Ele olhou para aquela carta e ficou ainda mais confuso do que estivera antes. Em seu quarto, ele encontrara duas caixas. Uma delas estava vazia e apenas lia-se '' Confidants*'' e a outra estava repleta de cartas brancas e vazias, porém do mesmo tamanho que aquelas. Alguém havia deixado aquilo ali para ele, mas... não. Eram apenas sonhos. Não tinham como estarem relacionados - Mais ou menos, eu estou aprendendo ainda.

*Tradução do inglês: Confidentes
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Hanna Blackwell
Estudante
Estudante
avatar

Mensagens : 141
Data de inscrição : 06/08/2017
Idade : 18
Localização : Academia Blackwell... não, eu não sou parente do fundador nem nada do tipo.

MensagemAssunto: Re: Campo de futebol   Qua Maio 16, 2018 8:42 pm

- Tente sim, vai ver como as coisas vão melhorar.

Suavemente, a garota ergueu as duas mãos para apertar de leve as bochechas de Max. Com o movimento, obviamente as mangas da blusa que usava desceram um pouco, deixando uma parte das marcas a mostra, mas Hanna não parecia preocupada, possivelmente porque estavam sozinhos e confiava em Max. Além disso, ele já as vira antes. Ou, simplesmente, a garota não se dera conta disso. De qualquer forma, ela manteve o sorriso, até soltá-lo novamente.

- Você é realmente um amor de pessoa, Max.
- a jovem moveu a cabeça para observar um pouco a carta, afastando-se depois. - Minha mãe costumava tirá-las. Houve uma época que ela tentou me ensinar, mas acho que sou cabeça de vento de mais pra aprender esse tipo de coisa.

Hanna coçou a bochecha levemente, uma gotinha surgindo em sua cabeça.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Maxwell Watson
Estudante
Estudante
avatar

Mensagens : 257
Data de inscrição : 27/07/2017
Idade : 18
Localização : Windfall/Helhole

Ficha do personagem
HP:
100/100  (100/100)
Itens:

MensagemAssunto: Re: Campo de futebol   Sex Maio 18, 2018 10:46 pm

Ele ergueu uma das mãos, a direita, e segurou a de Hanna conforme essa tocava sua face. Havia um belo sorriso no rosto de Max, diferente dos demais vistos. Era um da mais pura gentileza, ele realmente adorava a presença de Hanna, a garota era a única que conseguia lhe trazer paz ao coração... Que não fosse por outros meios mais... Íntimos. Ele tomou o devido cuidado para afastar sua mente dessas memórias, elas ainda eram um pouco vergonhosas

- Não, não. Você que é um amor de pessoa, meu anjo - Ele ergueu uma das mãos e levou-a até o topo da cabeça dela e fez um breve carinho, ainda sorrindo daquela maneira - É um pouquinho complicado - Riu Max. Ele conseguira despistá-la. Até porquê...

Aquela carta não estivera em seu bolso até momentos atrás.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Hanna Blackwell
Estudante
Estudante
avatar

Mensagens : 141
Data de inscrição : 06/08/2017
Idade : 18
Localização : Academia Blackwell... não, eu não sou parente do fundador nem nada do tipo.

MensagemAssunto: Re: Campo de futebol   Ter Maio 22, 2018 9:58 pm

O sorriso que Hanna lhe oferecia era puro como poucos, ele parecia sempre alargar-se docilmente, sem nunca ser forçado. Ela retirou as mãos do rosto dele e vergou-se para a frente, dando um beijinho inocente em sua face.

- Eu gosto desse sorriso. Ele é realmente bonito.
- ela suspirou com o carinho em sua cabeça, pareceno um bichinho de estimação que acabou de receber um agrado. Logo, o assunto sobre o tarot foi deixado de lado, e Hanna enveredou para um completamente diferente. - Eiii, Max. Eu estava pensando, talvez devesse sugerir um festival para o diretor, ele será útil para promover os trabalhos dos alunos e divertir os próprios visitantes, afinal somos parte de uma academia voltada para a arte, né?

Ela ergueu ambas as mãos, sorrindo com certa espectativa.

- Você gostaria de participar, caso eu consiga?
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Maxwell Watson
Estudante
Estudante
avatar

Mensagens : 257
Data de inscrição : 27/07/2017
Idade : 18
Localização : Windfall/Helhole

Ficha do personagem
HP:
100/100  (100/100)
Itens:

MensagemAssunto: Re: Campo de futebol   Ter Maio 22, 2018 10:48 pm

- Não... Não é - Max virou seu rosto para o lado. Ele estava envergonhado. As garotas com quem interagira naquela academia pareciam ter o dom de deixá-lo envergonhado. Mas então, ele voltou seu rosto para ela - Acho uma boa ideia.

Ele parou para pensar por um momento, considerando suas opções. Talvez não fosse uma má ideia ajudar ela, afinal de contas ele estava precisando de uma obrigação para jogar sua preguiça fora e voltar sua atenção para a arte. Apesar de estar ali para estudar fotografia, uma área da qual seu conhecimento era mínimo, ele gostava da ideia de poder ajudar Hanna com algo, já que a garota já havia ajudado-o tanto de diversas maneiras.

- Ajudo sim. Posso desenhar e pintar algumas coisas, se quiser.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: Campo de futebol   

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Campo de futebol
Voltar ao Topo 
Página 1 de 2Ir à página : 1, 2  Seguinte
 Tópicos similares
-
» Manager Arena (BrowserGame de Futebol)
» Campo de Quadribol
» [Campo de Treinamento Provisório] Kaori Hōzuki
» [Campo de Treinamento] - Ezio
» Campo de treinamento - Hipismo e Equitação

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Windfall City :: O exterior da Academia Blackwell :: Ala Esportiva-
Ir para: