A place so full of mystery is just a puzzle to be solved
 
InícioCalendárioFAQBuscarMembrosGruposRegistrar-seConectar-se

Compartilhe | 
 

 Quadra de Basquete

Ir em baixo 
AutorMensagem
Admin
Admin
avatar

Mensagens : 48
Data de inscrição : 23/07/2017

MensagemAssunto: Quadra de Basquete   Dom Jul 23, 2017 10:08 pm




O esporte principal da Blackwell com certeza não era basquete, mas mesmo assim ela tinha uma quadra charmosa.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://windfall.forumeiros.com
Natasha Korolenko
Estudante
Estudante
avatar

Mensagens : 34
Data de inscrição : 21/12/2017
Idade : 19
Localização : Windfall

Ficha do personagem
HP:
100/100  (100/100)
Itens:

MensagemAssunto: Re: Quadra de Basquete   Qui Dez 21, 2017 9:35 pm

Era madrugada. Misturado as sombras estava um homem enorme, uma verdadeira parede de músculos com pelo menos dois metros de altura. Havia uma cicatriz enorme sobre o seu olho direito, e era este que ele mantinha fechado. O esquerdo, entretanto, continuava aberto e atento para tudo o que pudesse acontecer, qualquer menor movimento que fosse seria capturado pelos olhos do gigante. Com uma enorme barba marrom e cabeça raspada, Ivan era uma visão intimidadora. Nymeria, a pessoa a quem ele esperava, o conhecia de uma maneira diferente. Com ela, Ivan era um homem doce e paciente, tratando-a com respeito e carinho. Ela recebera uma mensagem dele em seu celular, número privado e esse mesmo celular que ele usara havia sido destruído. Ivan podia ser um verdadeiro brutamontes, porém ele era um brutamontes esperto o suficiente para não deixar rastros.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Nymeria Lindberg
Estudante
Estudante
avatar

Mensagens : 244
Data de inscrição : 26/09/2017
Idade : 18
Localização : Windfall

Ficha do personagem
HP:
100/100  (100/100)
Itens: Espada

MensagemAssunto: Re: Quadra de Basquete   Qui Dez 21, 2017 10:59 pm

Nymeria Lindberg esperava muitas coisas naquela semana pós missão fracassada, onde receava ser cercada por um membro da Yakusa a todo instante. Porém, o que recebeu foi diferente. Na verdade, se ela exibisse tantas emoções como fazia quando era mais nova, poderia-se dizer que era algo revigorante.

Apesar de sentir-se ilhada na maior parte das vezes, tendo a posição que possuía, haviam pouquíssimas pessoas com as quais gostava realmente de se encontrar. Fosse pelas informações que lhe passavam ou por terem alguma importância em seu passado, Nym costumava valorizar aquelas raras visitas.

Daquela vez, ela recebera uma chamada de um velho amigo.
Ou talvez fosse melhor chamá-lo de tio?
Ela lembrava-se de quando era criança, uma ratinha albina correndo por meio das suas pernas e escondendo-se atrás delas como se Ivan fosse uma muralha intransponível. É claro que, segundos depois, Edrik se metia ali também e ambos brigavam pela atenção do brutamontes.
Se haviam pessoas que conheceram Nym como a criança normal que fora, antes da tragédia que a faria mudar para sempre, Ivan era um deles.

Ela não esperou para tomar o rumo em direção a ele, encontrando-o na quadra de basquete. Um lugar peculiar para um encontro, mas tudo bem... haviam antros piores. A jovem mafiosa entrou com seus passos rápidos no recinto e seus olhos desiguais, quase sempre inexpressivos, brilharam com certo ânimo, enquanto o espaço entre ambos diminuía consideravelmente.


- Ivan, já faz um tempo! - ela parecia minúscula perto dele. Seus braços finos enlaçaram sua cintura com certa dificuldade, diante do seu tamanho e largura, e depois soltaram-no. - O que tem para mim?

Nym sabia que o homem nunca vinha sem uma razão. Normalmente, trazia-lhe notícias boas, e ficou um tanto quanto curiosa...
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Natasha Korolenko
Estudante
Estudante
avatar

Mensagens : 34
Data de inscrição : 21/12/2017
Idade : 19
Localização : Windfall

Ficha do personagem
HP:
100/100  (100/100)
Itens:

MensagemAssunto: Re: Quadra de Basquete   Qui Dez 21, 2017 11:16 pm

Se Ivan antes era um homem intimidador, fosse pelo seu tamanho ou pela expressão que trazia em seu rosto, agora ele tornara-se uma pessoa completamente diferente. Abriu um enorme sorriso perante a aparição de Nymeria e abraçou-a de volta, tendo que se abaixar um pouco para fazer isso. Já haviam se passado os tempos onde ele poderia erguê-la em seus braços, em um forte abraço. Claro que ainda podia muito bem ir em frente e fazer isso, porém considerou que a garota não iria achar isso de bom grado, uma vez que agora tinha toda uma imagem para manter. Ainda assim, ficou feliz em ver que ela ainda se mantinha uma garota alegre, pelo menos perto dele.

-  Da¹, Pequena Princesa, já faz um tempo sim. Mais do que eu gostaria, mas meu ofício requer muito da minha atenção - Ele disse, colocando as mãos dentro de seu bolso e começando a caminhar - Caminhe comigo, por favor.

Ivan Korolenko era o líder da Sovetskaya Zina. Ou, como era conhecido em outras partes, Inverno Soviético. Esse grupo era a vanguarda dos Lindbergs, sendo constantemente enviados em missões, onde o objetivo sempre era alcançado com o maior índice de mortes e brutalidades possível. Todos no grupo levavam o mesmo sobrenome, Korolenko, abandonando os antigos assim que entravam, ou ganhando o primeiro e único segundo nome que um dia ganhariam. Uma vez no Inverno Soviético, ou você sobrevivia, ou você morria.

- Me custou muito tempo e paciência, mais do que eu gostaria de admitir, mas finalmente consegui fazer com que a Sovetskaya Zina fosse movida para cá - Ivan voltou seu olho esquerdo, o único que ainda funcionava, para Nym - Se me permite dizer, eu não aprovo daquele seu assassino. Mas, suponho que ele se mistura nesse local de uma maneira que eu nunca iria conseguir. Não foi possível mover todos para cá, deixamos alguns membros chave e muita força de combate para trás. Oleg precisou ficar, logo estamos sem um sniper. Necro, nosso infiltrador, também precisou ficar. Mas, creio que ficará feliz em saber que Sergei, Natasha e, talvez não fique tão feliz por esse último, Bóris. Eles estão conosco. E a sua disposição.

Sergei era o segundo em comando de Ivan, um rapaz de 25 anos de idade, cabeça-quente, porém amigável quando era necessário. Estava com o Inverno Soviético desde que era uma pequena criança, tendo juntado-se com seus 10 anos de idade, o segundo membro mais novo a já se juntar a esse grupo sanguinário. Natasha era apenas alguns anos mais nova que Nymeria, tinha seus 19 anos de idade, possuía a boca mais suja da redondeza e era uma fanática por armas, ela foi a membra mais nova, juntando-se com 7 anos de idade. E por fim, Bóris. Ninguém sabia exatamente quem era Bóris, nem mesmo se o nome dele era Bóris, pois era assim que Ivan o chamava. Um dia, retornando de uma missão, Bóris juntou-se ao grupo e ali ficou, ninguém realmente se preocupou em retirá-lo, uma vez que ele obedecia as ordens como um cão.


¹ Da é sim em Russo.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Nymeria Lindberg
Estudante
Estudante
avatar

Mensagens : 244
Data de inscrição : 26/09/2017
Idade : 18
Localização : Windfall

Ficha do personagem
HP:
100/100  (100/100)
Itens: Espada

MensagemAssunto: Re: Quadra de Basquete   Sex Dez 22, 2017 1:21 am

- O de todos nós, eu suponho. - o sorriso de Nym alargou-se um pouco, Ivan além de ser uma pessoa extremamente confiável, era alguém por quem sentia muita empatia. Afinal, quando você cresce sob a sombra de alguém que está sempre lá para te proteger, é difícil que não sinta nada por essa dita pessoa.

Essa fora uma das razões para que tomara esse caminho, embora de forma alguma a principal: Nymeria Lindberg já vira muitas costas em sua vida, até que ela decidira deixar de ser protegida para lutar. Suas espadas, seu veneno, sua inteligência acima da média eram as armas das quais dispunha para criar seu próprio império. Um muito melhor do que aquele que o pai regia, pelo menos em sua cabeça.
A jovem assentiu, seguindo ao seu lado, enquanto caminhavam pelas bordas da quadra de basquete, com uma tranquilidade estranha, vindo de duas pessoas tão perigosas. Havia poucos que passavam para Nym uma sensação de segurança - entre eles, o próprio Lennart e Edrik - e o líder da Sovetskaya Zina certamente era um deles.

- É um ótima notícia, Ivan. - aquele não era apenas o grupo principal dos Lindbergs. Nymeria havia conseguido a lealdade de cada um ali, de alguns mais facilmente do que de outros. Poderia-se dizer que a Sovetskaya Zina estava diretamente sobre seu comando e de Edrik, muito embora ela delegasse mais ordens que o próprio. Se Vladimir, seu pai, estava incomodado com esse fato, ele não demonstrava. Na verdade, Vladimir raramente demonstrava alguma coisa, e isso era totalmente preocupante. Visto tudo o que Nym tinha em mente, era quase como se ele dissesse com sua indiferença que ela estava seguindo um caminho demarcado.

Só que, se Vlad sabia que Nymeria queria matá-lo e tomar seu lugar, ela tinha ainda mais certeza de que ele estava tentando levá-la a algum lugar.
Não era uma perspectiva muito boa, mas ela possuía a confiança de que conseguiria reverter o jogo a seu favor em algum momento. Era questão de tempo.


- Lennart é um pouco problemático mas a fidelidade dele é comprovada, você não precisa se preocupar com isso. Vai ser interessante ver aqueles dois... eles certamente vão adorar esse lugar. - Havia um tom de divertimento difícil de descrever em sua voz. - E quanto a Bóris, desde que ele se mantenha na linha, está tudo certo.

Nym diminuiu um pouco o passo e ergueu a cabeça para fitar o homem, inclinando-a em um ângulo suave. - Meu irmão lhe disse o que estava acontecendo por aqui ou você descobriu sozinho?
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Natasha Korolenko
Estudante
Estudante
avatar

Mensagens : 34
Data de inscrição : 21/12/2017
Idade : 19
Localização : Windfall

Ficha do personagem
HP:
100/100  (100/100)
Itens:

MensagemAssunto: Re: Quadra de Basquete   Sex Dez 22, 2017 12:01 pm

- Suponho que ninguém viva pela facilidade - Comentou Ivan, passando uma de suas mãos pela sua barba.

Ivan nunca se preocupou em ser uma verdadeira muralha para Nymeria e Edrik, sempre gostara muito dos irmãos e se pudesse os criaria como se fossem seus. Mas, sua posição era a de um segurança e matador, não a de um pai ou até mesmo um tio. Se havia uma coisa da qual ele se arrependia, era não poder ter dado uma infância de verdade para Nymeria e Edrik. Não que soubesse o que era uma infância normal, foi criado dentro de um grupo de ciganos, na Russia e desde sempre aprendeu a lutar e se virar. Acabou se tornando o líder de um destes grupos e neles viu Sergei e Natasha nascerem. Foi recrutado para os Lindberg bem cedo, junto com o resto dos ciganos que se provaram ser uma força um tanto necessária para a máfia. Era justamente por nunca ter tido uma verdadeira infância que ele desejava que os gêmeos pudessem ter tido uma.

Ivan assentiu levemente quando Nymeria falou, era uma boa notícia para ambos os lados, uma vez que ele adoraria ficar mais tempo perto da garota. De começo, Vladimir não gostara da ideia de mover parte das forças do Inverno Soviético para Windfall, porém ele conseguira convencer o pai de Nymeria que era melhor estar preparado para o pior, e que Nymeria não poderia ser capturada pelos inimigos, e que caso isso acontecesse, era melhor ter uma equipe de resposta pronta do que só um assassino. Agora, Ivan caminhava levando-a para fora da Academia, do lado de fora havia um carro preto parado, do lado de fora, encostado nele, estava Sergei. Sergei era mais alto de que Nymeria, o que não era muito a se dizer, porém era consideravelmente mais baixo que Ivan. Seu cabelo era completamente raspado e seus dois olhos azuis revelavam uma enorme fúria. Ele abriu um enorme sorriso ao ver Nymeria.


- Olá, Nymeria! - Ele falou, acenando brevemente - Entre, temos muito a lhe mostrar.


Ele abriu a porta de trás para ela e após ela ter entrado, a fechou. Ivan sentou-se no banco do carona, custando para entrar dentro do carro enquanto Sergei começava a dirigir. Ele a estava guiando para longe de Blackwell, para longe do centro da cidade e para dentro da área mais pobre da cidade.

- Pequena Princesa, posso não ser uma das pessoas mais brilhantes do mundo, mas quando soube que estava vindo para cá, eu notei que havia mais do que a senhorita demonstrava - Ivan falou, olhando Nymeria pelo espelho retrovisor - Nós chegamos um dia depois que você e seu assassino chegaram, me perdoe por só contactá-la agora, mas precisávamos manter discrição. Muitos dos contrabandos desse Shadow não chegam ao local destinado por... interferência.

- Não vai falar para ela do outro lá? - Questionou Sergei.

- Ah sim, nós temos um novo membro no Sovetskaya Zina, e acho que o único membro temporário. Não sabemos o que ele quer exatamente, mas quando chegamos para destruir um dos locais de Shadow... ele havia chegado antes. E nos esperava - Ivan coçou sua barba novamente, no Inverno Soviético, aquilo era inadmissível, porém pelo o jeito que ele falava, aquele novo membro realmente era alguém único - Não temos um nome para ele, eu o chamo de Jacket, por causa da jaqueta que ele usa. Suponho que Galo seria um nome apropriado, já que ele sempre usa uma máscara de galo.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Nymeria Lindberg
Estudante
Estudante
avatar

Mensagens : 244
Data de inscrição : 26/09/2017
Idade : 18
Localização : Windfall

Ficha do personagem
HP:
100/100  (100/100)
Itens: Espada

MensagemAssunto: Re: Quadra de Basquete   Sex Dez 22, 2017 5:17 pm

- Que graça teria o mundo se fosse assim?

Nymeria tinha que admitir, apesar de todas as tragédias, do quanto que pegara sua própria alma e corpo e os corrompera para ser uma mafiosa exemplar, apesar das pessoas que matara e daquelas outras que tentaram fazer o mesmo com ela... apesar de Shadow, dos Darkness, dos policiais e dos outros caçadores de mafiosos que estavam espalhados pelo mundo...
Ela gostava do fato de nunca conseguir se entediar completamente. Sempre havia outra coisa para tomar lugar em seus pensamentos, então ela não precisava concentrar-se naqueles problemas sem solução que poderiam facilmente golpear outras pessoas.
Ela poderia até ser uma arma, mas era uma arma com consciência... e o melhor de tudo, era forte como aço.
A Nymeria atual nunca era olhada de cima, por mais altos que seus interlocutores fossem. Ela não se submetia a nada que não fosse de seu agrado e não acatava ordens que iam contra seu senso moral.

Ela caminhou silenciosamente ao lado de Ivan por alguns minutos, até deixarem completamente o território da academia e encontrarem-se com Sergei. A garota passou por ele, apertando de leve sua bochecha entre o polegar e o indicador, logo após adentrando o veículo.


- É bom vê-lo também, Sergei. Estou curiosa para ver isso tudo.

Não era novidade para nenhum daqueles que a conheciam desde sempre que a garota era muito curiosa. Mesmo as pessoas que lidavam com ela a pouco tempo notavam facilmente esse traço de caráter, às vezes inocente e quase infantil. Aquela garota tinha uma sede sem limites por conhecimento, e saciá-la era um dom que poucos dispunham totalmente.

- Aparentemente nunca conseguirei esconder certas coisas de vocês. Mas isso é... bom, de certa forma. - ela fez uma pausa, os olhos desiguais observando a paisagem mudar de rica para pobre. - Fale-me mais sobre como andam essas interferências...

Com o comentário de Sergei, contudo, aquela posição relaxada modificou-se um pouco, Nymeria agora estava atenta às palavras de seus subordinados, e quando foi citado o homem com máscara de galo, seus lábios franziram, antes de proferirem uma afirmativa.

- Esse homem... é o que andava chacinando a máfia russa de Miami. Informações sobre ele chegaram a mim, têm certeza de que não será um problema?
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Natasha Korolenko
Estudante
Estudante
avatar

Mensagens : 34
Data de inscrição : 21/12/2017
Idade : 19
Localização : Windfall

Ficha do personagem
HP:
100/100  (100/100)
Itens:

MensagemAssunto: Re: Quadra de Basquete   Sex Dez 22, 2017 6:23 pm

- Nenhuma, Pequena Princesa, nenhuma.

Ivan era um homem simples, ele recebia ordens e as cumpria. Ele nunca chegou a falar para Nymeria o motivo de ter se juntado aos Lindberg, uma vez que poderia ter recusado o convite. Não fora pelo medo de morrer logo em seguida, mas sim porque a máfia lhe apresentava condições melhores para criar aquela enorme família que ele possuía, e se ele tivesse que matar, torturar e cometer crimes hediondos para que isso pudesse ser feito, ele o faria. No final das contas, Ivan era apenas um homem com um coração. Uma pessoa como ele certamente não teria lugar na máfia, não fosse pelas garras que ele mostrava quando sua família era ameaçada.


- Curiosa como sempre - Sorriu Sergei, momentos antes de entrar no carro.

Sergei continuava a guiar o carro, por fim colocando-o embaixo de uma ponte. Ele estacionou e desligou o carro, voltando seu olhar para Nymeria. Ele poderia não falar, porém estava claro que eles deveriam esperar um pouco antes de continuarem a se mover. A curiosidade da garota teria que se manter em pé por mais alguns minutos.

- E não há motivos para esconder algo de mim, Pequena Princesa - Disse Ivan, abrindo um sorriso e voltando seu olhar para a garota. Então, seu único olho bom pareceu brilhar - Aaah, está indo muito bem. Não conseguimos impedir as garotas de serem sequestradas, mas conseguimos salvar algumas delas antes que seu destino pudesse ser ainda mais cruel. Impedimos que carregamentos de armas chegassem as mãos deles, e nos livramos de algumas drogas no processo.

Ivan apenas assentiu conforme Nymeria falava, ele concordava com cada palavra que deixava a boca dela. Ele não confiava completamente em Jacket, porém as habilidades do outro falavam ainda mais alto. Se o Inverno Soviético era conhecido por ser brutal, Jacket por si só os superava completamente, não foram poucas as vezes que ele enfrentou uma onda de inimigos tendo apenas seus punhos como arma. E ele saiu vivo, ileso. Fisicamente, é claro. Mentalmente... nem tanto.

- Da, Pequena Princesa, você tem a minha palavra. Ele não será um problema. Parece estar focado em achar e destruir Shadow.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Nymeria Lindberg
Estudante
Estudante
avatar

Mensagens : 244
Data de inscrição : 26/09/2017
Idade : 18
Localização : Windfall

Ficha do personagem
HP:
100/100  (100/100)
Itens: Espada

MensagemAssunto: Re: Quadra de Basquete   Sex Fev 16, 2018 11:25 pm

- Como Alice, após cair na toca do coelho.

Ela retribuiu lentamente o sorriso para Sergei. Quando o carro parou, ela pacientemente cruzou as pernas e esperou até o sinal deles para que devessem seguir adiante. Afinal, Nymeria era uma agente da máfia antes de tudo, ela sabia como se portar em situações de campo, fossem missões ou não. Acomodando-se melhor no banco do carro, seus olhos cruzaram com os de Ivan.

- Eu não escondo nada de ti, Ivan. - quase nada, na verdade. Havia a rixa com o pai, aquela vontade de matá-lo, mas não é como se estivesse mentindo sobre não estar acontecendo nada. Para bom entendedor, um olhar bastava, era o que diziam. - Mas você sabe... certas coisas prefiro fazer sozinha.

Ela fez uma pausa, sua mente repassando as informações que Ivan lhe dava. As palmas de suas mãos bateram suavemente, muito embora fosse visível que ela tomava certo cuidado com o punho direito.

- São ótimas notícias, vocês todos estão fazendo um trabalho esplêndido. Eu imagino que a "mercadoria" esteja sendo mantida na base, mas e quanto as garotas? - era uma pergunta bastante válida, Nym não saberia dizer se era seguro mandá-las de volta para suas família. Ainda assim, mantê-las numa base mafiosa não soava muito inteligente da mesma forma. Seus olhos se estreitaram quando Ivan pôs-se a falar a favor do dito homem com máscara de galo. Depois de alguns segundos, um suave suspiro deixou seus lábios. - Está bem. Confio em seu julgamento, e provavelmente ele será um bom aliado. - um sutil sorriso voltou a cruzar seu rosto. - E quem não quer?
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Natasha Korolenko
Estudante
Estudante
avatar

Mensagens : 34
Data de inscrição : 21/12/2017
Idade : 19
Localização : Windfall

Ficha do personagem
HP:
100/100  (100/100)
Itens:

MensagemAssunto: Re: Quadra de Basquete   Sab Fev 17, 2018 2:28 pm

- A Alice não era uma drogada? - Questionou Sergei.

Um sinal de luz foi visto a distância e o carro continuou a andar, com Sergei continuando a dirigir tranquilamente pelas ruas da parte ruim de Windfall. Era uma surpresa que uma cidade tão remota como aquela pudesse ter uma parte ruim, mas com a vinda de Shadow aquilo era de se esperar. Por fim, acabaram chegando em um galpão que foi aberto assim que o carro se aproximou.

- Claro, Pequena Princesa, isso eu entendo bem - Falou Ivan, abrindo um pequeno sorriso logo em seguida. Ele respeitava a privacidade de Nymeria e aquela vontade que ela possuía de agir por conta própria - A maioria delas foi enviada para casa, não se preocupe, nós instruímos a família sobre como deveriam agir para evitar os homens de Shadow. Porém, uma delas ficou. Ela é uma órfã.

Ivan apenas abriu um sorriso com a última frase de Nymeria, conforme o carro era guiado para dentro do enorme galpão. Algo que, levando em conta a região que estavam, provavelmente era usado para guardar carros e outras ferramentas pelo antigo dono. Mas agora... ainda havia um automóvel e '' ferramentas ''. O enorme caminhão usado como base móvel do Inverno Soviético estava ali, assim como várias caixas com armas e munições. Ela pode ver Natasha falando algo com Boris, apoiando-se em uma AK-47 no processo, assim como pôde ver aquele homem com a máscara de galo, sentado em um canto. Ao lado dele, estava a garota que Ivan falara.

- Algumas armas nós pegamos para nós, imagino que isso não seja um problema - Falou Ivan, claramente contente.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Nymeria Lindberg
Estudante
Estudante
avatar

Mensagens : 244
Data de inscrição : 26/09/2017
Idade : 18
Localização : Windfall

Ficha do personagem
HP:
100/100  (100/100)
Itens: Espada

MensagemAssunto: Re: Quadra de Basquete   Qua Fev 21, 2018 12:24 pm

- Isso depende da versão que você quer acreditar.

Nymeria conhecia como as pessoas eram podres por dentro. Independente de Shadow estar lá ou não, aquela cidade já estava a beira da ruína. Isso porque a policia era corrupta, e adolescentes sempre seriam sequestradas e estupradas, não importava em que lugar fosse. A raça humana era a melhor e ao mesmo tempo a pior coisa que poderia acontecer ao mundo. E a própria Nym, como a humana criminosa que era, estava inclusa naquilo. A diferença dela para a maioria é que ela possuía ao menos um código ético bem diferenciado.

- É bom poder contar com seu apoio, Ivan. - independente de qual fosse a razão, se ela queria-o longe ou perto. Ivan jamais a decepcionava. Nym mordeu os lábios e fechou os olhos, pensando que ainda era um pouco arriscado... mas pelo menos aquelas crianças e moças estava, seguras agora. E quando ela finaliza-se Shadow, estariam ainda mais. - Entendo. Você disse uma órfã?

Seus olhos se abriram de novo, voltando-se para Ivan. Havia uma certa dúvida neles, mas Nym não disse mais nada até o carro adentrar o balcão. Ela viu Natasha e Boris, e então seus olhos cruzaram com a menina. O corpo de Nymeria estremeceu... ela era nova, não tanto quanto algumas crianças que eram vítimas do método original usado por todos os Doll-Makers antes de Shadow, mas ainda assim nova. Deveria ter no máximo uns doze anos, era muito magra e seus cabelos curtos e castanhos eram cortados de uma forma bastante irregular. Seus olhos pareciam elétricos, no entanto, duas íris escuras que não paravam em lugar nenhum por muito tempo.

- De forma alguma, se quiserem ficar com todas as que encontrarem, fiquem a vontade. - ela disse, assim que o carro parou. No minuto seguinte, estava saltando dele, seus saltos batendo contra o chão enquanto ela fazia um meneio de cabeça em direção aos outros dois integrantes do Inverno Soviético. - Natasha, Boris. Um belo trabalho, como esperado de vocês.

Entretanto, seus passos levaram-na até a criança e, consequentemente o homem com máscara de galo. Não que ela não tivesse percebido-o antes. A existência da garota apenas chamou-lhe mais a atenção, além do que Ivan garantia que aquela pessoa era confiável.

- Me disseram que você está nos ajudando agora... eu não ligo para o que fez antes daqui, mas se passar pela sua cabeça que me trair é uma boa ideia... irá se arrepender, entendido? - seus olhos focaram-se atentamente nos olhos da máscara por alguns segundos. Nymeria era uma líder, antes de tudo... ela precisava manter o respeito. - No mais... sou grata pela ajuda.

Seu rosto pétreo desanuviou-se e ela voltou seus olhos sobre a menina, tão pequena quanto ela própria. Não foi necessário que abaixa-se para falar a ela. Nym realmente tinha uma compleição pequena considerando outras adolescentes norte americanas.

- Qual é o seu nome, garotinha?

A criança ergueu a cabeça, fitando-a com seus olhos hiperativos, e meneou-a em seguida, como se dissesse "não".
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Natasha Korolenko
Estudante
Estudante
avatar

Mensagens : 34
Data de inscrição : 21/12/2017
Idade : 19
Localização : Windfall

Ficha do personagem
HP:
100/100  (100/100)
Itens:

MensagemAssunto: Re: Quadra de Basquete   Qua Fev 21, 2018 4:32 pm

- Você sempre terá o nosso apoio, Pequena Princesa - Falou Ivan, com um sorriso calmo em seus lábios. Não importava o que fosse necessário, ele estaria lá para ajudar Nymeria, uma vez que tratava aquela garota como a filha que nunca teve. Era verdade que ainda havia risco em enviar aquelas garotas de volta para suas famílias, mas elas não podiam permanecer com o Inverno Soviético - Sim, ela não falou muito ainda, mas pelo o que juntamos, ela não tem família.

Bóris voltou seus olhos para Nymeria, um homem baixo, meio corcunda, com o topo de sua cabeça sendo completamente careca, tirando os lados que possuíam cabelos negros que claramente não eram lavados corretamente. Um verdadeiro enigma aquele homem, não havia um passado e nem mesmo Bóris era seu nome, ele apenas atendia por isso pois Ivan começara a chamá-lo assim. Alguns falavam que ele estava ali pela violência que o Inverno Soviético proporcionava, mas nem isso era uma certeza. No final das contas, ele era leal e era isso que importava ali. Já Natasha era diferente. Ela possuía cabelos vermelhos, presos em um rabo de cavalo. Haviam várias tatuagens espalhadas por seus braços expostos e ela era conhecida por ser uma das mais violentas do Inverno Soviético e isso falava horrores sobre as habilidades dela.

- E aí, irmãzinha? - Falou Natasha, uma das poucas pessoas a se referir assim a Nymeria. Por mais que Ivan já tivesse dito para ela tratar Nymeria por um título mais respeitoso, não era como se a vermelha se importasse com isso. Ela aproximou-se e deu um abraço de lado em Nymeria, tomando extremo cuidado. Ela sabia dos ferimentos que a garota sofrera - Aquele porra do teu segurança não tentou nada engraçado com você, né?

Em seguida, quando Nymeria foi até Jacket e a órfã, o mascarado levantou-se. Ele era exatamente como os rumores falavam, um pouco alto, com uma jaqueta típica de pessoas que passaram pelo time de futebol americano no colégio, com um porte certamente atlético e a sua marcante máscara de galo, escondendo seu rosto. Ele colocou a mão em seu bolso, tirando um gravador, um daqueles antigos dos anos 80. Havia uma fita dentro dele e ele apertou o play.

- A mensagem foi transmitida com sucesso - Falou uma voz de uma mulher.

Ótimo. Nem se dignar a revelar a voz que possuía aquele homem iria fazer. Porém, suas habilidades compensavam a sua falta de comunicação, uma vez que ele derrubara a máfia russa em Miami, não a mesma a qual Nym pertencia, uma diferente e consideravelmente menor, mas ainda assim poderosa. Nymeria agora falava com um exército de um homem só, uma pessoa capaz de entrar em um lugar sozinha e causar um estrago enorme sem nem mesmo se ferir.

- Não há necessidade de medo - Disse uma voz masculina, provinda daquele gravador de Jacket - Confiança é uma parte importante da vida.

Jacket:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Nymeria Lindberg
Estudante
Estudante
avatar

Mensagens : 244
Data de inscrição : 26/09/2017
Idade : 18
Localização : Windfall

Ficha do personagem
HP:
100/100  (100/100)
Itens: Espada

MensagemAssunto: Re: Quadra de Basquete   Qua Abr 11, 2018 3:58 pm

Nymeria fechou os olhos mansamente com aquela afirmação. Ivan e o resto do Inverno Soviético eram o mais perto de uma família que possuía, tirando o irmão e o grupo particular dele. Não era uma novidade que ela considerava Ivan uma figura mais paterna que o pai, muito embora nunca tivesse dito isso com todas as letras. No mínimo, ele seria aquele tio mais legal de todos que estava sempre ali para ajudar nas travessuras ou apoiá-los caso precisasse.

- Entendo. - foi tudo o que disse, seus olhos percorrendo todo o espaço. Nymeria era praticamente órfã também, já que perdera a mãe relativamente cedo e seu pai era... seu pai. Ela percorreu aqueles corredores e deixou que Natasha se aproximasse. Ela muito peculiar vê-la em meio aos seus, sua personalidade poderia não mudar, mas ficava bem mais amigável. - Você sabe bem o que aconteceria se ele tentasse algo sem a minha permissão, não sabe?

Um arremedo de sorriso cruzou o rosto dela ao dizer aquilo. Lennart só conseguira de fato fazer tudo aquilo que fizera com ela porque Nymeria também desejava, estava atraída por ele. O rapaz vira muito bem o que acontecera com o último garanhão que tentara tocar nela com esse tipo de intuíto. POr mais que fosse a reação mais leve da garota, ele certamente levaria as marcas da agressão pelos meses afora.

Nymeria assentiu para Jacket, não se dignando a fazer mais que isso. Fidelidade era tudo que ela pedia. E se isso fosse ignorado, a própria Nym, quem sabe o Inverno Soviético inteiro, cuidariam disso. Mas uma coisa era certa, aquela pequena adolescente cumpria suas ameaças. Normalmente, usando o próprio fio da espada. O comentário seguinte que foi reproduzido pela fita de Jacket fez uma risada involuntária sair da boca de Nym. Bizarro, mas de alguma forma aquela pessoa conseguira diverti-la por um tempo.

- Você não tem um? - ela perguntou para a criança, que assentiu com a cabeça. Os olhos dela não deixavam o rosto exótico de Nym um momento sequer, como se fosse a coisa mais bela que vira em toda a sua vida. - É muda? Sabe falar?
- Eu... sei. - a voz dela era frágil e quebradiça, mas tinha algo de belo em seu timbre infantil. - Não me mande de volta para aquele lugar.
- Não vou fazer tal coisa. Você tem a minha palavra. - ela apoiou a mão no coração. Não sabia pelo que aquela criança passara ou o que vira enquanto estava com os membros da organização de Shadow, mas não parecia ter sido coisa boa. - Mais importante, onde você vivia esse tempo todo? Onde cresceu?

A garota meneou a cabeça novamente, mas ao perceber que aquilo não diria muita coisa, sua boca entreabriu-se de novo.

- Era um lugar ruim também. Eu fugi de lá e... os homens maus me pegaram algum tempo depois. - estranhamente, aquela criança estava falando muito mais com Nymeria do que com o pessoal do IS.Se bem que, considerando a aparência assustadora que eles tinham, isso não parecia muito surpreendente.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Natasha Korolenko
Estudante
Estudante
avatar

Mensagens : 34
Data de inscrição : 21/12/2017
Idade : 19
Localização : Windfall

Ficha do personagem
HP:
100/100  (100/100)
Itens:

MensagemAssunto: Re: Quadra de Basquete   Ter Abr 24, 2018 10:30 pm

Ivan nunca tivera filhos, nem mesmo considerara ter crianças uma vez que seu trabalho era por demais perigoso para sequer pensar em ter uma família, portanto tratava a todos mais novos que si como se fossem seus próprios filhos e filhas. Isso ficava muito mais evidente quando ele conversava com Nymeria, Edrik e Natasha, tratando eles com um carinho que parecia ser impossível de vir de uma pessoa enorme como ele.

- Claro que sei, mas aquele cara tem fama de ficar enchendo o saco - Disse Natasha, fazendo clara alusão ao fato de Lennart flertar com a maioria das pessoas que ele encontrava. Ele, entretanto, nunca tentara isso com a ruiva que falava com Nymeria. Ela era violenta demais e causava certo medo no assassino.

Jacket, olhando para Nymeria, resolveu que era hora de se afastar e deixar que ela conversasse com a criança em paz. Ele ficara ao lado da órfã até então por motivos que ninguém ali conseguia explicar, talvez ele sentisse empatia pela situação dela, ou apenas escolhera uma companhia silenciosa enquanto descansava. Nada com aquele homem era garantido. Conforme o resto do Inverno Soviético se preparava, era possível notar que alguns deles abriam maletas de primeiros socorros, todas repletas de seringas das mais variadas cores. As tão famosas drogas que eles costumavam usar em combate, para se curar ou até mesmo para amplificar seu potencial de luta. No geral, as lendas sobre os efeitos colaterais eram assustadoras, algumas diziam que causavam uma morte lenta e dolorosa, enquanto outras afirmavam que deixavam os usuários em um estado vegetativo. Ivan nunca confirmara e nem negara essas lendas, apenas dizendo que haviam sim efeitos colaterais para o abuso daquelas drogas.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Nymeria Lindberg
Estudante
Estudante
avatar

Mensagens : 244
Data de inscrição : 26/09/2017
Idade : 18
Localização : Windfall

Ficha do personagem
HP:
100/100  (100/100)
Itens: Espada

MensagemAssunto: Re: Quadra de Basquete   Qui Maio 03, 2018 12:26 am

- É uma fama incrivelmente verdadeira, se quer saber. - de fato, Len a perturbara tanto, mas tanto, que fora incapaz de ignorar aquela química entre ambos e bom... dera no que dera. Ou melhor dizendo, continuava dando, afinal ficara meio óbvio que os dois viciaram-se um no outro.

Os olhos desiguais pairaram sobre aquela criança sem lar ou perspectiva alguma e algo cutucou Nym por dentro. Ela viu a si mesma, com seus dez anos, sangue descendo dem profusão de um tiro que pegara sua cabeça de raspão, enquanto encarava seu algoz de baixo. Pequena, solitária e indefesa. Facilmente quebrável.

"Você é fraca. Você vai morrer e ninguém ligará, e será esquecida tão rapidamente quanto a neve que derrete sob o sol... a menos que tome uma atitude."

Ela não permitiria que aquela criança a sua frente fosse corrompida como ela fora. Nym sabia que havia outras soluções a serem debatidas, mas dessa vez ela agira meramente por impulso. Não podia ser tão ruim. Não podia ser um crime pensar aquilo que estava pensando naquele momento.


- Você gostaria... de ficar comigo? - sua mão estendeu-se automaticamente para que aquela criança sem nome a segura-se. Ela apenas observou-a por um bom tempo, sem responder nada... como se não soubesse o que dizer ou não quisesse acreditar nas boas intensões.
- Eu posso...? - disse por fim, seus olhos atentos tornando-se um tanto quanto mais suaves e úmidos.
- Sim, é claro.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Natasha Korolenko
Estudante
Estudante
avatar

Mensagens : 34
Data de inscrição : 21/12/2017
Idade : 19
Localização : Windfall

Ficha do personagem
HP:
100/100  (100/100)
Itens:

MensagemAssunto: Re: Quadra de Basquete   Sex Maio 04, 2018 1:28 pm

- Chute ele no saco por mim - Disse Natasha, antes de se afastar e começar a gritar algo em um russo extremamente acelerado para algumas pessoas que carregavam caixas.

Ao longe, Ivan acompanhava a cena, seus enormes braços estavam cruzados e ele parecia estar satisfeito com o que assistia. Na verdade, ele sempre soubera que aquilo terminaria assim, com Nymeria adotando a órfã para si. Apesar de ser gélido, o coração de sua pequena princesa era bom e sabia ajudar quem necessitava de ajuda. Ela crescera bastante, passara por muito, mas ainda continuava a dar orgulho para Ivan. Quanto ao pai de Nymeria... bem, essa era uma história para outro momento.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Nymeria Lindberg
Estudante
Estudante
avatar

Mensagens : 244
Data de inscrição : 26/09/2017
Idade : 18
Localização : Windfall

Ficha do personagem
HP:
100/100  (100/100)
Itens: Espada

MensagemAssunto: Re: Quadra de Basquete   Sex Maio 04, 2018 4:04 pm

Nymeria limitou-se a rir, apesar de ter tido a clara vontade de falar o quanto aquilo seria um desperdício. Agora, seus olhos bicolores estavam sobre a órfã, a mão estendida firmemente para a frente, como se não fosse elevá-la tão cedo. Nym não desejava deixar aquela criança sozinha no mundo... ela e o irmão já haviam passado pelo inferno que era perder uma mãe e ter um pai que não dava a mínima para o que pensavam... na verdade, talvez Nym tivesse sofrido mais que Edrik, afinal seu irmão não era de reclamar.

- Eu sou Nymeria Lindberg, e eu sempre cumpro minhas promessas. - acrescentou, piscando os olhos. - Se quiser, eu posso te dar um nome... uma casa, um lugar para descansar e viver. Mesmo que não queira, vou garantir que não viva na rua ou com essas pessoas horríveis nunca mais.

Os olhos da garota arregalaram-se, algumas lágrimas escapando por eles. Em dois segundos, ela já havia cruzado a parca distância que a separava de Nym, ignorando a mão estendida e passando os bracinhos por sua cintura, afundando o rosto em seu peito.

- Eu quero ficar com você...

A pele pálida de Nym tomou uma coloração sutilmente avermelhada, e ela usou a mão que estendera anteriormente para colocar sobre a cabeça da garota, acariciando de leve os seus cabelos.

- Então assim será. - um sutil sorriso surgiu em seus lábios. - Dancer.
- É um nome bonito. Eu gosto dele. - a criança sorriu, mostrando traços de animação.

Por si mesma, Nym achava-se péssima para dar nomes, mas ela acatou silenciosamente aquela observação. Se aquela menina gostara, estava tudo bem. Entretanto, ela acabara de lembrar-se de uma informação muito importante.

- Entretanto... atualmente eu tenho um parceiro de quarto. Levá-la comigo agora seria... - bem, como diria a Lennart que enfiaria uma criança no quarto dele? Era claro que ele obedecia a ela e se Nym exigisse que Dancer ficasse lá o segurança não teria como negar. Ainda assim, era uma situação no mínimo esquisita. - Você gostaria de conhecê-lo?
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Natasha Korolenko
Estudante
Estudante
avatar

Mensagens : 34
Data de inscrição : 21/12/2017
Idade : 19
Localização : Windfall

Ficha do personagem
HP:
100/100  (100/100)
Itens:

MensagemAssunto: Re: Quadra de Basquete   Sex Maio 04, 2018 5:57 pm

Ivan sentou-se em um banco e observou a troca entre as duas, conforme Nymeria nomeava a garota. Muito melhor que o apelido que ele próprio dera para a órfã: Devushka. Traduzido do russo, ficaria algo como ''garota''. Dava para notar que Nymeria não era a única que não era boa em dar nomes, inclusive o nome do Inverno Soviético quem dera fora o pai da garota. Talvez, e apenas talvez, aquela falha em dar bons nomes para as coisas e pessoas que Nymeria possuía, tivesse sido puxada de Ivan, uma vez que ele passara tanto tempo com ela, quando Nymeria era apenas uma criança.

Mas ele claramente não gostou do fato de Nymeria estar dividindo um quarto com Lennart e mal podia esperar para que o quarto de Nymeria saísse dos reparos. Ele ainda não sabia do relacionamento que os dois possuíam, mas, quando descobrisse, ele certamente ficaria enfurecido. Considerava o assassino uma pessoa muito abaixo do que Nymeria merecia.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Nymeria Lindberg
Estudante
Estudante
avatar

Mensagens : 244
Data de inscrição : 26/09/2017
Idade : 18
Localização : Windfall

Ficha do personagem
HP:
100/100  (100/100)
Itens: Espada

MensagemAssunto: Re: Quadra de Basquete   Sab Maio 05, 2018 7:53 pm

Certamente, na segunda parte de sua vida Nym devia algumas coisas ao gigantesco líder do Universo Soviético. Ele não ensinara nem metade do que a garota sabia, afinal não gostaria de envolvê-la naquele tipo de vida. Mas era verdade que Nym aprendera algumas coisas com Ivan.

- Que tipo de pessoa ele é?
- Hum... - muitas palavras passaram pela cabeça de Nym, nenhuma delas deveria ser dita em voz alta naquele momento. - Ele é fiel e confiável, não precisa ter receio dele.
- Oh, entendo. - ela piscou seus olhos e abriu um sorriso timido. - Eu gostaria. Se a mãe acha ele confiável, então deve mesmo ser.
- Mãe?
- Sim, você vai ser minha nova mãe, não é?

A expressão de Nymeria virou algo muito parecido a uma paisagem. Ela ficou silenciosa por alguns segundos e depois suspirou, tirando a mão de cima de Dancer para coçar a nuca.

- Acho que eu sou um pouco nova demais pra ser chamada de mãe... que tal, ãh... - os olhos dela percorreram todos os presentes até pousarem em Natasha. - Irmã mais velha?
- Irmãzona me soa bem!

Nym deixou escapar uma risada totalmente involuntária. Soava bem mesmo.
Ela não saberia o que Ivan diria sobre o relacionamento extravagante que mantinha com Lennart Eurus, só tinha a certeza que ele não aprovaria. Era estranho, já que ela se preocupava mais com a aprovação dele do que a do pai. Pensando bem, nenhum dos dois veria aquilo com bons olhos...a diferença era que Ivan a respeitava o suficiente para não tocar num dedo de cabelo de Len sem sua permissão e nunca faria mal algum a ela.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Natasha Korolenko
Estudante
Estudante
avatar

Mensagens : 34
Data de inscrição : 21/12/2017
Idade : 19
Localização : Windfall

Ficha do personagem
HP:
100/100  (100/100)
Itens:

MensagemAssunto: Re: Quadra de Basquete   Sab Maio 05, 2018 8:00 pm

Seria algo perigoso, se Ivan decidisse que era uma boa ideia atacar Lennart por ele se envolver com Nymeria, pois as lendas que rondavam o Inverno Soviético eram uma coisa, mas as que rondavam Ivan eram outras. Ele não tinha um dos olhos, o direito para ser mais exato, e era dito entre a máfia russa que Ivan o perdera quando lutara contra um urso, tendo apenas suas mãos como armas. O urso tomara o olho dele, porém Ivan tomara sua vida. Um homem como esse não deveria ser irritado.

Mas é claro, ele não aprovaria, mas também não faria nada uma vez que Nymeria estivesse bem e feliz. Se o assassino fosse capaz de fazer isso por ela, Ivan não iria interferir. Mas ele realmente era um tio coruja, que tratava Nymeria e Edrik como se fossem seus filhos, portanto era de se esperar que ele jamais aprovasse nenhum relacionamento da parte dos dois. Era até engraçado, um homem enorme como ele ficar com ciúmes de crianças que não eram relacionados a sangue com ele. Havia um provérbio que falava '' O sangue é mais grosso do que a água '', afirmando que a família era mais importante que os amigos. Porém, o relacionamento que Ivan tinha com os gêmeos ia além do sangue e além da água. Aquelas crianças lhe eram preciosas demais para ele não ver elas como filhos.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Nymeria Lindberg
Estudante
Estudante
avatar

Mensagens : 244
Data de inscrição : 26/09/2017
Idade : 18
Localização : Windfall

Ficha do personagem
HP:
100/100  (100/100)
Itens: Espada

MensagemAssunto: Re: Quadra de Basquete   Qua Maio 09, 2018 11:03 am

Nymeria não queria nem imaginar uma luta entre Ivan e Lennart. Ela sabia bem das lendas que rondavam o lider do Inverno Soviético, mais que isso, vira com os próprios olhos o que ele podia fazer. Lennart não ficava muito atrás, ele fora líder dos Treze Fúrias, afinal de contas. Seu pai não o comprara para testá-lo, ele sabia muito bem o que estava fazendo.

- Certo... vamos para lá daqui a pouco, é meio tarde para que eu arranje roupas decentes para você, mas posso te dar algo meu para usar por enquanto.
- Tudo bem!

Ainda com uma sombra de sorriso nos lábios, Nym voltou-se para Ivan novamente e puxou os cabelos para trás, endireitando-os fio a fio, com uma precisão surpreendente.

- Há algo mais que precisemos resolver por hoje? Estou iimaginando, talvez devesse lhe informar algumas coisas que descobrimos até agora, talvez isso ajude-os um pouco.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Natasha Korolenko
Estudante
Estudante
avatar

Mensagens : 34
Data de inscrição : 21/12/2017
Idade : 19
Localização : Windfall

Ficha do personagem
HP:
100/100  (100/100)
Itens:

MensagemAssunto: Re: Quadra de Basquete   Qua Maio 09, 2018 4:59 pm

No final das contas, seria difícil Ivan atacar Lennart, pois ele preocupava-se muito com a felicidade de Nymeria e se Lennart conseguia fazer isso acontecer, então ótimo. Não havia motivos para ele interferir, desde que isso fosse realizado. E também, demoraria muito para ele descobrir do relacionamento dos dois, uma vez que ambos escondiam isso dos outros membros da máfia.

- Não há mais nada - Informou Ivan - Isso irá ajudar muito, Pequena Princesa.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Nymeria Lindberg
Estudante
Estudante
avatar

Mensagens : 244
Data de inscrição : 26/09/2017
Idade : 18
Localização : Windfall

Ficha do personagem
HP:
100/100  (100/100)
Itens: Espada

MensagemAssunto: Re: Quadra de Basquete   Qua Maio 09, 2018 7:52 pm

- Quando isso tudo acabar vamos sair para beber alguma coisa, certo? Todos nós.

Nym abriu um sorriso sutil, era estranho escutar esse tipo de coisa dela, que sempre estava voltada para seu trabalho ou estudos. Mas Ivan e o Inverno Soviético também faziam parte da sua família, ainda mais que muitos integrantes verdadeiros, e parecia agradável passar um tempo com todos, sem ter violência, morte ou intriga envolvendo-nos. Uma tarde apenas para se reunirem e jogar conversa fora, como antigamente. Nem que fosse muito pouco tempo, ela realmente gostaria de algo do tipo.

Nym ficou pelo menos mais uma hora debatendo com Ivan e os outros informações que foram recebidas nesse meio tempo em que estavam trabalhando em Windfall. Após esse período. ela decidiu que já era hora de voltar ao dormitório, afinal tinha uma criança consigo, e Len também deveria estar impaciente esperando-a. Despedindo-se amigavelmente de todos e ficando na ponta dos pés para dar um beijo no rosto de Ivan, ela segurou a mão de Dancer e pediu que fosse levada de volta a academia.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: Quadra de Basquete   

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Quadra de Basquete
Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
 Tópicos similares
-
» Quadra Gramada
» Quadra da Escola de Samba da Mangueira
» Quadra dos Animadores

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Windfall City :: O exterior da Academia Blackwell :: Ala Esportiva-
Ir para: